Um blog do Travellerspoint

Montepulciano

semi-overcast 25 °C

Bom dia! Hoje a tonta aqui resolveu acordar às 3h30 da manhã e não dormiu mais. Lá pelas 6h eu fui pra sala ver o dia amanhecer. Tentei tirar uma foto mas estava frio pra ficar com a janela aberta. Ficou meio mequetrefe, mas tudo bem.

61507DA0-4651-4435-BCF0-53546CF8BAC7.jpeg3C499667-6E78-40D8-B3FC-95326304179C.jpeg

Como já estava na função aproveitei e desci pra levar o lixo reciclável. Na volta tomamos café, aquele tradicional ovinho mexido porque eu já estava com fome. O destino hoje é Montepulciano. Cinco anos atrás passei por aqui porque tinha uma vontade enorme de conhecer essa cidade por conta de uma novela da Globo que eu nem lembro o nome. Anos depois dessa novela teve aquele filme dos vampiros filmados aqui: Lua Nova. Quando vim aqui foi muito por acaso, ia passar só em Siena. Decidi de última hora dormir em Siena pra ir no dia seguinte em Montepulciano. Dessa vez foi planejado. Irmã tinha falado antes da vontade de fazer um curso de culinária na Toscana. Pesquisei em vários blogs e entre os achados tinha gostado de um curso em Montepulciano. Já tinha combinado com antecedência com a Cristiana, esposa do chef Vittorio. Estava marcado para às 10h30. Como levava cerca de uma hora até lá saímos às 9h para dar tempo de chegar, estacionar, etc. Às 10h30 chegamos na Trattoria Rosso Rubino. A cidade continua um charme. Pra mim é uma das vistas mais bonitas da Toscana.

A83B385E-528E-4D1C-AD01-33EB39D132FF.jpeg
635701D9-28D3-4AC8-8454-ECC0C2E39956.jpeg0DE94490-EDD1-4A66-AE6E-A77EF51A339C.jpegE2ED0020-7AB2-49EB-98C5-EBF8727C897A.jpeg
4BFDA0A6-5720-415C-87A4-EC58ABB80D21.jpeg

O curso combinado com a Cristiana seriam três massas, dois molhos e uma sobremesa. No final a gente almoça os pratos que a gente fez além de água e vinho. O valor era sessenta euros. Mas infelizmente eles estão parando de fazer esses cursos porque fica muito puxado pra eles. É apenas o casal trabalhando no restaurante, o ritmo é insano. Os molhos serão os clássicos pomodoro e ragu de carne. O Vittorio ia explicando e a Cristiana ia traduzindo na medida do necessário. Eu tirava foto, mamãe filmava e irmã anotava as receitas.

94D78431-5EF1-479C-8EC6-20D28B82004A.jpeg8589999D-C774-4411-8C02-1D60EA3278BD.jpegD0451FEA-FB74-41D5-81CB-62382C32A2E7.jpeg2A5B6092-FD54-427A-89FD-65220F4A6E02.jpeg693C17AA-D2D6-4537-A3C0-83D4EE94B0D2.jpeg566373C1-AB0E-46A6-AABC-648C65E2B644.jpeg2AA38ED8-C230-4880-B77F-9CA37CF6A9E5.jpeg6628C5BC-5347-4CCF-9AE7-F4F5772DF3B9.jpeg6C24C393-D4DF-40D3-8BF9-81292DCA975E.jpeg60A6227F-C223-4AB3-AE47-9BE28CCC1E60.jpeg359AD997-C0C7-4B6C-82CB-2A03A93C0203.jpeg

As massas foram feitas na mesa fora da cozinha. Era divertido porque os turistas começavam a chegar na cidade e passavam pelo restaurante e viam a gente de avental mexendo na massa. Estava divertido. Foram três massas, uma massa toscana que era praticamente farinha, sal, água e óleo (levava um só ovo), a segunda foi uma massa de ovos (essa ficava amarelinha) e a terceira foi um nhoque. Da massa toscana nós fizemos uma Pici, que é um macarrão mais grossinho. Tipo, na teoria você faz fio por fio do macarrão. Com aquele cheiro de molho na cozinha a fome só aumentava.

