Um blog do Travellerspoint

Orlando

Hollywood Studios

semi-overcast 35 °C
Visualizar 2017 USA e Turks e Caicos no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Hoje eu acordei com despertador. Explico: ontem eu fiz uma caca na hora de marcar o fastpass do Hollywood no aplicativo. Vinculei o ingresso da Jozi no da Ju. Aí não consegui desvincular e fiquei com medo de marcar fastpass e dar caca. Todo dia eu faço uma caca, impressionante! Então a ideia é chegar cedo e marcar o fastpass. Então às 8h50 estávamos chegando lá.

180_IMG_7640.jpg

Deu problema pra Jozi entrar. Mas aí a moça chamou a outra moça que resolveu. Mas aí na hora de marcar o fastpass adivinha? Deu problema de novo. Fomos no quiosque e resolvemos. Agora não tem a mocinha agendando, é tudo na máquina. Calor úmido tenso hoje mas vamos lá!

IMG_7643.jpg180_IMG_7681.jpg180_IMG_7680.jpg90_IMG_7672.jpg90_IMG_7660.jpg

Eu me desafiei a ir na montanha russa do Aerosmith. Eu gosto do Aeromsith. Eu não gosto de montanha russa. Mas vamos ver no que dá. Tô aqui na fila agora. Média de espera 75 minutos. Paciência é uma virtude.... Eu e a Jozi já pensando em como sobreviver....

90_IMG_7645.jpg

Chegou! Passou até rápido. Fui com a Jozi. Duas medrosas juntas, haha. Quando entrei no carrinho a Jozi perguntou se esse brinquedo ficava de cabeça pra baixo. Respondi que não porque a Ju tinha dito que era só velocidade. E minha mochila estava no chão. Então... FICOU DE CABEÇA PRA BAIXO. Eu não conseguia gritar mas no momento do loop eu gritei: "Juliana eu te mato!". Hahahahahaha... e pisava na minha mochila com toda força do mundo.... kkkkkkkk. Quando terminou eu estava em estado de choque. Sério! Boca aberta e não falava nada. Sobrevivemos! E foi massa! Não volto nunca mais mas foi massa!

90_IMG_7654.jpg

Saímos dali e fomos contrabalançar. Um teatrinho da Pequena Sereia. Suavecito! Antes que os restaurantes lotassem fomos em busca de algo pra comer porque não tinha reserva. Escolhemos uma saladinha.

90_IMG_7659.jpg

Com esse calor infernal não tem como não sair da dieta.

IMG_7688.jpg

Ok! Hora do fastpass da Frozen: "For the first time in forever". Ok, não era. Faltava tempo ainda. Fomos na lojinha do Star Wars porque a Jozi é fã. Depois fomos pro show do Frozen. Gente, é lindo! É um resumo do filme basicamente. Mas foi lindo a forma que fizeram. Tipo, agora que eu me toquei da letra da música: "I'm never going back, the past is in the past".

IMG_7667.jpg

Passamos no prédio ao lado pra tirar foto com o Olaf. Adoro o Olaf. Só não mais que o burrinho do Shrek. Mas adoro o Olaf.

IMG_7687.jpgIMG_7685.jpg

Saímos dali e fomos pra fila do Star Tours. Foi ali que eu me apaixonei por simuladores. A fila nem demorou muito. Foi massa! Depois saindo dali vimos que a parte de carros fechou. Eles vão construir algo novo do Star Wars. Vai ser massa porque o terreno é enorme. O Star Tours que é antigo já é maneiro, imagina um novo. Alô fãs de Stats Wars.

90_IMG_7656.jpgIMG_7663.jpg

Demos uma volta na área dos Muppets babies e fomos andando pra área da Pixar. Muito calor! A fila do Mickey estava enorme. Desistimos mas no meio do caminho encontramos o Pateta. Puta calor mano! Ficamos no calor. Uma menina na fila ficou curiosa querendo saber que língua a gente falava. E a Jozi curiosa sobre maior idade nos Estados Unidos. A menina era muito simpática. Ajudou a esquecer o calor da fila e chegamos no Pateta.

IMG_7690.jpgIMG_7689.jpg

Saindo do Pateta fomos ver a fila do Buzz e do Woody. 45 minutos de fila. Dá não! Bora tomar uma água e sentar na sombra. Em dois tempos deu 16h15, hora do Toy Story. Depois do Toy Story entramos na fila pra tirar as fotos com Buzz e Woody que pulamos antes. Estava bem cansada e sentei no chão pra esperar. Mas chegou a hora.

90_IMG_7674.jpg

Uma vez concluídos os 3 fastpass podemos pegar mais um fastpass de cada vez. O próximo era o do Indiana Jones. Tipo um teatrinho, manja? Deu sono, hahahaha.

Saindo dali as meninas foram na Torre. É daquela do elevador que cai, manja? Mano, a Jozi foi! Ela é cagona e foi. Eu não fui. Fui tomar sorvete... sorvete? Sim, sorvete! Estava um calor de Senegal. Depois de transpirar horrores durante o dia estava sem energia pra nada. Uma dose de glicose não mata. Não hoje, pelo menos. Elas foram duas vezes no elevador e eu fiquei bem feliz sentadinha numa mesa com guarda sol. Prefiro esses parques pequenos que você não tem problema pra arranjar um lugar pra sentar ou comer. Muito melhor! No final a Jozi abriu mão do show de encerramento pra conhecer o T-Rex. Fomos pro antigo Downtown Disney. Hoje se chama Disney Springs e evoluiu horrores. Está super diferente de quando eu vim em 2014. Virou um super shopping. A fila do T-Rex estava de 2h. Estava bem cansada mas ok, estava disposta a esperar. Até porque saímos do parque pra isso. Gente, começaram os raios igualzinho ontem. A Ju estava na loja da Disney e eu e a Jozi em frente ao T-Rex num canteiro com uma árvore. Fiquei bem com medo de ficar ali. Logo logo começa a chover fininho. Em dois tempos cai o céu. Corremos pra lojinha do restaurante e sentamos no chão mesmo. Um pouco depois a Ju chegou. Chamaram a gente às 22h25. Engraçado como eu não consigo mais jantar daquele jeito que eu jantava como quando vim aqui. Não dá mais. Dividi um prato com a Ju e pronto. Muitos papos e casa. Estávamos um caco.

