Um blog do Travellerspoint

Siena 2018

semi-overcast 24 °C

Ok, o dia amanheceu e a previsão é que a chuva iria para os lados de Lucignano e Cortona. Siena não teria chuva então vamos ficar por aqui. Em 2013 eu vim aqui em Siena. Lembro que estava bem frio e que de noite fez uma bela lua cheia. Siena pode ser usada como base para explorar a região do Val D’Orcia na Toscana (Montalcino, Montepulciano, Pienza, Arezzo e Cortona) uma região linda, repleta de vinícolas incríveis e cidades de conto de fadas. Fomos andando pelo caminho da padaria e chegamos na Porta di Camollia. Entrando na cidade tinha pouco mais de 1km até chegar no coração de Siena, a Piazza del Campo.

048ABE80-5D4D-46F8-8CBF-F5C882225533.jpeg

Pausa pra falar um pouco sobre a história de Siena. Ela vem da mitologia romana e dos descendentes de Remo. Remo era irmão gêmeo de Rômulo, filho de deus Marte e da mortal Reia Silvia, filha de Numitor, rei de Alba Longa. O irmão de Numitor, Amúlio, deu um golpe, roubou a coroa e prendeu seu irmão. A filha dele Reia foi confinada a castidade para que Numitor não tivesse descendente. Mas Marte chegou e casou com Reia que teve os gêmeos. Mas Amulio ficou sabendo das crianças e as jogou no rio Tibre. A correnteza os levou até as margens do rio onde uma loba os encontrou e amamentou. Depois foram achados por um pastor que os criou junto à esposa. Daí foi aquele lance deles descobrirem sua história, Remo causou com uns pastores vizinhos que levaram ele na presença do tio avô Amúlio que o prendeu. Rômulo foi lá salvar o irmão, matou o tio avô e libertou seu avô Numitor. Aí o avô deu pros moleques pra cada um uma cidade a beira do rio Tibre. Rômulo fundou Roma e foi seu primeiro rei. Já Remo foi para Aventino e ficou com invejinha de Rômulo, rolou uma briga e no final Rômulo matou Remo. Pois é, voltando a Siena, antes de morrer Remo teve filhos. E dois de seus descendentes diretos, Senio e Ascanio, fundaram Siena. E por conta dessa descendência de um dos netos de Numitor é que vemos em Siena diversas lobas capitolinas espalhadas pela cidade.

11F0C594-E83C-49C3-94E0-70DAACAEF37D.jpegE3368ADC-76A0-44E7-BC03-6212B07615C6.jpeg

Outra coisa fácil de se observar nas ruazinhas da cidade são as bandeiras espalhadas por todos os cantos. Siena tem 17 comunas diferentes, uma espécie de bairro. Cada comuna tem sua bandeira e brasão que determinam sua região e atiçam sua rivalidade. Dizem que antigamente não rolava nem casamento entre pessoas de comunas diferentes. Impossível não perceber as diversas bandeiras espalhadas pela cidade. Essa rivalidade se acentua no festival mais famoso da cidade: o Palio di Siena. O Palio é uma festa religiosa tradicional onde competem 17 cavaleiros das 17 cominas em duas etapas: julho e agosto. A comuna campeã celebra com muita comida.

3C536344-2F1A-40DD-85BE-DF5A4E0880D3.jpeg5C943F95-F634-4B93-9867-5AF12CF78CA9.jpeg

Siena possui mais de 800 anos e seu apogeu foi entre 1260 e 1348. Sua história ficou marcada pela rivalidade com a vizinha Florença (lembra que Siena usava Monteriogionni como fortaleza militar?) e a peste negra, em 1348. Hoje em dia suas ruas históricas e medievais recebem turistas do mundo todo que ficam encantados com tamanha preservação. E andar por suas ruas é uma de suas melhores atrações. Quanto mais você se aproxima do centro mais gente você encontra pelo caminho. Lojas, restaurantes, turistas e mais turistas, igrejas, arquitetura, gelateria, história, ufa!

