Um blog do Travellerspoint

Los Angeles 1

O meu destino é ser star...

sunny 24 °C
Visualizar 2015 Califórnia no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Bom dia galera!!!!! Cá estou eu na cidade dos anjos. Estava relendo o blog de ontem e depois fui perceber que os meninos do Red Hot estavam todos descamisados no clipe, hahaha. E o que foi aquele desabafo no fim? Como eu sou emotiva, hahahahaha.... Dormi super bem! Acordei melhor ainda...

Ontem à noite eu tentei ler sobre o que fazer em Los Angeles, mas, sério, me perdi com tanta informação. Vou fazer o básico mesmo, começando com os estúdios da Paramount. Eu nem tinha pensado nisso, mas quando eu vi numa foto do blog do Ricardo Freire que Hawaii Fivo-O é da Paramount, não pensei duas vezes. Vai que o lindo do Alex O'loughlin está por lá. Eu nem sou viciada em série, essa é a única que eu assisto ultimamente. Acho que os atrativos da cidade são o cinema e as praias, então, vamos pra Hollywood!

Comprei o ingresso pelo site. O tour mais simples dura 2h pela bagatela de US$55... Ui! Tentei esquecer que o dólar está R$4... Ahahahahaha....bom, a culpa não é deles se o Brasil tá uma m.... Vamos lá. Peguei o primeiro horário, 9h30. Para o site da Paramount, clique aqui. Já para ir direto no site dos ingressos, clique aqui.

Saí cedo, peguei um pouco de trânsito, mas cheguei cedo ainda. Fui dar a volta pra ver onde parar, e achei o tal estacionamento. De acordo com o site custa US$12. Se você quiser poupar seu rico dinheirinho, na mesma quadra pra dentro dá pra parar na rua. Mas eu não recomendo. Tem um limite de 2h e eu não faço ideia como controlam isso. Fiquei no estacionamento mesmo. Nessa volta que eu dei na quadra me deparei com o ícone da região, o letreiro de Hollywood.

F690F605C624777DA41CC3871F5618F1.jpegF69686AEB49D38D7A9DCCBDA86AE7E45.jpeg

O Paramount Studio é o último dos grandes estúdios que funciona na Hollywood propriamente dita. O endereço é um clássico, Melrose Ave, 5555. Nenhuma visita é igual a outra porque depende da disponibilidade dos sets de filmagem. Na entrada já recebi meu crachá. Enquanto aguardamos o horário, ficamos num ambiente bem legal, fotos, vídeos, roupas... E no fundo musical o tema de O Poderoso Chefão. Americano sabe fazer algo envolvente mesmo! I'm excited!!!!!

F6A10EC4D663ABF43026840FBB491484.jpegF6A1A0B9F6681C29E71D0CE0D788E7BE.jpegF6A22ADCA1D4E9C38FFF75A8B66208B8.jpegF6A2CC27A4387475261132C8EE2ABFB1.jpegF6A36ACB9B56996233DB11D5E568CB12.jpegF6A3F3710FEA3CBB9007038D07ADB2AC.jpeg

Impossível contar tudo, é muito detalhe. Mas posso dizer, foi top! Era tanto filme, tanto sucesso, tanta história. O tour era guiado, e eu fui no "curtinho", de 2h. Acho que já falei isso. Sentei perto da guia pra facilitar a compreensão, afinal, eu era a única não americana. Alguns lugares não podia tirar foto. A guia ia contando as histórias e mostrando as cenas filmadas em cada canto. Impressionante a criatividade e como eles aproveitam cada canto. Tem o banco do Forrest Gump na parte externa que parece um banco comum, e é. Só que a cena do filme no final foi aqui. O serviço médico que foi a casa de Tom Cruise em Top Gun... Rodolfo Valentino tinha um aposento aqui (primeira foto), porque se ele ficava num hotel, a mulherada não deixava ele em paz. Quem mandou ser bonito e famoso, se fosse feio e anônimo não teria tanto "problema", hahaha. Passamos no stage 18, onde Hitchcock filmou Psicose. Depois, a gente parou do lado de um estacionamento que pode funcionar como tanque, pra aquelas cenas de mar. Mas como a Califórnia passa por uma crise hídrica, não usam mais. O último filme que usaram foi no filme do Benjamin Button. A guia contou que nas filmagens do Poderoso Chefão, a máfia acompanhava a gravação pra ter certeza que seria retratada da forma correta. No filme King Kong, eles não tinham testado a garra do gorila antes da gravação e no primeiro take apertou tanto a atriz que chegou a quebrar uma costela. Ela chorava, gritava, e os produtores ficaram fascinados com a "interpretação". Coitada! Falou do Tom também, o ator que não usa dublês. Quem Tom? Tom Cruise. Por fim, descobri de onde vem a fama do Camaro Amarelo. Não, eu não vi Transformers... Kkkkkkk...