Publicado por Akemi Nomura 18:00 Arquivado em Estados Unidos Comentários (0)

Orlando

Shopping in USA

sunny 35 °C
Visualizar 2017 USA e Turks e Caicos no mapa de viagens de Akemi Nomura.

E eu continuo madrugando. Acordando com as galinhas. Fui a primeira de novo. Levantei, troquei de roupa e fui terminar meu blog. Ontem foi um dia cansativo não ia conseguir terminar meu blog. Aos poucos as meninas foram acordando. Sem pressa fomos tomar café. O café da manhã aqui é bem fraquinho. Mas é o que tem.

Hoje é um dia de compras. Eu não sei como vou fazer ainda porque tenho 33kg de franquia de bagagem de São Paulo pra Vitória além de 10kg da bagagem de mão. A mala média vai ficar em São Paulo. Eu levo o resto depois. Só me resta escolher o que eu levo antes e o que eu pego depois. Minha vida não é fácil!!!! Hahahaha.

Primeira e longa parada na Ross. Eu amo a Ross. E como o real não anda valendo nada a Ross é um excelente local pra compras. A Ju definiu bem: é o outlet do outlet. Comprei mais do que eu imaginava. E gostei muito! Aliás, só vou comprar coisas que eu gostar muito." Pior que achei gente! Assim não dá! Meu CK pretinho dos sonhos estava lá. Fora outros que me levaram quase 150 trumps. Ainda bem que comprei outra mala. Como vai ser na mala eu não sei, mas depois me preocupo com isso.

Dali fomos almoçar no Texas de Brazil. Chegamos lá desistimos. 50 trumps o rodízio. Depois de sair da Ross? Não dá! Não tem como não calcular o tanto de coisa que dá pra comprar. As meninas ainda fizeram compras na Tommy. Eu fui no outlet da Asics, na CK e na Crocs. Não comprei nada. Nada mesmo! Estava com fome, eu perco o interesse nas coisas. Dali fomos almoçar no Tony's, um restaurante brasileiro. Gente, como é bom comer arroz e feijão. Não tem nada igual! Sem esse papo de que arroz e feijão a gente come todo dia. Comida americana é junk! Bom mesmo é o bom arroz, feijão e o bife acebolado.

Fiquei com medo de deixar as coisas no carro. Já vi uma brasileira chorando na minha frente por ter tido o carro arrombado no Outlet da Vineland. Pra que estresse? Estamos pertinho do hotel. Melhor ir lá deixar as coisas e ir tranquila pro outlet. E assim fizemos. Fomos no outlet da International. Eu particularmente não gosto muito mas era mais perto uma vez que estamos hospedadas próximo. Eu não tinha muitos planos de compras uma vez que já tinha uma mala grande e até que fui bem.

IMG_7631.jpg
IMG_7630.jpg
IMG_7639.jpg

Teve uma hora que eu e a Ju entramos na Michael Kors. Eu gosto muito daquelas carteiras deles. A Ju também. Aí a Bela, atendente que trabalhava lá, entrega um papel de 60% de desconto e depois mais 20%. Puta! Compramos a carteira! Engraçado que a gente estava na fila pensando o porque da gente estar comprando a carteira. Nenhuma das duas precisava. Mas estava $50. Vai entender cabeça de mulher.... Pena que a Jozi não estava lá, senão teria comprado também.

IMG_7636.jpg

Eu e a Ju entramos na loja da Tommy. Eu não acho muita coisa pra mim na Tommy, mas fui assim mesmo. Gente, não é que eu achei uma "brusinha". Milagre! Comprei também. Até agora uma carteira e uma brusinha. Aí veio a Gap. Fiquei até com medo. Mas quando eu entrei fiquei de boa. Acho que eu já comprei tudo que eu tinha gostado naquela loja. Pior que umas coisas eu nem tinha certeza se tinha comprado. Fala sério! Acabou que eu comprei duas blusinhas escrito Gap pra Mariana e na fila eu vi um óculos da Gap por $8,5. Mais um. Como eu perdi o meu no quarto, agora eu tenho 3. Esse foi mais tradicional, tipo os que eu sempre uso. Mas eu vou continuar usando o meu modernoso de $4. Gostei dele. Só custando isso pra eu ter coragem de comprar, hahaha.

180_IMG_7633.jpg

No fim do dia as meninas entraram na Aeropostale e eu fiquei do lado de fora. Meu, começou a trovejar. Aiaiai.... tenso. Quando elas saíram a Ju queria levar a Jozi no Outlet da Vineland por causa da Gap. O da Vineland é muito melhor viu galera. Como eram umas 20h30 achei que seria fácil estacionar lá pois as pessoas estavam saindo essa hora. E foi mesmo. Paramos na Gap e adivinha? Eu e essas "brusinhas" gente.... amor incondicional! Mas foram duas só sendo que uma é pra academia. Já comprei tanta coisa pra academia, só Jesus na causa. Saindo dali, mano, o céu caiu. Não via nada além de 5m na minha frente. Confesso que fico tensa com essas coisas. Diminuí a velocidade e fui indo, limpador no máximo, rumo ao Walmart. Chovia horrores. A Jozi se ofereceu pra descer. Parei na porta e ela correu lá pra comprar nossa janta. Jantinha de $3: carne com legumes. Perfeito! Terminamos a noite jantando no quarto do hotel. Resumo até agora sem contar minha mala grande que ficou na casa do Julio:

IMG_9694.jpg

Publicado por Akemi Nomura 21:41 Arquivado em Estados Unidos Comentários (0)

Orlando

Férias parte 3

sunny 33 °C
Visualizar 2017 USA e Turks e Caicos no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Oie! Bora pra um flashback de dois dias. Cheguei no aeroporto de Provo, deixei o carro e fiz caca. Joguei a chave na caixa e era pra eu ter jogado dentro de um envelope. Paciência! Preenchi e assinei o formulário do envelope e joguei vazio lá dentro, haha. Fiz o check in e embarquei com bagagem de mão. A chegada em Miami foi sussa. No terminal da AA tem o preenchimento do landing card na máquina. Muito legal mas prefiro o terminal da geral que nem isso precisa. O moço foi super simpático. Novo carimbo, de volta à Trumpland.