862D8F52-B27A-41A3-9F74-0F8D4B9EB266.jpegC35FBFE9-FB3A-45C7-9C42-523527147679.jpeg
415B6FD5-46CC-49A4-BD31-8107C6722D95.jpegF70E8C30-C6EA-464E-9C84-F298EFBF5D63.jpeg6C541DE1-77CC-4859-9CBB-BAB841754B26.jpeg
D3637589-F5AB-498B-A0D1-32A58E01C5DB.jpeg4DC2D1E5-B565-4835-A4A1-C21CDF69796E.jpeg280E224E-ABA2-49D7-BE5B-006662B7D9E6.jpegC2DF5997-BAB6-47BC-A248-72C4EDF25C5A.jpeg
E514B868-6CF2-419B-845D-62460DC34452.jpeg

Chegamos na Piazza del Campo, o coração de Siena. Como falei antes, é aqui que rola o Palio di Siena e essa praça é uma área neutra das 17 comunas. É uma área cercada por restaurantes, algumas lojas e um clima super agradável. Numa parte da praça está a cópia Fonte Gaia e suas treze passagens bíblicas em relevo. Ali na praça também tem a Torre del Mangia. A torre foi construída entre 1338 e 1348 e tem exatamente a mesma altura da catedral, 102 metros. Alguns blogs dizem ter 400, outros 500 degraus. Para os corajosos que querem se aventurar é uma boa pedida. Se são 400 ou 500 não faz muita diferença porque é muito do mesmo jeito, haha. Aqui na Piazza del Campo como seria de se esperar também veríamos casamentos...

2D2FC3BD-7483-4A0E-A1F9-E92B3C1715F6.jpeg
87CEED74-8694-40A1-A49D-65536DF7657C.jpeg
D5230146-C91A-4ABE-BCBE-C28B70396358.jpegD4033C2F-7325-40C9-BB0B-0229CC4788A6.jpeg0BE17DF9-93CB-4077-A1FD-B2232E816D74.jpeg07D08B88-1A5F-44FB-8832-3CED31943BF6.jpegD6B72927-09CF-4A0F-A7D0-C269C40F5939.jpeg
49DBFA9C-F46B-4805-8943-38B8804252DB.jpeg
6CDDA1FF-4D10-40E0-9121-BDD4B0EC1B22.jpeg

E por incrível que pareça já era meio dia e quinze e já estávamos com fome. Tinha separado uns restaurantes pelo Tripadvisor mas a preguiça nos fez escolher um ali na praça mesmo. Estava até bem colocado no Tripadvisor então fomos tentar. Acabei optando por uma massa hoje, não estava confiando muito naquelas carnes. Não foi a coisa mais sensacional do mundo mas ok. Pela praticidade e o preço justo valeu!

Depois de um almoço sempre vem o gelato. Pelo Tripadvisor de novo escolhemos a gelateria. Dessa vez foi a Malasgano. O gelato tava até bom mas depois da Dondoli fica difícil comparar. O bom que logo ali do lado estava a Santuário de Santa Catarina. Lembro ter vindo nessa catedral em 2013, lembro da entrada, mas lá dentro eu fui ter certeza de algo peculiar que eu estava meio na dúvida. Existe um altar na igreja em homenagem a santa onde está exposta sua cabeça. Sério! Tava na dúvida se foi aqui ou alguma igreja da Espanha. Mas chegando lá eu vi o altar e a plaquinha era bem clara, era a cabeça da santa Catarina! Quando a gente já tinha saído de lá começou a chover. Volta correndo pra igreja e espera....

B81E9105-8BDF-4344-A03C-9624DD1C35AF.jpeg
2EDB673F-A62F-421B-9815-3A66C03B264B.jpegCAA22749-4B3B-4173-98AD-E564E5541055.jpeg395B5A09-1842-499E-86B3-D118A2FE11EB.jpeg3CEF7BF0-41A5-46E8-AFC2-CE816CC90E59.jpegE01529E7-448F-4D44-9DA6-CD607F46DBF1.jpegA94B2585-F7FB-4775-BDBD-5EF9AF0935EF.jpeg6CDF5420-4E45-4A86-83DD-E7C45D001B6F.jpeg078B64DB-ABAA-4A4A-8C94-606FF2375F0F.jpeg6630E9DD-D1D4-4B9C-AFE5-4179E7726EBF.jpeg995A8165-A1D8-464D-8DC9-09F14E2F74B8.jpegF32480E1-7C98-4619-855B-7B7F3C691FC6.jpegA610F4B1-AE1A-44F6-A317-7F1A32435844.jpeg8D73CD62-3DD7-4BDF-8D71-0B5C2AADFD99.jpeg256D30F2-A0AD-4FFC-81ED-5494E83D2031