F6B6BEC2050739BFED1EE0F465B9A18B.jpegF6B79600D266073656BE73AA669266C4.jpegF6B829FBA57DAF8B8FFE9BA582087780.jpegF6B8F79DAC95C42F297015451185B537.jpegF6B9C8F49C83DE5E2766FDBE5E0861E1.jpegF6BAD9DC021C7F70EA803EB229CDC7BE.jpegF6BA68180E024C578B26F3FB9EE57698.jpeg
F6CCD9A9EBE951F6107185EC3ADA6DCD.jpegF6CC05080C0ED7B852FEA47F57A50E87.jpeg

Teria sido perfeito não fosse por um detalhe... Hawaii Five-O não é filmado aqui!!!!! Buááá!!!! Pelo visto vou ter que ir pro Havaí ver o lindo do Alex O'loughlin. Havaí, pode esperar, sua hora tá chegando... Não é lindo o Havaí? Ops...

F6C855EAF97E851C68FD5FF60C84C668.jpegF6C8B637C26545535119DC2F602F2627.jpeg

Sensacional! Não imaginava que eu fosse lembrar tanta coisa. Próxima parada: o segundo letreiro mais famoso do mundo. É verdade que dá pra ver em boa parte da cidade. Mas o desafio é chegar bem perto. Tem um bizu pra chegar bem perto, quer saber? Anota aí: 3100 Canyon Lake Drive. Coloca no GPS e se vira. Falo isso porque é bem chatinho chegar lá. Ruas estreitinhas e muita curva. O ideal é um pouco antes desse endereço, na altura do 3000. Então estaciona mais embaixo e sobe, ok? Quando eu falo sobe, eu não estou brincando. Mas treinei bem ladeira em SF, hehe. Ah, você sabe qual é o primeiro letreiro mais famoso do mundo? Respondo mais pra frente...

F6E5266891053B60AB54EE80A44CBB62.jpeg90_F6E680FAB1DAEAFD239C12CB348F1501.jpegF6EE52AABCFBC5DADF35A25B47855F16.jpeg
90_F6E89EDEEA054CB4E424FE16D737019E.jpeg

Fome!!!!!! Desci a serra, literalmente, e fui pro cruzamento da Highland Ave com a Hollywood Blv. Tem um shopping ali, chama Hollywood & Highland. Mega criativo, hahaha. Dali tem uma vista pro letreiro, mas só pra quem ficar com preguiça de subir a serra. Fui pra rua almoçar num restaurante "diferente". Não me julguem, a promessa era não voltar no de São Francisco. Mas dessa vez não "jaquei".

F6FA9F1497FED53240FFA74E9176883A.jpeg

Ok, fui pra rua. A Hollywood Boulevard é tem o trecho conhecido como Calçada da Fama. Aquele monte de estrelinha no chão por cerca de uma milha dos dois lados da rua. Oi? Tá bom, não precisa ficar olhando estrelinha por estrelinha. Dá uma voltinha lá que tá bom. Se quiser achar o Michael Jackson, é só procurar o cover dele.

F7010E90C2D1A6842C0F56FABA84541B.jpegF701E8BDF9045281B86D52E3E26CDB09.jpegF702B4E0AE7DAE978373CAB3EE50E1B1.jpegF7042357B2ECD3CE6F0EAEFC59F1B46B.jpegF70513BAD122E94995A2AF9E6485A754.jpegF70606B7966322C16B5E258F5CFD4FA3.jpegF7034A25C542E3B8A24C4AE9CB07609C.jpeg

Agora um parágrafo a parte merecem as figuras bizarras que eu vi por lá. Tinha até tartaruga num carrinho p, com coberta e tudo. Achei que era um bebê...

F714F4B1EF45DDB0EC92939FFDAE1A81.jpegF717EABC0D522830DA79889D94B824FD.jpegF71EA8A6D376029E0EC5860D7593546B.jpegF71F86AF0647F55981E0B3E479B62A06.jpegF720481C9295A5BFF252B4BDDD7388A1.jpeg

Estava tendo um evento na rua. Um show do Iggy Pop. Já ouvi falar, mas não conhecia o som. Gostei! De repente eu vejo um cara a cara do Johnny Deep. Quase tive um troço! Estou em Hollywood afinal. Mas não era não. Era um cover dos bons. E tinham outras figuras na rua. Essa região me fez lembrar da Disney, do Parque Hollywood Studios. Mas aqui é real, e a Disney retratou direitinho lá na costa leste.