Cheguei no Julio e ele estava em casa. Comecei a arrumar minhas coisas e não teve jeito, fui comprar outra mala, hahaha. Claro que comprei na Ross e claro que passei na Target também. Minha mala grande já está cheia. Ainda dá pra colocar umas coisas lá. A gente sempre consegue. Deixei as coisas preparadas e fiquei de boa. No dia seguinte acordei cedo e ainda vi o Julio e o Alex. Eles foram trabalhar e eu desci com as coisas. Saí pra buscar as meninas no aeroporto. Depois de perder um tempão procurando vaga no estacionamento encontrei ela. Partiu pra terceira etapa das férias!!!!

180_IMG_7527.jpg180_IMG_7529.jpg90_IMG_7532.jpg

Do aeroporto fomos no Aventura. Primeiro almoçar, claro! Cheesecake Factory no cardápio "Skinnylicious". Dali fomos na Apple pois as meninas queriam comprar seus iphones 7. E dali direto pra T Mobile. Todo mundo conectado! Partiu Orlando!!!!

180_IMG_7536.jpg

Chegamos por volta das 20h. A Ju que dirigiu. Eu estava meio sonolenta. Fizemos check in e fomos no supermercado. Comprinhas básica de sobrevivência, a janta acabou feita no hotel. Cansaço! Bora dormir!!!!

Pra variar acordei com as galinhas! Já levantei e fui me arrumar. Pouco depois a Ju acordou e por fim a Jozi. Programamos tomar café, ir na Ross e Best Buy. Depois Magic Kingdom! Deu quase certo... Na hora de sair do quarto não achava meu óculos. Procurei desesperadamente e não achei. Deve estar no carro. Não estava! Bosta! Fomos indo assim mesmo. Comprava outro. Paciência! Gente, comprei um óculos de 4 trumps. Isso mesmo! E super modernoso! Perder o óculos no quarto tem seu lado bom. Quando eu desencanar eu acho. Olha meu óculos modernoso de $4 hahahahha...

90_IMG_7539.jpg

Saindo dali fomos na Best Buy. Ju comprou a gopro e acessórios e quando entrei no carro, adivinha? Esqueci o ingresso no hotel. Bosta! Ainda bem que estávamos perto. Volta pro hotel pra buscar o ingresso. Deixamos as compras lá e ainda instalei a película das meninas. E vamos!

IMG_7541.jpg180_IMG_7544.jpg

Chegamos fácil! Estacionamento organizado como sempre. De cara entramos na fila do Mickey. O placar dizia 15 minutos. Tolinha! Rolou uma bela demora e a fome estava me afetando. Não posso passar do horário de comer, gente. Apelei pra batata doce na mochila. Amenizei o sofrimento até chegar minha vez. E dessa vez não saí daqui sem ver o Mickey!

IMG_7565.jpg

Hora de comer. Tava difícil arranjar um lugar pra comer decente. Bem difícil. E a fome começou a afetar meu humor. Andamos um bocado até achar um lugar pra comer. Não necessariamente bem. Mas comi! E fiquei feliz! Agora sim podemos seguir no parque. Nem dá pra detalhar. É tanta coisa, tanta caminhada. Foi ótimo! A gente sempre tinha a ideia de fazer uma viagem junta. Aí a Jozi disse que queria comemorar o aniversário de trinta anos dela na Disney. A Ju ama a Disney desesperadamente. E eu amo minhas amigas! Então, bora pra Disney...

IMG_7547.jpg90_IMG_7546.jpgIMG_7554.jpg90_IMG_7557.jpgIMG_7569.jpgIMG_7621.jpgIMG_7620.jpg90_IMG_7579.jpgIMG_7623.jpgIMG_7625.jpg

Mas devo dizer que no final do dia eu me superei. Fui na Splash Mountain na primeira cadeira!!!! Ahahahaha... Cara, eu sou phoda!!!! Kkkkkkkk. Descobri que Jozi é cagona que nem eu. Sofremos pacas. E na última queda veio um jato de água e eu na primeira fileira, mano, quase morro afogada... hahahaha. O vídeo... ah, o vídeo.... que medo do vídeo!!!! Desconsiderem os palavrões, hehe.

"Meus amigos são todos assim:metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Pena, não tenho nem de mim mesmo, e risada, só ofereço ao acaso.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte deaprendizagem, mas lutam para que a fantasia não deasapareça.
Não quero amigos adultos, nem chatos.
Quero-os metade infância metade velhice.
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto, evelhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem sou, pois vendo-os loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a normalidade é uma ilusão imbecil e estéril"

IMG_7576.jpg180_IMG_7580.jpg180_IMG_7589.jpg

Saímos encharcadas mas foi ótimo. Depois de um dia que chegou a 35 °C, o sol já tinha baixado um pouco e refrescou bastante. Ficou mais agradável ficar no parque. O colar da Moana? Achei não. Quase impossível! Fica pra Disney Downton. Terminei o dia tirando foto com a Rapunzel e o show que é sempre um espetáculo!

