Um blog do Travellerspoint

Monterey x Pacific Grove x Carmel

O vento beija meus cabelos...

sunny 24 °C
Visualizar 2015 Califórnia no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Frioooo!!!! Hoje é a manhã mais fria, certeza. Mas vai esquentar mais tarde. Resolvi sair às 8h pra evitar a multidão. Aqui não tem café da manhã, então vamos de BelVita mesmo. 4h de energia, será? Fui sem GPS mesmo, cheguei na Larkin House. Essa casa simples foi construída em 1832, na época da colonização espanhola. É considerada o estilo de Monterey.

47C8E9669C8371CF13B811DA6901B13C.jpeg

Duas ruas acima tem uma sequência de três casas. A Gordon House, construída em 1850, com madeira vinda da Austrália. Depois vem a Ketcham House, o escritório do defensor público e por fim a Casa de la Torre, construída por Don Jose Joaquin de la Torre, prefeito da antiga Monterey. Na rua de trás, a primeira prisão da cidade.

47EACD74B843170DD89B3276DBA8460E.jpeg47E974C1BD7ACCB8A826C28820C2C7BB.jpeg47D74F89AB2DDC56E471EB49FF7CACDA.jpeg47D5AAD89E47E6AFEF5226CADE4D22D4.jpeg

Do lado está o Colton Hall. A Constituição do estado da Califórnia foi assinada neste prédio. As árvores começam a ter o tom do outono.

47FF6C63EE2C3BCE1BEB8D882BFF2D51.jpeg48012B5391EF0C2A40968C0FB8271874.jpeg47FDD74EA9523E40FBEF456B3BED921F.jpeg47FBEA3A9E20088E9CB7E7654B34E2F2.jpeg
90_53D15261F1730D28F81D27AB04386AF3.jpeg90_53D21544F67AB617AAE9D1A57575C879.jpeg

Antes de seguir pra Pacific Grove, dei uma paradinha perto do Wharf só pra ter certeza de que eu tinha passado ao lado do prédio do Customs e não tinha visto. Batata! Estava lá onde deveria estar....

48185B9A03B9D34475ED320804122420.jpeg48290ABB9DD4EA7E0BC4797EF3BBBE3B.jpeg

Voltei pra Cannery Road. Vazia! A galera que curte mergulho estava numa praia. Ontem eu esqueci de falar desse prédio no número 800 da Cannery Row. É um antigo laboratório de "Doc" Ricketts, um notório biólogo e bebedor de cerveja. Hoje funciona um clube privado. Massa! No final da rua fica o aquário de Monterey, um dos mais famosos dos Estados Unidos. Não animei ainda...

4835768406F4A1F1795B8B04DCE3E6D2.jpeg4837197EC9A83D7F337F0FC856A8AB65.jpeg48389DF3B4AE9A69116B0401310FB19E.jpeg483A5BE9B956BA3A502B7A52118D290A.jpeg

Peguei a Ocean Drive rumo à Pacific Grove. Vamos dar uma volta na península de Monterey? 11 a cada 10 blogs recomendam fazer a 17 mile Drive. O professor de pilates da minha mãe também disse. Vamos beirando a costa então, e ver o que Pacific Grove tem antes de entrar na outra estrada. Ah, dizem que no fim de semana enche, então estou indo cedo pra evitar isso. Turista só sai do hotel depois das 10h.

485079BE0E8220C80E8848983928453D.jpeg
90_53D2E345A74FBBFA097B57B89B09398C.jpeg

Fui pelo trajeto Ocean Drive e Sunset Drive. Queria fazer um relato poético, mas a verdade é que Pacific Grove não tem nada. Não sei do que vive essa cidade. Os parques costeiros são bem americanos. Está mais frio hoje (foi só eu elogiar ontem), tinha muito surfista em algumas praias. Aqui também vem muito mergulhador. Fiz algumas paradinhas na costa antes de entrar na 17 mile Drive.