F7385CB1A5AAF9938708640116C0EBF6.jpegF7390A60AB424BF8FBBB34031D1A85B3.jpegF73992FCBABA33966C8C8896D7A04879.jpegF73A01F194932F570D3E9E2B342AAAB0.jpeg

O teatro chinês fica ali também. Não mudou de aparência desde a sua inauguração. Dentro dizem que é todo extravagante. Mas no pátio na entrada tem uma parada legal. Aqueles blocos de cimento onde a galera famosa deixa pés e mãos eternizados. Uma das lendas dizem que isso teria começado quando uma atriz de 1900 e bolinha teria pisado numa placa de cimento fresco sem querer. De qualquer forma curtiram a ideia e passou a ser um evento.

F75124989EDC0871DFBE9727C8630070.jpegF751EAF6EBFC3AF6230E57285A9AAF88.jpegF752F134B04B25464B5D11EDBFA7E15A.jpegF752665CC2E1B219F259D0FFE3665BA9.jpeg

Por ali também tem o Dolby Theatre. O que acontece ali? O Oscar, gente! A entrega do Oscar. Só me decepcionei por ser dentro de um shopping. Faltou glamour...

F758AB7D9C570C6E811BF5C7F28DB48C.jpegF759535B089AD5F397EF79A3F4F206BE.jpegF759F5C80F8FF5550003C36E1330EFB8.jpegF75A7114C2FA2BAA2ABC60B2DC973479.jpeg

Falando em glamour, resolvi ir pagar de rica. No início dos anos 90, quando eu era adolescente, assistia um seriado que chamava "Barrados no Baile". Em inglês era Beverly Hills 90232. Era uma série adolescente que mostrava o glamour da região. E ao entrar em Beverly Hills você percebe isso. Parece aquela região de casas dos Jardins, em São Paulo, manja? Tudo verdinho, limpinho, coqueiros, um arraso...

F76D976803F179C6545A89D6F432F090.jpegF76E321EFFE1BB4A9A0045D09CC2484B.jpegF76EC883C52378A6E227FEAD0FEB598D.jpegF76F81E0B04CAF0E5A376101AE269C15.jpegF77001EFF719EACEC49A3DB40602D1AC.jpeg

Aí pra entrar mais no clima, fui dar uma volta em Rodeo Drive. É uma espécie de Oscar Freire. São três quadras basicamente de alto luxo. Como tem gente rica nesse mundo. Não precisava esperar muito pra passar uma Lamborghini, ou Masseratti... Barulhentos ainda. Mas todo mundo parava pra ver. E aquelas lojas... Finíssimas! E a turista aqui tirando foto, hahaha. Mas tinha mais gente, muita gente tirando foto. Não era só eu não... Aliás, tinham umas figuras bem esquisitas. Saca o modelinho do cidadão numa das fotos abaixo. A rua paralela, Beverly Drive, também é fina. Mas a Rodeo Drive é a top. Eu ainda desci, parei na rua, coloquei US$0,50 de moedinha no parquímetro... Hahaha... Rica como uma Kardashian... SQN

F78C04D2CC30A47DA0FEC3C6211F7512.jpegF78C94960718F7B005372DB91DD77012.jpegF78B8CECD6EBD97FE3D31F5CE77D6966.jpegF78D5747CAA7056155C8EF091E9CA47D.jpegF7938C6DB4AE4BF6B4581DE211AEBCA9.jpegF78E29BE916E0EF6E78DFB4975C1BA60.jpegF78EAF880D58C7DE2356CE645368ED02.jpegF79018340A50C90B1C664E0D9D6EFD86.jpegF790E962BC1D84B9308E4B563505C815.jpegF7915F0BCEE64B4780E3898B3C59B773.jpegF791F571D731EF352BD57A83754E74F0.jpegF792A549D785CCF081A2C243275DACA0.jpegF7943A70C9E80F4715C0C9AB09ECFED1.jpeg

Ok! Timo to go. Quero chegar em downtown até às 17h30. Depois de um estresse com o gps e com a rede de dados do celular, salvou meu dia alternar a rede de forma manual. Tirei da T Mobile, uma porcaria e coloquei na AT&T. Voltei a me conectar. Cheguei em downtown e achei um estacionamento US$6. Sobre downtown, sem muito a falar. Centro de cidade grande, movimentada, trânsito, prédios altos... LA by night...

F7C2F2B4A5AE640123490EC5BB9395B7.jpegF7C3971C9109694BAFC3E36A1339C3D9.jpegF7C432BC010588E4CF149F4F5E7C156F.jpegF7C4FC5ACB2D06F785186F81E8E72A44.jpegF7C5BF4ADD01B943923240044A0AD947.jpegF7C65940B9098A6E0F31962D2DB9A597.jpegF7C71D6FB2976195EE1F4C25AF0D2A22.jpegF7C78B9AC672BCC85736823AEF14B945.jpegF7C8093DB28D4CDF85406F14FC642DFA.jpeg

Sobre LA até agora. Achei que a cidade em si não tem muito de especial. São Francisco, por exemplo, por si só é uma atração. Agora LA tem seus lugares atrativos sim. Pra quem gosta de cinema, tem toda a área de Hollywood, além das lojas de Beverly Hills, onde, quem sabe, dá pra encontrar uma celebridade. Pra quem gosta de esporte, um lugar pra conhecer é o Staples Center, casa do Los Angeles Lakers. Na chegada, as estátuas de dois monstros sagrados que já fizeram parte desse time: Kareem Abdul-Jabbar e Magic Johnson.