IMG_7628.jpgIMG_7627.jpgIMG_7626.jpg90_IMG_7595.jpg

As tolinhas fazem planos pra até meia noite quando estão descansadas. Mas no fim do dia.... dá não! As 3 estão quebradas. Ainda bem que temos nossa comidinha pronta no congelador. Bora pra casa! Até amanhã!

Publicado por Akemi Nomura 6:02 Arquivado em Estados Unidos Comentários (0)

Providenciales

Time to say goodbye

sunny 30 °C
Visualizar 2017 USA e Turks e Caicos no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Quinto e último dia. Continuei acordando com as galinhas. Mas tem seu lado bom porque aquela enroladinha na cama é tudo de bom. Levantei umas 8h e fui tomar café. Hoje não tinha mais ovo, tinha iogurte. Deu umas 9h resolvi jr eu mesma pegar um carro. O Luis e bonzinho mas é enroladoooo. O melhor lugar pra alugar carro em Grace Bay é na Grace Bay Rental Car. Fica aqui perto. Digo que é o melhor mas eu nem pesquisei o resto, haha. Mas é que eu vi que eles tem um preço muito bom. E como posso entregar o carro no aeroporto sem taxas vai facilitar minha vida. Mas como eu não fui overplaning e deixei pra em cima da hora eu não consegui o mais barato de $39,90. Esse com taxas e seguro iria pra $65. Tinha um a $59,90. Com taxas e seguro $85. Com choro $77, haha. Vai esse então. Lembrando que o táxi até o aeroporto seria $33. Talvez mais pelo horário. Aqui tem uma coisa que eu achei engraçada. Eles avisam que a ilha é segura mas que não custa tomar algumas precauções: deixar o carro destrancado e os vidros abaixados? Oi???? Até li de novo pra ter certeza. Ainda perguntei pra moça mais uma vez. Claro que não é pra deixar nada de valor no carro. Mas essa da deixar destrancado com o vidro abaixado foi ótima. Ela me explicou depois que aqui ladrão não leva o carro, leva o que tem dentro. Você deixando o vidro abaixado e o carro destrancado já mostra pro ladrão que não tem nada e evita deles quebrarem o vidro. Louco isso, mas faz sentido...

Fui pegar o carro no pátio e.... o motorista ficava do lado direito. Oi? Como é que dirige essa coisa? Eu sei que aqui e mão inglesa mas vi vários carros "normais". Achei que aa locadoras providenciassem isso considerando que a maioria dos turistas vem de países que dirigem do lado "certo". Enfim...

IMG_7392.jpg

Voltei pra casa pegar as coisas. Sobrevivi. Até porque tinha que pegar a rua à esquerda e era mais fácil, haha. Peguei tudo e bora encarar a mão inglesa, o motorista do lado direito e mais um detalhe: SEM GPS. Yeah baby, hoje o dia é para os fortes.... kkkkkkk. O videozinho abaixo resume meus primeiros momentos dirigindo "na contramão".

Resolvi ir primeiro pra Malcom's Beach. É longe, fica no outro extremo da ilha. É em Malcom's Beach que fica o Amanyara, o resort mega exclusivo cuja diária começa nos R$50.000. Enquanto estava nas highways tava tranquilo. Depois peguei uma estrada de terra. Tava de boa também. Parece que estrada de terra aqui tem aos montes. E era chão viu? Meu amigo, chegou num ponto que aquilo afunilou e ficou tenso. Eu sou muito mulherzinha pra dirigir nesses lugares (que as feministas não me ouçam, rsrs). Cheguei a dar ré e uns 5m pra trás lembrei do tanto que tinha andado pra chegar ali. Era uma descidona e fiquei com medo do carro não conseguir subir. Bom, olhei pro ar condicionado e pensei: "qq coisa desliga esse troço que sobe". E fui. Ali não era uma estrada de terra, era pedra mesmo, manja? Parece que eles quebraram a pedra do morro pros carros passarem. E muito buraco! Eu tinha que escolher qual buraco cair. E fui. Cheguei! Achei que eu era a única doida...

IMG_7399.jpgIMG_7401.jpgIMG_7403.jpg90_IMG_7404.jpg

Nesse extremo da ilha não há nada além do resort. Nem precisa passar na frente pra dar uma olhadinha. Ele fica meio escondido na mata. O mar ali... ah, o mar ali. Era diferente de tudo. Era um degradê de azul que eu não sei se alguma foto vai conseguir reproduzir o que meus olhos viram. Eu não ia sair dali sem um mergulho. Só eu naquele marzão!!!! Alô você do Amanyara. Pode pagar R$50k de diária, mas o mar vai dividir comigo... hehehe.

IMG_7405.jpg90_IMG_7406.jpgIMG_7407.jpgIMG_7409.jpgD725CEFDAFDC980287AFD38312D670F2.jpgD727725EA358B70CD81F3BE2FB45991F.jpg
D73CBECCB663F566C56C18F7050F5611.jpg

Depois de um tempo decidi seguir viagem. E volta eu pra subir a montanha. Respirei fundo! Devagar e sempre, escolhe bem os buracos que vai cair.... consegui!!!!! Viajar também ajuda a vencer os medos. E fui indo no lado esquerdo da pista e fazendo balão ao contrário. Ah, não vi um sinal e um radar sequer. Nos grades cruzamentos tem rotatórias. A regra é a mesma, quem está no balão tem prioridade. E vamos que vamos.

Fui pra outra ponta daquele lado mesmo. Entrei no Chalk Sound National Park. E fui em busca de Taylor Bay Beach. Difícil!!!!! E prainha complicada de se achar o acesso. TCI (Turks and Caicos Islands) está crescendo muito com a construção de casas de alto padrão. O problema é que limita o acesso à praia. Tem, mas limita. Achei o acesso pela Ocean Point Drive. Vi um monte de carro de locadora na rua foi fácil deduzir. Procure esse lugar na foto abaixo. É por ali que entra. Isso sem GPS hein.... fala que eu mando bem, fala.... hehehe...