A0C9F197-7ECA-4048-91C3-6DDF363BF7F5.jpegCC0ED3B4-28A0-47CE-B135-5D2582AC1F83.jpegB1DB2A2B-741C-4677-8B68-A186446769CC.jpegC80A2FF3-EFA6-4E37-B28B-38B4609A2247.jpegF97CAF8B-9FB7-4C0D-9CB1-36D81CB9E340.jpegEA51789A-11DD-4406-A7A4-AEA86974E307.jpeg94A006BD-81CB-4001-96EA-02E58191FBBC.jpegA16CA8BE-5236-471D-A19D-E20EEE8072BE.jpegAF789B9C-4F4E-4A16-A2B8-E032051135AE.jpeg1C5823B7-5049-4894-8DFA-0DBE8330B12C.jpegF3E427FD-6F0F-4A42-B266-B39134D15291.jpegA8072D32-1260-47E3-AC35-8B891596F303.jpeg

Depois ele ensinou a gente um modo mais rápido. Até porque pra um restaurante onde só trabalha o casal fazer fio por fio do macarrão não dá né?

B9EDF1E5-CF44-4625-8C0A-EE3FC6F0A1F8.jpegE8B28EEF-47DB-483B-9499-321E58780BB2.jpeg1B08B268-0239-461D-848B-062EB54E48C3.jpeg13987882-32BD-45DF-BEE9-6EB4F73C2B06.jpegB5A3C102-A28A-4497-B646-2BA0BDBE3CC9.jpegCA6F79E1-DE8E-410B-8188-8EA16C378776.jpeg7FAF1800-E10D-44B4-8787-2F2C871D4214.jpegB19E1C36-82D9-45BB-9B8D-54F663FDB435.jpegF0B5EFDA-BC49-48A4-9402-1695E91C74F1.jpeg

Bora lá, segunda massa, massa de ovos. Pra cada 100 gramas de farinha vai um ovo. É aquela massa bem amarelinha, sabe? A ideia aqui é abrir bem a massa e cortar na faca mesmo. Nada de simetria.

5B51D52E-FC45-460E-8B62-B02F8F04BBF8.jpegCC93F65E-0DE8-4687-81D8-CA29273B50D5.jpeg5D294983-23C3-40B7-BE8B-6AAA7E2D7E49.jpegD4861050-8651-4D69-92E3-0A23E2519FBF.jpeg98CBDB9C-3B67-47BF-8D9C-FBAC52E66BD0.jpegBE898426-3F05-418F-BBA5-56F65EE7EB23.jpegE67E4ADB-7EF3-4BA9-A1E7-0FEDFFAD0FEF.jpeg

Por fim, o nhoque. A batata já estava cozida e tem que estar fria. Ele ensinou o jeito de amassar para que a massa não precise de muita farinha porque quanto mais farinha mais dura ela fica. Foi feito tudo na mão, nada de simetria ou máquina. Enrola na mão, corta na mão, simples assim.

96A91442-57A4-4211-8AA6-A07296E72E8C.jpeg

A sobremesa foi a simples e clássica panacota. Foi a vez da Cristiana. Ela faz as caldas também pra acompanhar mas no nosso caso ela parou na panacota. Dois palitos estava pronta pra ir pra geladeira.

2EC26448-7E0C-46DE-8A74-128EBC1BA7EC.jpeg683A63D8-7DC9-4A41-915F-C51555519419.jpegFEF44462-5909-4A1E-93CE-726C15B13005.jpegB8A94500-164A-4816-BE36-58EB467DCC41.jpegF31CF14C-3812-4FD4-BC0D-715BC7FDE68A.jpegD41F885E-3C3A-46AD-B80E-0C022CA9C9DE.jpeg

Pronto, já eram quase meio dia e meia e estava na hora de abrir o restaurante. Era nossa hora de comer. Antes o Vittorio nos chamou na cozinha pra ver o cozimento da massa e pronto, sentamos. Cansativo isso viu? Mas foi divertido! Uma maneira bem diferente de turistar. Nós comemos as massas em três pratos: o pici ao sugo, a segunda eu era o tagliatele ao ragu de carne e por último o nhoque com molho de açafrão com queijo pecorino. Quando chegou o tagliatele acho que estava tão apetitoso que eu esqueci a foto, droga! Mas seguem os pratos e a sobremesa. A panacota sozinha é coisa meio sem graça. Mas as caldas eram o toque que faltava pra ficar deliciosa.