F7EF17D1D2BB430CF610F9DE0431D0E4.jpegF7F002E1904614C6742EF72BCC08A075.jpegF7F0C32FAAE007D9CEF8D6CD2FE98CD5.jpeg

Agora, deixa eu contar uma historinha. Eu não vim até aqui à toa. Não sei se já falei isso, mas, na década de 90 eu adorava NBA. Aquele duplo tricampeonato do Chicago Bulls nunca saiu da minha cabeça. Confesso que depois que o Michael Jordan parou de jogar eu meio que parei de acompanhar. Uns anos atrás até tentei voltar a acompanhar, assistia muito o jogo do Cleveland, time do Varejão e do phodarástico Lebron James. Mas aí Lebron saiu, o Cleveland sem ele não era nada. E o interesse se desfez de novo. Mas ainda tinha vontade de assistir um jogo da NBA. Sei que não será a mesma coisa que a NBA dos anos 90. Do duelo titânico entre Michael Jordan e Magic Johnson, dois monstros sagrados do basquete. Ao contrário dos jogadores atuais (o que me decepcionou um pouco da atual NBA), Magic Johnson, Michael Jordan e Larry Bird nunca se uniriam pra formar um super time. Um queria vencer o outro. O que tornava as disputas eletrizantes. E é resgatando essa NBA pela qual eu era fissurada que eu vou, com um certo atraso, matar a vontade de assistir um jogo da NBA. E vai ser aqui, em Los Angeles... E vai ser um jogo do Lakers... Vamos?

Que barato! Comprei um wrap e fui pro meu lugar. Tudo organizado, sinalizado, lugar marcado. Fui pra ver o Lakers e Kobe Bryant, que eu adoro. Quando time ataca, todos gritam de forma ritmada: "let's go Lakers". É uma espécie de "vai Corinthians". Na defesa, é o clássico: "defense, defense...". Após um começo morno. O Lakers virou e abriu uns 15 pontos. Eu estava morrendo de sono. Cheguei a pensar em ir embora depois do segundo quarto, mas paguei caro demais pra isso, hehe. Comecei a torcer pro time de Minnessota, pra dar mais emoção no joho. O problema?

F856E93DAA0C2CCD1E69C2E6F0E84DBE.jpeg

Os caras não só empataram, como viraram. O Kobe estava lá, grande jogador. Faz a diferença. Tem tudo pra ser o MVP, né não? Só que os caras abriram uns 12/13 pontos. E o tempo passando.

F86BA40DE8DBC3DE9853B17862DD627D.jpeg90_F8693A4801AF5B9F855F0C6BD027A7E1.jpegF86A7C0D9D72C899374791F809E5C6DC.jpeg

Faltavam 2 minutos, os caras estavam 6 pontos na frente. Muita gente já ia embora. Eu já vi várias viradas na NBA, resolvi ficar. É aquela história, o jogo só acaba quando termina. Faltavam 4s, isso mesmo, quatro segundos, o placar era esse:

F86CD97A96AFBEA07369809A44CCE706.jpeg

Posse de bola pro Lakers, era armar a jogada e alguém chamar a responsabilidade.

F86E155CE302985CE9DA667D4AA20DBF.jpeg

Mas não deu! Os Lakers perderam! Eu já estava empolgada torcendo pra eles. Uma pena! Faltou alguém com mais sangue frio pra resolver. Faltou um Michael Jordan. Adoro o Kobe Bryant, jogador fantástico, elegante, habilidoso. Mas ele não é o Michael Jordan.... Ruim pro Lakers, pra mim nem tanto. Saí e vi uma lua maravilhosa. Perfeita pra fechar a noite.

F8A38820DC377F59B043610780F04351.jpeg

Publicado por Akemi Nomura 0:18 Arquivado em Estados Unidos

Envie por email este textoFacebookStumbleUpon

Índice

Comentários

Pô, dois camaros novinhos e ainda conversíveis. Ai que vontade me dá....

por Marcos

Comments on this blog entry are now closed to non-Travellerspoint members. You can still leave a comment if you are a member of Travellerspoint.

Informe abaixo os detalhes da sua conta no Travellerspoint

( O que é isso? )

Se você não é ainda um membro do Travellerspoint, inscreva-se grátis.

Inscreva-se no Travellerspoint