IMG_7435.jpgIMG_7436.jpg

Taylor Bay Beach é uma praia bem peculiar. De longe vi que ela é clarinha. De perto entendi o porquê. Ela não afunda.... quando digo não afunda é porque andei bem uns cem metros ou mais e a água não chegou no meu joelho. Juro! É praia boa pra quem tem criança pequena. Só não tem estrutura lá. Tem que levar tudo. É bem roots mesmo. Saca a distância que eu estava da praia e até onde ia a água. Não chegava no joelho...

IMG_7438.jpgIMG_7439.jpg

Ali não tem entretenimentos até porque a profundidade não ajuda. Se bem que eu vi um jet ski lá longe mas não sei se saiu dali. Enfim, a praia é linda. Mas como ela não afunda não fiquei muito tempo. Mas observei que e.a era cercada por muitas casas de alto padrão. Coisa de gente que tem dinheiro mesmo. Mas pra ficar de frente pra essa praia só vale a pena se tiver criança pequena, eu acho.

IMG_7437.jpgD763EC2CC899C9B2C87BC7ACB5AF2DA2.jpgD765A6D6D29E523AE4666A9B72027FF3.jpg

Eu pensei em almoçar antes de parar em Sapodilla Bay Beach. Mas na entrada dessa praia tinha um carro de frozen. Parei! Hahaha... O frozen é um troço que tá me tirando do sério. O almoço pode esperar. Peguei a trilha pra praia. Aqui achar o acesso foi fácil. Vários carros parados na Chalk Sound Drive. Sapodilla Bay Beach é bem pertinho de Taylor Bay Beach. A diferença que aqui tem um pouco mais de estrutura. Tem como alugar cadeira e guarda sol. Tem jet ski que eu ainda não tive coragem. Já basta dirigir na contra-mão hoje. Emoção demais pra mim.... A praia é pequena e super bonitinha. Mas tem um porém, não afunda! Não como Taylor mas você anda, anda e anda e fica no máximo na cintura. Essa é pra criança maiorzinha. Deu pra perceber que eu não curto praia que não afunda. É linda, sem dúvida. Mas não afunda, haha. Mas como aqui chega na cintura eu fiquei um pouco mais.

180_IMG_7446.jpgIMG_7448.jpgD7732625F76114A21BF5D3B7127FE3FE.jpgD778D4A3ABDCE696F2A8BCE564CF451E.jpg

Saí de Sapotilla e resolvi dar uma olhada num restaurante que tinha visto no Google Maps. Ficava ali pertinho. Achei legal porque a vista dava pra região conhecida como Chalk Sounds. Parece uma lagoa, mas lagoa é de água doce né? Ou não? Sou ruim nessas coisas. Enfim, era água salgada com um azul absurdamente lindo. E almoçar com a vista de Chalk Sound era especial. Esse lugar é a imagem que a gente vê do avião quando está chegando. Vou te dizer, cercado de casas mais tops ainda que Taylor Bay Beach. Beeeem tops!!!! Não á pra ver muito daqui mas do avião dava.

IMG_7432.jpgIMG_7433.jpgIMG_7451.jpg

Saindo de Chalk Sounds segui viagem. Meu próximo objetivo era Turtle Tail. Aqui o segredo é a Leeward Highway. Ela corta basicamente toda a ilha e é dela que você se arrisca nas vicinais. Consegui chegar na Leeward e peguei a Venetian Road. Como eu disse todo grande cruzamento tem rotatória o que facilita já que teria que entrar à direita e eu estava do lado esquerdo. E fui indo... vou te dizer, desse lado as casas só aumentam de tamanho. Cheguei até no fim e voltei. Tinha uma puta casa lá no fim que até agora não sei se era casa ou um hotel, sei lá. O mar estava inalcançável do lado direito e tinha um outro lugar parecido com Chalk Sound do lado esquerdo. Essa água não é coisa de Deus não.

IMG_7456.jpg

Não achei acesso pra praia. De repente achei uma estradinha. Nem pensei, joguei o carro ali e fui indo. Na metade vi que estava bloqueada.

IMG_7460.jpg

Teria que voltar de ré pois não dava pra manobrar. Fiz melhor, deixei o carro ali mesmo (destrancado e com vidro aberto) e fui andando pra praia. Faltava pouco então foi fácil. Aqui é mega exclusivo. Poucas casas e nenhum acesso fácil pra quem vem de fora. Eu até ia dar um mergulho mas não rolou. Muita pedrinha que machucava o pé. E era estranho porque não era bem uma praia. Eu nem sei se tinha entrado numa propriedade privada. Eu não achei outra praia melhor então se alguém vier e achar me fala.

D7A245B0C8BED74E67FAF27B0BE848D7.jpg180_IMG_7461.jpgIMG_7462.jpgD7A7A9CA969D30E509E7217F7709898B.jpg

Bom, bora tentar mais um lugar. Long Bay Beach. Como o próprio nome diz é uma praia longa. Tem uns passeios a cavalo na praia. Inclusive o cavalo entra na água com você. Mas eu não gosto dessas coisas não. Sei lá, explorar o animal pro turismo sabe? Tô tentando evitar essas coisas. Voltei pra Leeward Highway e achei sugestivo pegar a Long Bay Highway. Aqui, deixa eu falar uma coisa, quando eu falo highway esquece aqueles conceitos americanos ou até mesmo brasileiro. O mais próximo de highway que tem aqui é a Leeward que pra mim é uma rua de mão dupla. As outras chegam a ser até de terra. TCI é turismo raiz. Agora me diga uma coisa, se você quer ir pra Long Bay Beach é razoável pegar a Long Bay Highway, certo? Pois é, se vicê fizer isso volta. Vai perder seu tempo. Cheguei até a road da praia que não fica na praia e andei de um extremo a outro. Nenhum, eu disse NENHUM acesso à praia. Por outro lado meu amigo, só casarão. As daqui superaram todas. Impressionante! Não é alto padrão, é alto luxo mesmo. Turcs e Caicos era conhecida por ser freqüentada por milionários e celebridades americanas. Hoje eu vi que é verdade. Tô pra te dizer que boa parte não fica no Amanyara não. Só o portão das casas já me deixou impressionada. Pena que nas fotos só vai dar pra ver portão.