1F7CAFA5-CF8D-4390-B8DF-7BA531556D03.jpeg3ABF5FFD-A974-4E44-AFB2-F13174D11884.jpeg954C7100-6B5C-447D-B9E8-36709167936F.jpeg2C512FDE-AEE8-4644-9EBE-722D5A313FB9.jpeg13B1164C-0D3B-4CD7-9457-25A8C6A04835.jpeg0E0845D0-BEC9-47D3-92B0-1AD5C9579620.jpeg

Aí você vai dizer: mas não estava faltando uma sobremesa? Foi repetida? Era pra ter sido, mas a Cristiana teve aquele toque que é diferencial. Eu tinha comentado que hoje era aniversário da mamãe e ela pegou a deixa. E muito gentilmente ofereceu um bolinho de maçã com uma velinha que estava delicioso. Feliz aniversário mãe! Depois do aniversário difícil que você teve ano passado você merece um dia feliz. Tenho certeza que era isso que papai iria querer. Que a gente estivesse junto e soubesse seguir em frente. Não é e não será a mesma coisa nunca mais, mas dentro do que estiver ao meu alcance eu vou fazer o melhor por você sempre!

562D0A50-E924-43BD-8ADF-7FE47CF878D3.jpeg1014AF0E-8EE0-43DF-A123-D02E9104649F.jpeg

Foi uma manhã bem proveitosa. O dedinho de vinho quase me fez entrar em coma de tanto sono que eu estava, haha. Mas valeu muito a pena. A Trattoria fica próxima à entrada da Porta delle Farine e do parcheggio 7. Fomos dar uma caminhada pra acordar e queimar um pluco do almoço, haha. No caminho paramos em um viewpoint. Que bela vista tem Montepulciano da região viu?

BA564F37-24F3-44E2-B8C7-5AA14BB2B0EC.jpeg27380939-4DF1-4A09-AE19-17FD10DF84D2.jpeg7B5AC130-85A4-4E3B-88CB-DF33CDC2269E.jpeg3F4FF9DC-31DC-49F1-AF1D-1D83A4C90DB7.jpeg6F657E27-CC22-46E4-94C4-7BEED0256AB0.jpegD5CF6F35-7644-48F6-89D9-097DA8DE111F.jpeg9C661EE5-E9B0-407F-9CCF-CD61EE617C0C.jpeg57137B06-0BB8-404B-8B3E-39879FF2F5AD.jpeg6D8AA385-CE28-4069-A5CC-C39E29D78C02.jpeg

Uma coisa nesse viewpoint me chamou a atenção. Bati o olho numa casinha e lembrei de uma foto que tirei em 2013. Olha aí: a primeira é de 2013 e a segunda é de 2018. Será que terão outras?

B0F012B9-8148-4C57-84E4-B9EFEBB1C502.jpeg207D64C6-F5F3-4F22-9951-4FBAE70FA862.jpeg

Fomos subindo, subindo, subindo, até chegar na Piazza Grande. Se tem uma coisa que eu me lembro bem foram as subidas e descidas de Montepulciano. Mas meu condicionamento físico está bem diferente de 2013, haha. Ainda lembro de chegar quase morrendo lá em cima da outra vez. Agora eu já faço sabendo que vai me ajudar a cumprir minha meta diária, então bora se mexer. Essa Piazza foi o cenário do filme Lua Nova. Em tese se passava em Volterra mas foi filmado aqui em Montepulciano. Eu particularmente gosto muito dessa piazza mas acho ela meio sombria. Quando vim da outra vez estava frio e tinha neblina. Dessa vez estava nublado com chuva fininha. Sei lá se não tem vampiro aqui hein... hehe. Na lateral da Piazza tem uma vista pro outro lado da cidade. As bandeirinhas dos “bairros” também aparecem muito aqui.

76ADFF07-6D2B-4893-899E-AE876DC6F865.jpeg9C7E6710-7D40-44CD-824F-9CE035E833A0.jpeg1AF319D4-CFF5-4655-9C6A-16282749EF39.jpegBD9FE802-B4FA-4739-A3B8-6D5260A812DC.jpegB7B98076-0AB1-4533-871E-2D25E4298118.jpegAE14FD9A-D4ED-4059-B99A-5501BD3BB543.jpeg5C01A497-AF93-4F32-B99E-F916DEC89DBE.jpeg227CA960-8ABD-471A-B42E-5A916E25A4B6.jpeg1A32A671-0EAD-4D52-94B3-B85D594CC074.jpeg405E03EF-C262-4F70-9FEB-25B327CA8605.jpeg906F0D7F-A191-44A3-868E-E1213F8BD3CB.jpegB7A92A05-9433-47CE-99F6-415F1C6874B9.jpeg836C184D-E357-4762-A762-0C1E6D381308.jpeg9240C3C8-EF35-4511-AAB3-ED070B24DBA6.jpeg