4851D903B4622D946D2DD5D18CCFF153.jpeg4852EE79ACF29279E66F7650A7A68589.jpeg48546F65CC3BFC0CD53FD52D17241573.jpeg4855B7849523BC8358F5CF11E4A56FEE.jpeg4856EEA3BAACD20ACE1BBF2201816EDF.jpeg
90_53D3B24F0343203B9A077CA0B6878A5B.jpeg

Rota cênica, a 17 mile vai até Carmel-by-the-sea. É uma área privada, tem que pagar pra entrar. Tem quatro portões de entrada. Bora pagar pra ver? Pagar mesmo, a entrada custa US$10. Eles dão um mapinha pra gente se jogar. Essa região tem alguns condomínios, campos de golfe. Parei primeiro na Spanish Bay. Foi aqui que Don Gaspar e sua tripulação acamparam em 1769 quando faziam o reconhecimento da baía de Monterey. Parece que galera faz piquenique aqui quando o tempo ajuda.

48786C32A0158F727E7E7BFE47FDCE2D.jpeg487A07D90DA001ED3DC016912F3CFD2F.jpeg4883C1630C43D30735522C5FD1D354A2.jpeg48882B54A7AA4C26CFDB426340BF45C5.jpeg

O dia está ficando bonito... Isso me faz feliz, haha. Parei poucas jardas a frente, no ponto conhecido como Restless Sea. Essa região tem uma turbulência forte no mar devido às rochas submersas. Combinado com fog e noites escuras, já presenciou muitos naufrágios. E prende a cabeleira porque o vento tá forte...

48936A6BC48F020326047DC5F228A1E2.jpeg4894CF38CEB479EDC138988EE64D823D.jpeg
180_53E35899A523AF864F22683992CF2AF5.jpeg

Bora porque está começando a encher... Point of Joe. Praticamente junto com a parada anterior, esse ponto faz parte da combinação que levou muitos barcos a naufragarem, por acharem que aqui era a entrada da baía de Monterey. Joe foi um chinês, isso mesmo, que viveu aqui no início do século passado. Já vendia bugiganga pra turistas, haha,

489F9360AA1A14958051E95BF396C27C.jpeg48A0E6E99ADE1C662C55FBE2FDA65F09.jpeg48A222D4CA87C94E940BDAD5BD3B18DF.jpeg
180_53FB7190C393DDC5048248F817810783.jpeg

China Rock. Pelo que eu entendi, os pescadores chineses construíram uma proteção contra as rochas. E o dia está ficando um espetáculo. Venham de manhã, galera. O horário é o melhor. A combinação de mar, aves, rochas que parecem colocadas a mão e um surfista maluco tornam a paisagem muito peculiar. Um cenário perfeito!

48AC5C14B4F02E880A29C203E8FE4CC2.jpeg48ADCA8FC38BE24C6424A921BB4CDA96.jpeg48AACFA4B15F18DFB496BA56676C1DDD.jpeg

É o seguinte, parei no Bird Rock e acabei de desistir de ir no Aquário. Apesar do nome ser Bird Rock, aqui é um santuário de vida marinha. Tem uma pedra enorme cheia de leões marinhos e focas, junto aos pássaros. Se você tiver US$0,50, pode usar umas lunetas disponíveis. Se não tiver, que nem eu, puxa no zoom da câmera mesmo, haha. Tem aquele outro bicho também, acho que é lontra, não soube traduzir. Mas não vi, ou confundi com algas. Tem uma placa alertando que dá pra confundir. Fiquei um tempo parada no carro só observando. Muito bonito esse ponto.

48D262E2B54B1FB5CB768A612C5F3A96.jpeg48D3797CA60FB3D3ADD9C5A8A5CF80D1.jpeg
180_53FC33360DDA216B7384EE17FB433FA3.jpeg90_53FE1956D24463758F94AA70CDECB73C.jpeg53FFC5679FFFF6FD53A7F63399B7982D.jpeg90_54232049D28589402E5BF92C51040134.jpeg
180_54361609FB540A7AA888FE1D9BB532D9.jpeg54467B1ACCEE6A7CB24E28D23CAC2EEE.jpeg5447F5B7CBDFAA0B867B419B7F60B91E.jpeg90_544A4203CAAC72BF5B97633901A87114.jpeg544BD49995CFDD2F79C3066D8B6240CE.jpeg

Aí eu fui indo... Dirigindo devagar pela 17 mile. Observando a paisagem da janela até Cypress Point Lookout. Mais uma parada num santuário da 17 mile. Mais um lugar peaceful. Depois, cheguei num dos principais pontos, o Cipreste Solitário. Esse cipreste está lá há uns 250 anos. Alguns guias dizem ser uma das árvores mais fotografadas do mundo.