256D30F2-A0AD-4FFC-81ED-5494E83D2031

F76CFA65-80A9-4ECB-8129-74DBAC8CD2AA.jpeg07B2E2F5-F9E3-4596-94D5-E518218E9EAC.jpeg89DFDB97-8708-4FD4-9B23-37E9D99AF43F.jpeg802DA62C-1D4D-40E4-BD48-E0FDEA3C0B1E.jpegAF172826-572A-44E9-A170-B2B332F3CF9A.jpeg

Dali continuamos por aquele passeio nas ruas. Andando de bobeira por ruas laterais beirando a Piazza del Campo. O centro histórico de Siena é pequeno. Então degustar dessas ruazinhas é uma das melhores atrações da cidade. Voltando pela Via di Camollia ela chegou: a chuva! Rolou uma corridinha pela lateral e chegamos na gelateria que tínhamos visto na entrada. Ali tinha uma plaquinha de que o pistache usado ali era DOC. É um certificado de Denominação de Origem Controlada. É um certificado dos mais importantes de um produto italiano. Já tinha aprendido com um italiano que nem todo pistache de Bronte é realmente de Bronte. Muitas empresas tem sede lá e usam na marca que é de lá mas produzem em outro lugar. Pra ser DOC sua zona de coleta deve ser delimitada e suas características conectadas ao ambiente natural e aos fatores humanos, respeitando sempre uma conduta de produção específica, aprovada pelo ministério. Então bora pro ar mais um gelato de pistache.

E0EEA24A-9147-463C-B7A2-6D1BD8A9EB4E.jpegF031273D-D5EA-486F-B67C-1EEBC7493688.jpeg562548E6-217F-4D12-A8DE-E061F487D35C.jpeg6EBE1088-AB05-4795-B128-417CD6F0BA2D.jpeg
6D3A05FF-024D-4268-A8AB-DAB41E903B35.jpeg

Na saída ainda deu tempo de comprar a canequinha pro professor de pilates da mamãe. Fomos indo de boa e quando estávamos chegando no supermercado.... ela de novo! Corre que tá chovendo. Quando saímos de manhã prometia um dia até bonito. Enrolamos no super o quanto podíamos e nada da chuva parar. Quando ela deu uma amenizada voltamos rapidinhos mas mesmo assim todos encharcadinhos. Mas chegamos e corri pro banho tirar essa roupa molhada. Depois de curtir uma preguiça resolvi dar uma volta e meu carrapatinho (mamãe) veio junto. Achamos uma loja de produtos naturais aberta, depois demos uma volta pela rua de trás, passamos pelo supermercado de novo e terminamos chegamos em casa de novo. Bora descansar que amanhã tem mais!

533AA440-0284-499E-AF5F-8A4F9CCC208E.jpeg2CD00EB1-2CC6-4F89-8C49-2C90649D8AA8.jpeg349F2944-FEB2-4869-9C18-A1D8DDE7D1FF.jpeg

Publicado por Akemi Nomura 12:40 Arquivado em Itália

Envie por email este textoFacebookStumbleUpon

Índice

Seja o primeiro a incluir um comentário sobre este texto.

Comentário com:

Os comentários precisam ser aprovados pelo dono do blog antes de serem mostrados.

Necessário
Não publicado. Necessário
Leave this field empty

Characters remaining:

Informe abaixo os detalhes da sua conta no Travellerspoint

( O que é isso? )

Se você não é ainda um membro do Travellerspoint, inscreva-se grátis.

Inscreva-se no Travellerspoint