IMG_7464.jpgIMG_7465.jpgIMG_7467.jpgIMG_7469.jpg

Depois de perde uns 40 minutos procurando um acesso à praia e vendo casa de gente rica, fico imaginando quem é o imbecil que inventou que dinheiro não traz felicidade, hahahaha. Partiu mudar de planos. Já eram 16h e eu tinha que abastecer o carro. Voltei pra Leeward (tô falando que a Leeward é o canal) e peguei a entrada seguinte. Achei! Não gostei! Hahahahaha. Sério, não gostei. Ventava muito e é uma praia muito agitada. Vi várias pessoas no kitesurf. Acho que meio que virou uma praia de kitesurf mesmo sob protestos das autoridades locais que colocaram uma placa onde falava que Long Bay Beach era uma praia pública, não só de kitesurf. Mas na prática era uma praia de kitesurf. Tinham apenas duas pessoas na praia. Tirei minjas fotinhas e parti. Meio frustrada mas parti.

IMG_7479.jpgIMG_7473.jpgIMG_7475.jpg180_IMG_7478.jpg

Saldo do dia: minha praia favorita do dia foi Malcom's Beach, sem dúvida. Se eu soubesse tinha ficado mais tempo lá. Acho que se voltar aqui vou ficar hospedada no Amanyara, hahahaha. Sonha! Não trocaria Grace Bay pelas praias de Sapotilha e Taylor. Prefiro praia que afunda, hehe. Mas valeu meu dia. Foram $77 bem investidos pra "dar uma geral" na ilha e incluindo aí o transporte pro aeroporto amanhã. Pelo menos um dia alugue um carro. Você só pode dizer o que gostou mais ou menos depois de ver com os próprios olhos.

Voltando, parei num posto pra abastecer. Atenção, o galão aqui custa quase US$4. É difícil não comparar com os Estados Unidos cujo preço normal é pouco mais de US$2. Mas como eu não rodei muito não ia sair caro. Ah, outra coisa, aqui tem frentista. Ufa! Agora algumas considerações quanto a dirigir na mão inglesa. Foi só no comecinho que fiquei tensa, depois foi fácil. O carro era automático então não precisei passar a marcha com a mão esquerda. Isso seria temso! Tive duas dificuldades. A principal foi o fato do motorista estar do lado direito do carro. A referência muda muito. Andar na "contramão" é fácil. Difícil é perder noção da distância do carro pra fazer uma manobra. A segunda e a menos importante é que não teve uma ÚNICA vez que eu não tenha dado a seta sem ligar o limpador de para brisa, hahahaha.

Dali do posto era fácil voltar pra casa. Já chamo o Island Club de casa. Aliás, avaliando ele eu recomendo muito. É um apartamento muito bom, fica super perto da praia e do comércio de Grace Bay. O Luis é super simpático e está sempre disponível pra te ajudar no que for preciso. Não tem local pra lavar roupa mas o resto tem tudo. Tem até churrasqueira no "quintal" de cada apartamento e mesinha e cadeiras lá fora se quiserem comer lá. O quarto de casa tem varanda virada pra piscina. É um preço justo se você considerar que acomoda confortavelmente 4 pessoas. Tem algumas coisas bem caras em Turks e Caicos? Tem! Mas dá pra se hospedar bem e comer bem pagando um preço justo. Em resumo: recomendo muito o Island Club.

IMG_7480.jpg

Bom, lembram que saí frustrada de Long Bay Beach? Pois é, recuperei o humor quando lembrei que estava em Grace Bay. Ainda eram 17h e eu ainda tinha pouco mais de duas horas de sol na segunda melhor praia do mundo. Foi só separar o necessário e partiu Grace Bay. Dessa vez sem foto de cada segundo no local. Já tirei muitas e já postei muitas. Esse momento não precisava mais. Só mais algumas horinhas pra aproveitar Grace Bay sem perder tempo. Acivinha quem estava lá? Papai, mamãe e os três filhinhos.... Dessa vez as crianças maioes estava, sem bóia... ufa! No final eu tive que pegar o celular. Todos esses dias no fim do dia tinha muita nuvem no céu. Mas hoje não! Hoje Grace Bay me presenteou com um belíssimo por do sol de despedida!

Debbie, a proprietária do Island Club é um amor e disse que o objetivo dela é que os hóspedes se sintam em casa. E eu me senti em casa. Eu me senti bem recebida. Eu me senti segura. Amei cada segundo nesse lugar. Um dia eu volto TCI. Um dia eu volto Provo. Um dia eu volto Grace Bay!

Publicado por Akemi Nomura 17:14 Arquivado em Ilhas Turcas e Caicos Comentários (0)

Providenciales

Dia 4

sunny 30 °C
Visualizar 2017 USA e Turks e Caicos no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Sobre a venda de ingresso do show do U2 ontem, sente parte do drama, rs:

INÍCIO DO DIA DE HOJE

Depois das emoções da noite passada com a compra do ingresso apaguei. Apaguei e acordei cedo como sempre. Estava feliz, estava de boa. Tomei meu remédio e deu 7h eu desci pra comer algo. Arrumei minhas coisas e 8h e pouco já estava pronta. Saí do apartamento às 8h35. O combinado era eu estar na entrada às 8h45. Não dei dez passos e a van chegou.

Aqui tem duas empresas mais populares. Acho que já falei ontem: Island Vibes Tours e
Caicos Dreams Tour. Escolhi a Caicos pelo pick up no hotel uma vez que o local de saída do barco era bem longe. Essa empresa é super bem avaliada no Tripadvisor também. Acho que não devem ser muito diferentes não, até o preço e o roteiro do "half day" é semelhante.