48DFA615D00B91DBF1C2A5746A7691A6.jpeg48E0F051EBE04410FB5D782C1B59D6BB.jpeg48E2863E948BFB2529C2BAB84069E5F3.jpeg48E3BD00FD336FA4558403918AC9F1FE.jpeg48F96850AAC798F13D24723946E32748.jpeg48FA7874D2AA9276156CE3C8BF8862D0.jpeg48FBCF3EC9FEDC81129F6B2F3C64DB9E.jpeg
90_5471F6DACA94C436DE5DA9BA1C6563FD.jpeg180_5472A8AD94A5D6DDFB2E4019026A9675.jpeg

Quando eu entrei no parque, achava que ia fazer tudo. Mas quando a fome bate... Hahaha... Aquele pacotinho de BelVita não deu pra 4h de nutrição não. Apelei pra mais um. Nesse meio tempo passou um monte de carro velho, ops, antigo. Deve ser coisa de colecionador...

4921EEE4917441792A5B718439B2EBF3.jpeg

Manhã longa, hein galera. Ainda estou na 17 mile. Logo depois do cipreste solitário veio o cipreste fantasma. E toda região ao redor de árvores distorcidas pelo vento.

492C02B2B76E7DAC9A6A398C8D785BA6.jpeg492F9C93DB6A13B7EE8FF3B4D5B4A138.jpeg493295EF0C822A9595C936E297EEC6C0.jpeg49344911091A6FDB5A41AB32D3183718.jpeg4938237CE32CE5C8662B8F3895D8C0A0.jpeg4939AE13D9070C0ECE90D70E5754E8FD.jpeg
180_54737E17F970485C33F233B4C7D92396.jpeg

Perceberam como o tempo mudou? Céu azul, dia lindo. Fui seguindo para o fim da parte costeira. Acho que deu umas 3h pelo menos. Dei uma paradinha num centro comercial, bem fancy, e depois segui em frente pra parte alta, das colinas, da floresta. Queria sair pelo mesmo portão. Como fiz a burrada de esquecer o Power bank e a bateria extra da câmera, achei um bom momento pra fazer um pit stop, comer, recarregar as baterias, literalmente, antes de ir pro próximo ponto.

54937668EEFC3294B87F77F86A057974.jpeg5494E184C28402E18738517AA73EFD63.jpeg54A38DAFCC792FC4D60EFAAF898F6229.jpeg54A38DAFCC792FC4D60EFAAF898F6229.jpeg

Depois do pit stop, peguei o carro rumo à Carmel. Existem quatro lugares recomendados nos guias e blogs: Carmel Mission, Point Lobos State Park, a praia de Carmel e o centrinho da cidade. Como diria Jack, o estripador, vamos por partes.

554DFF41A6779A2BDBC9710C5C437FD7.jpeg

Carmel Mission. Era o centro administrativo de todas as missões do norte da Califórnia. Foi fundada em 1770 e o carinha que fundou, um tal de Junípero Serra está enterrado lá. Foi abandonada em 1834, entrou em decadência, estava caindo aos pedaços quando começou a restauração em 1924.

90_54C0158DBE920FA0960D3258FC01C865.jpeg90_54C1DFB30CA717EF2683B9F75D765DE2.jpeg90_54D02CA2072476AF2B4F2409B224EA69.jpeg90_54D1F931A0323FFCC016B85EB788DCF0.jpeg54E08873CB2E62BA44115535CC9A5088.jpeg

Point Lobos State Park. É um parque estadual gigantesco. Paga-se US$10 pra entrar. Tem gente que deixa o carro na estrada e vai a pé. Anda um bocado viu? É que aqui não é que nem 17 mile. Tem muita trilha, ou seja, além de chegar nas várias paradas que tem lá dentro, tem as trilhas pra andar. Não tem mapinha legal como de 17 mile, então você meio que segue a galera. É muito mar, muito verde, muito bicho. Legal um estado como a Califórnia ter uma vida selvagem tão bem preservada. De longe eu ouvia os leões marinhos conversando.... O animal símbolo do estado é um urso, mas devia ser um leão marinho. Urso eu não vi nenhum, agora leão marinho....

