Um blog do Travellerspoint

Malmö C

Um pulinho ali na Suécia

sunny 16 °C
Visualizar 2012 Europa no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Sabe quando você tem vontade de fazer algo diferente? Hoje me deu essa vontade. Pra mim, Copenhague já deu. Como o navio é só amanhã, tenho um dia inteiro pra ficar de bobeira, então, fugi do "mais do mesmo". Dei um pulinho ali na Suécia e voltei.

Por que ir pra Malmö? Nem eu sei direito. Nem sabia o que tinha lá. O máximo que eu sabia é que existia uma cidade chamada Malmö do outro lado do estreito de Oresund. O objetivo maior nem era a cidade, e sim cruzar esse estreito por uma fantástica obra de engenharia, a ponte de Oresund. Essa ponte tem 7845m de comprimento e sua característica que me deixou curiosa para conhecer é o fato de, no meio do estreito de Oresund, uma ilha artificial fez com que o que era ponte passasse a ser túnel.

oresund.jpg

Um pouco da história da ponte, pelo wikipédia:
"A construção começou em 1995. O último ponto foi construído em 14 de agosto de 1999. O Príncipe herdeiro Frederico da Dinamarca e a Princesa herdeira Vitória da Suécia, reuniram-se a meio da ponte para comemorar a sua conclusão. A inauguração oficial teve lugar no dia 1 de julho de 2000, com a rainha Margarida II da Dinamarca e com o rei Carlos XVI Gustavo da Suécia. A ponte foi aberta para o tráfego mais tarde nesse dia."

Bom, cheguei à Malmö sem ter ideia do que me aguardava. As coisas parecem que estão cada vez mais difíceis em matéria de idioma. Primeiro o holandês, depois o dinamarquês, agora o sueco. Graças a Deus o mundo fala inglês, senão, viajar só indo de excursão da CVC. Desse mal eu não sofro, por enquanto...

Sozinha, sem mapa, sem informação, saí em busca de um Tourist Information. Logo pelo portão de saída, vi do outro lado do canal a salvação da lavoura: "Sightseeing by Boat". Dizia que era uma forma clássica de conhecer Malmö, então nem pensei muito. Coisa que eu não estou disposta a fazer mesmo, rs. Paguei minha entrada e aguardei o horário do barquinho sair.

Deu pra ter uma degustação da cidade. É bem bonitinha, agradável, receptiva. Malmö é a terceira maior cidade da Suécia e já foi um importante porto da Liga Hanseática. Alguns pontos de Malmö que eu consegui entender da guia do barco:

Turning Torso - é um edifício residencial de arquitetura ousada. Fica em uma das áreas mais sofisticadas da cidade, o Västra Hamnen. O prédio tem 190m de altura e foi projetado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava.

DSC04430.jpg

O prédio da Câmara Municipal tem uma arquitetura bem bacana. Fica em uma praça super fofa, próximo à Estação Central. O corpo legislativo municipal da cidade de Malmö é o Conselho Municipal, com 61 membros eleitos por representação proporcional por quatro anos.

DSC04499.jpg

O Castelo de Malmö hoje é um museu. Foi construído em 1434 por Eric, da Pomerânia, rei da Dinamarca, Noruega e Suécia. Adquiriu sua forma de fortaleza de hoje na metade do século 16, quando Christian III ordenou a reforma transformando num esplêndido castelo renascentista e sede do governo na época.

DSC04449.jpg

Experiência interessante. Pena ter ido sozinha, mas o segredo de viajar em grupo é todo mundo fazer o que quer. Nessas horas também fico feliz por não depender de ninguém. Tenho meus momentos em que traço meu destino, traço meu caminho, faço do meu jeito. E fico feliz assim!

Publicado por Akemi Nomura 5:57 Arquivado em Suécia

Envie por email este textoFacebookStumbleUpon

Índice

Seja o primeiro a incluir um comentário sobre este texto.

Comments on this blog entry are now closed to non-Travellerspoint members. You can still leave a comment if you are a member of Travellerspoint.

Informe abaixo os detalhes da sua conta no Travellerspoint

( O que é isso? )

Se você não é ainda um membro do Travellerspoint, inscreva-se grátis.

Inscreva-se no Travellerspoint