Descemos no Alexandra Resort. É um resort pra bacana, ou seja, galera de grana. Na praia mesmo fizemos o check in no barco e paguei a bagatela de US$99,68 com impostos. É caro mas o que não é caro aqui? Algumas praias você só chega de barco então.... tinha dois barcos quando cheguei mas os dois era pra tour privado. Se você está de galera vale a pena. Mas só de galera tipo mais de dez pessoas. Como eu estava sola vamos no lotação mesmo. Tinham umas 25 pessoas na praia, achei muito. Mas quando o barco chegou foi de boa porque era bem grande. Não ficou parecendo cheio. A tripulação era bem bacana, bem simpática mesmo. Também por 100 Trumps tem que me tratar bem mesmo, haha. São 4h de passeio com 3 paradas e snacks e bebidas a bordo. Equipamentos na mão, bora pra primeira parada...

90_IMG_7332.jpg180_IMG_7335.jpgIMG_7349.jpgIMG_7354.jpg

Turks e Caicos tem a terceira maior barreira de corais do mundo. A segunda fica em San Andres (já fui mas não mergulhei nos corais) e a primeira é a Grande Barreira de Corais em Cairns, na Austrália. Eu já fui à Austrália duas vezes mas nunca fui pra Cairns. Preciso voltar... Bom, vários barcos param ali. Gente, quando olhei pro barco do lado, aquilo sim era lotação. Tá certo que o barco era maior mas tava muito cheio. Tipo, era o tour popular, haha. Dessa vez eu me senti no semi-private.

90_IMG_7353.jpg

Aqui eles fornecem o snorkel, o cinto de segurança e o pé de pato. O snorkel eu uso o meu agora o pé de pato é bom demais ter disponível. Eu carrego meu sorkel porque eu tenho nojinho de usar esses compartilhados. Não sei quem colocou a boca ali.... Agora aquele cinto de segurança me irritou. Todo mundo tinha que usar. Ele funciona como o colete salva vidas. Um dos caras do barco mergulhou e meio que nos guiou nos corais. Eu só ouvia ele gritando na água: "this way guys". O mar estava forte e foi bem cansativo mas o bom é que na volta a correnteza trazia, hehe. Mar mexido daquele jeito é ruim pra snorkel pois toda hora entra água e você tem que parar senão não respira. Tinha vez que eu olhava e não achava o cara. Acho que ele era o Emanuel mas ele falou tanto "this way guys" que quando eu procurava por ele no mar eu pensava: "cadê o this way guys'?". Hahahahaha... Ah, tem outra, o "this way guys" estava sem o cinto. Aí ele conseguia mergulhar fundo. Com aquele cinto eu não conseguia ir muito no fundo. E eu ficava olhando ele fazendo as piruetas no fundo... que ódio! Hahahahaha... sacanagem isso, justo quando eu estou com pé de pato. Mas vamos pro que interessa. O snorkel nos corais é fenomenal. Valeu cada centavo. E no barco você não tem aquela preocupação de deixar as coisas na areia. Ali é tudo turista. Foi bem tranquilo. Os corais não ficam muito longe da praia mas não é perto o suficiente pra ir nadando. Enfim, super me amarrei no mergulho. O "this way guys" ainda me sacaneou. Eu estava de boa admirando os corais quando ele passou por baixo de mim e encostou só pra me assustar. E conseguiu! Hahahahahaha... Gente boa o cara. Depois ele puxou a perna de uma americana que disse que achou que ia morrer, hahaha. Foi muito legal! Mega recomendo. Foi cansativo? Foi! Valeu a pena? Valeu!

A0C2873CBFECDCCE6C24EF44A988538E.jpgA0C54CD8B6694B0C80BA8D4D5FBDCBCA.jpgA0C7C751F143735241B305968B1F4879.jpgA0C9DBBBF129C88CDCC9743443088EC7.jpgA0CC6087CE6C6A19752F68BA82F6F43C.jpgA0CECC3D9B9ACD6C76BB0F48AA7C80D4.jpgA0D1748EE0F0C5E751C44D5DAC469731.jpg

Dá pra ver o "this way guys" e suas piruetas?

O cara é divertido:

Eu tentei meus "mergulhos".

Esse parecia mergulho cilindro, não parecia?

Próxima parada eu não sei o nome do lugar, haha. Era uma praia isolada e ali eles pegam conchas que usam pra fazer conch salad. O "this way guys" foi mostrar como tira a parte carnuda das conchas pra comer. Gente, fiquei com nojinho. Juro! Saí de perto antes que ele me pedisse pra tirar o troço lá da concha. Ele chamou uma criança, ufa! O mar ali era divino. Mais divino que Grace Bay. Ali é uma praia deserta, tipo, outra vibe. Mas é o paraíso sem dúvida. Ah Turks e Caicos, você está subindo cada vez mais no meu conceito.

180_IMG_7361.jpgIMG_7358.jpg90_IMG_7359.jpgIMG_7360.jpg180_IMG_7366.jpg180_IMG_7370.jpgA0FA881EF6EA5F7BC1DDE09468A66C1D.jpg

Deixei geral vendo a parada das conchas porque estava hipnotizada pelo mar. "This way guys" é gente boa mas esse mar... ah esse mar...

A15B7649E3953069250C50E6E06401A1.jpgA15C1998B394A32016BAA11A7E5F0C91.jpg

A parada aqui era mais pra falar das conchas e seguir pra próxima salada degustando uma salada de concha. Foram 20 minutos apenas. Tipo, usei toda minha coragem pra comer aquilo. Não só pelo nojinho que eu fiquei mas porque tenho medo dessas coisas darem uma alergia alimentar. Gente, que tempero é esse? Spicy pra kct! Ainda bem que bebida é à vontade, haha. Mas estava gostoso. Renovando o protetor pra próxima parada. Na foto abaixo a conch salad.