54F32AC205EE2E59003FDAB2DEE71C94.jpeg
5552A609D480A85BFDCE35F5CF7BD4BC.jpeg5553AD1F0654942DD28E3C4436F3981C.jpeg555460FDF80F48F318468F0AB0FA936C.jpeg90_5551E14400416F4AB42FB4EF53F32276.jpeg55552005B910EDB81905ED56E35B0492.jpeg555E9BEFFE3E05E12494634F4890BEEE.jpeg90_54F11157C384748BCDE02CDAD1B9BA25.jpeg
54F81EC4AEA23258BAB3137E96252B1D.jpeg90_54F040B69804693685141D923711479B.jpeg
554EF9A2AE2C40D4DBCFF8636C30CD79.jpeg555010C9B3C73B9AFAD9E84E19A53364.jpeg55510F08D4445B5F0A4FB4DBE0B56308.jpeg54F5D03CB30A5F48B8B2B2981CF45344.jpeg90_54F427FB9EB7854BA4610D6BE05474B1.jpeg
556CA7A3C9ED6BC20A6E5148E2B6EFF2.jpeg556DE0A5B491E0A65482C6DDF997E7DF.jpeg

Centrinho de Carmel. Fica na Ocean Drive. O que tem pra fazer aqui? Lojinhas, muitas lojinhas. Galerias de artes, restaurantes e mais lojinhas. Fica numa parte alta da cidade. Tinha fila numa bakery, resolvi ir lá tomar um sorvetinho. Dessa vez acertei, sem aqueles bagulhos desnecessários. Fui direto pro carro porque tinha deixado numa vaga que podia ficar no máximo 30 minutos. Não vi nenhum tipo de controle, mas, se existe a regra, vamos respeitar né? Povo civilizado não precisa ter controle.

90_5502D5449A83ADBBF83190E84BC255A9.jpeg90_55049BC1C7EF835CC139BB3D258D7DE0.jpeg90_5518E1BEFC1F224962E0CEEC39A98A28.jpeg

Por fim, sorvetinho na mão, praia de Carmel. Aqui não rola calçadão e na orla só tem casa. Eu achava que ia ter restaurante na praia, haha. Dei uma volta até o outro lado da praia, teve um trecho que me fez arrepender de ter ido lá. Sem proteção nenhuma pro barranco que ia pro mar. Tenso! Lembrei lá de Santorini com a Rosana dirigindo subindo aquele morro e eu de olho fechado, hahaha. Rosana, se você estiver lendo, pode rir. A cena foi ridícula.

5574856CB94FC9E450BC65C3096FAB17.jpeg557565C301849A7D86AE109E54A21812.jpeg5576345D002F38474D82EAAF6CC89375.jpeg55771074DA68718A091A6FE0D7EB8474.jpeg5577FBA9C30ABE6FBE00ACC01A7EA8EC.jpeg

Resolvi voltar pro início, encostei aqui pra esperar a natureza fazer a parte dela. Não me canso de ver, sabia?

5578EC5BF5CAB0C57F9EC0C32A9EDDC4.jpeg
90_5510DFE2CE0C98DC3FCA48CFE23956D5.jpeg
558F3DC7EA6DD62BBFAC5621785186B6.jpeg55880D6ACC7F7E4F27A7156B158042AA.jpeg5591A347A7FC7100AA31EB10164CECD8.jpeg559298A8E93D699FACC957DDCA4C4A9A.jpeg

A noite caiu e quando eu olhei pro céu eu percebi que a lua é quase cheia. Mais um espetáculo pra minha viagem. Hora de voltar pro hotel, amanhã é dia de mudar de base. Jantar, descansar e sair cedo. Não sem antes abastecer, o que vai ser uma novela a parte, hahaha.

559F0C160627D8603FDDE74C9C8BB695.jpeg

Gente, e a música? Tinha esquecido... Que tal U2? Vim cantando no carro. Do show em Los Angeles, com toda vibe californiana. Califórnia é uma fonte inesgotável pra inspiração musical... Não há fim para o amor... <3

Califórnia (there is no end to love)

Publicado por Akemi Nomura 23:07 Arquivado em Estados Unidos

Envie por email este textoFacebookStumbleUpon

Índice

Seja o primeiro a incluir um comentário sobre este texto.

Comments on this blog entry are now closed to non-Travellerspoint members. You can still leave a comment if you are a member of Travellerspoint.

Informe abaixo os detalhes da sua conta no Travellerspoint

( O que é isso? )

Se você não é ainda um membro do Travellerspoint, inscreva-se grátis.

Inscreva-se no Travellerspoint