Descemos por onde viemos e fomos em busca de uma gelateria. Era a número um de três, haha. Tá bom, não esperava nada de fenomenal depois de Castellina in Chianti, mas mamãe disse que queria um gelato em cada cidade. Tá vendo porque eu tenho que cumprir minhas metas diárias mesmo de férias. Bora se mexer... depois do gelato, hora de ir pra casa mas não sem antes parar no Conad de Montepulciano. Aí sim, casa...

BBE402DF-3D83-4951-8190-F4CCDD52504D.jpeg4D7B3E2E-1169-464D-9CA2-0CCF151493FA.jpegF3BC37D3-A6CA-4F1F-903E-BA6C14438353.jpeg578FAC49-64A2-4CC5-AADB-4A952A08A6E4.jpeg319B5196-A9A2-4F2C-A1E5-2DD005C02927.jpeg7E03C823-8599-44ED-9F07-AE22AD439849.jpeg9A8C2E87-3CCA-4FFC-A37F-05F9193E0F3D.jpegCF40035A-3A3C-4B2A-8ECF-07862BAA0385.jpegE51D15E8-0137-4CBA-9AED-03CD9CFD76FF.jpeg79EA7D2B-73E2-4A53-AECB-BE24CB0A75D3.jpeg6D8456C4-2301-40B6-8121-776E93533FA6.jpeg

Aí você pensa que acabou. Nope! Eram 18h ainda e o dia estava bonito em Siena. Precisava caminhar mais um pouco então fomos eu e mamãe em outro supermercado. Gente, lembrei quando vim em Siena da outra vez. Dei uma puta volta pra chegar na estação de trem. Hoje eu entendi o caminho que eu fiz daquela vez. Tem uma escada rolante pra que sai da cidade pela Porta di Camollia. E cinco anos atrás eu não vi essa escada rolante. Ela cai dentro de um shopping que tem ligação com a estação de trem. E eu passei reto e desci uma puta avenida e voltei pra chegar na estação. Que amadora! Hahahaha. Dessa vez foi rapidinho. Eram oito lances de escada rolante e esteira rolante. Mas em dois tempos estávamos no Pam. E vou te falar, era melhor do que os outros pelos quais passamos. Tinha Lindt 70% a 1,4 euro. Gente, comprei uns cinco, haha. Louca de pedra. Tinha Kit Kat 70% também. Compramos uns azeites orgânicos, aceto, creme de pistache.... foi bem proveitosa a compra. E a volta foi sossegada. Só as escadarias aqui perto de casa que era inevitável, além do prédio, claro. Mas fomos de agar e deu tudo certo. Metas cumpridas, lembranças compradas, tudo encaminhado. A janta foi só uma proteína com salada que foi o suficiente pra não estimular a compulsão noturna, haha. Boa noite povo!

9F5C4270-4076-4417-BD20-F608FC63748F.jpeg1A3F3F2D-7EF1-4A73-A3F4-C86BA8FA3105

1A3F3F2D-7EF1-4A73-A3F4-C86BA8FA3105

9E5F52F5-A0B3-4A2C-BA6E-B89633A125EC

9E5F52F5-A0B3-4A2C-BA6E-B89633A125EC

B5048143-47FA-4751-A333-9667B55226E6.jpeg6C3F89E2-52B4-4D3E-B6CC-9A4317444ADB.jpeg7C913B06-D605-49B0-AAF5-BDE5897CC8E8.jpeg

Publicado por Akemi Nomura 8:54 Arquivado em Itália

Envie por email este textoFacebookStumbleUpon

Índice

Seja o primeiro a incluir um comentário sobre este texto.

Comentário com:

Os comentários precisam ser aprovados pelo dono do blog antes de serem mostrados.

Necessário
Não publicado. Necessário
Leave this field empty

Characters remaining:

Informe abaixo os detalhes da sua conta no Travellerspoint

( O que é isso? )

Se você não é ainda um membro do Travellerspoint, inscreva-se grátis.

Inscreva-se no Travellerspoint