90_IMG_7367.jpg

Agora preciso falar uma coisa séria. Tinham umas 3 ou 4 americanas que me irritaram um pouco. Primeiro porque elas estavam sempre atrasadas pra voltar pro barco. Mas o que eu fiquei mais besta é que todas as paradas elas voltavam com uma concha na mão. Meu, quando eu tinha 10 anos, de novo, DEZ ANOS, e fui visitar Abrolhos eu lembro do cara do Ibama falando: "se pegar algo, coloque no mesmo lugar, imagina se cada turista que vier aqui levar uma pedra, uma concha...". Falta um pouco de consciência ambiental nessa galera.... Bora refletir meu povo. Se você nunca parou pra pensar nisso, pare agora. São nas pequenas ações que a gente alcança grandes mudanças!

Bom, chega de papo sério. Agora era pra descer em Half Moon Bay. Conhecida também como a ilha das iguanas. Mano, eu passo as iguanas! Não gosto desse bicho. Parece um mini dragão. Tenho medinho mesmo, admito. Fugia deles no México igual o diabo da cruz. O povo foi todo atravessar a ilha. Eu fui pra ver o que tinha do outro lado. Tinha uma parte diferente, digamos assim. Eu não sei explicar direito. Qualquer coisa procura Half Moon Bay no Google maps que você vai entender. Mas não era nada de especial, era isso:

A1873203EAFF26F15C27DCE11269F5B7.jpg

E claro que eu ia dar de cara com aquele projeto de dragão de komodo na volta...

IMG_7376.jpg

Mas eu queria mesmo era o mar... voltei e olhei aquele mar me chamando.... tô indo...

IMG_7375.jpg180_IMG_7380.jpgIMG_7382.jpgA1AF9696F63FA03055A9B3A7F471EB90.jpgA1B0267005F654A408071CC194ABB57D.jpgA1B1DAAF022EA5A91AA368F0A5D33DB0.jpgA1B30DA59C50C4848715FF5E9243217B.jpg

Pra vocês darem um mergulhinho comigo. Saca a visibilidade...

Que lugar é esse?

Eu acho que não vai dar pra ouvir mas no vídeo eu falo em gratidão. Gratidão a tudo e todos que fizeram parte da minha vida pra que eu alcançasse esses momentos.

Meus pés mundo afora. Half Moon Bay não seria diferente.

Na primeira foto talvez vocês não consigam ler. Está escrito "Turks 2017". Aí me deu idéia né? Escrevi meu nome na areia. Deixei minha marca da mesma forma que esse lugar me marcou! #apaixonada

A1C91710D691AF781BC7C813D551F922.jpgIMG_7379.jpg

Partiu casa:

Já sentindo falta desse mar mais que espetacular...

Na volta o barco ia parando mas praias pra deixar as pessoas perto de seus resorts. Eu desci no meu lugar de praia de sempre. Já eram 13h30 e eu estava bem curiosa pra ver as fotos da gopro. Falando em gopro, a pessoa esperta aqui trouxe a câmera, trouxe o acessório pra usar no mar pra ela não afundar (caso escape da mão), trouxe duas bateiras extras, trouxe a base de carregamento das baterias e NÃO trouxe o cabo pra carregar.... Mas é uma anta mesmo. Mas deu pra usar de forma a aproveitar o máximo o mergulho. Acabei com duas baterias, mas tem mais uma pra amanhã. Pelo menos no mergulho eu usei sem dó. E até o fim do passeio usei bastante ainda. Voltei pra casa e baixei as fotos. Ficaram maneiras.... Fui tomar banho pra ir almoçar. Estava faminta. Partiu Big Al's.

Acho que esse negócio de praia dá fome porque eu estava tão faminta que pedi um hamburger fit com batata doce. Não precisava da batata doce. Exagerei! Ai meu pai, o vestido da Ralph Lauren tem que entrar. Almocei tarde e voltei pra casa. Saí do Big Al's e senti aquele bafo da rua. Esse calor não é de Deus não. Deu vontade de curtir uma preguiça. Fiquei deitada na sala vendo jornal. Um pouquinho mais tarde saí pra tomar um frozen. Rinha decidido que não ia comer mais porém umas 19h30 começou a bater uma fominha. A lição do almoço foi: não deixe a fome aumentar senão você come além do necessário. Por isso que respeitar os horários é importante. Verdade que no almoço eu tentei minimizar o estrago pedindo a batata doce. Mas o problema era a quantidade. Enfim, o que tá feito tá feito. Hoje pedi um wrap pra ser diferente. Tava bom viu?

IMG_7388.jpgIMG_7389.jpg90_IMG_7390.jpg

Tô com soninho. Mas antes preciso falar uma coisa. Grace Bay é maravilhosa, com certeza. É praia pra se passar o dia. Mas como já fui em praias tão lindas quanto não saberia fazer um ranking. Já ia dizer: "não me perguntem qual a praia mais bonita do mundo porque eu não sei". Mas hoje eu conheci um lugar de revista de viagem. Um lugar onde não precisa de fotógrafo profissional. Um lugar que qualquer lente tira fotos memoráveis. Hoje eu conheci um paraíso chamado Half Moon Bay. Entre tantas praias fodásticas eu diria hoje (talvez por ser a mais recente) que Half Moon Bay é a praia mais bonita que eu já conheci. Simplesmente apaixonada por esse lugar! Se faltava alguma coisa pra eu me apaixonar, não falta mais. Turks e Caicos, esse lugar é o paraíso!

FullSizeRender.jpg

Publicado por Akemi Nomura 4:03 Arquivado em Ilhas Turcas e Caicos Comentários (0)

(Textos 6 - 10 de 271) « Página 1 [2] 3 4 5 6 7 8 9 10 .. »