Um blog do Travellerspoint

fevereiro 2016

Flórida

É carnaval!!!!

rain 19 °C
Visualizar 2015 Califórnia & 2016 Key West no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Oi gente.... Voltei! Não consigo ficar muito tempo longe desse blog, ou seja, de viajar. Tá virando patológico isso, haha. Ainda bem que conheço várias outras pessoas com o mesmo vício... Não estou só! Enfim, deixa eu começar pelo começo.

No dia 02/11/2015 eu recebi uma mensagem por um app no iPhone de que tinha passagem da Copa na promoção na classe executiva pra Miami. Bom, como a Copa permite reserva por até 48h pelo site, deixei reservado enquanto decidia. Bom, o prazo expirava dia 04/11 às 16h. Fui almoçar com o Cláudio e o João e comentei com eles sobre isso. O horário marcado se aproximava. Por curiosidade fui pesquisar pela mesma Copa o preço que estava naquele dia. Adivinha? Estava 6 vezes mais caro. Era um sinal. Somado a isso tinha o mais importante. Gente, dia 04/11, meu aniversário! Cara, eu mereço!!! Entrei na reserva feita dois dias antes e 1/6 do preço e fechei faltando 30 minutos pra reserva cair. E cá estou eu, aeroporto de Guarulhos, sala vip da Gol, esperando a hora de curtir meu presente de aniversário...

large_3A72755DB83BAD9FEE7D62BDB0E30269.png

Já usei a sala Vip da Gol aqui em Guarulhos com o cartão da Diners quando fui pro Canadá ano passado. É uma sala bem simples, mas melhor que esperar no saguão. A cara da riqueza é entrar na sala vip e seus apetrechos eletrônicos já conectarem, haha. Acredito que com as reformas que Guarulhos está passando quem sabe a sala melhore. Aliás, Guarulhos merece palmas, está cada dia melhor. Tem uma ou outra sinalização confusa, mas os antigos terminais 1 e 2 estão tomando cara de aeroporto moderno. Quando deu meio dia mudou o cardápio mudou e chegaram os famigerados brigadeirinhos. Se não pode vence-los, fuja deles. Parti pro embarque. O voo da Copa na classe executiva é ok. Das poucas executivas que viajei não é a melhor. O banco não deita tanto, mas, na promoção... E é bom ser mimada um pouco, né não?

90_399A5517C1DE963A172E9783F8837D1B.jpeg90_399B62CE92A9B929EFA5F96D57795533.jpeg90_399C57C80DD72CC0CC1FD9973EDB9A7A.jpeg90_399D4FF2B52B20C13A870EAAA70873D4.jpeg90_399E4FA9F055C8A67DB067E6DCCBB563.jpeg

Acho que o avião mudou, até o Panamá foram 6h10 de voo, antes eram quase 7h. Enfim, cheguei no Panamá. Como minha conexão era longa, lembrei de um detalhe: sala vip da Diners. Olhei no site e tinha, agora o problema era achar. Meu, não é fácil. Depois de perguntar dali, perguntar daqui, passar do ponto, quando eu vi eu estava procurando a sala vip da Copa, hahaha. Depois que eu fui me tocar, estava viajando na executiva, tinha direito ao acesso. E parecia mais fácil achar. E achei! Vida de gente chique não é fácil, viu? Hahahahaha... Brincadeirinha! Eu é que não tô acostumada a ser chique, ou melhor, nunca fui, hahaha. Agora, vou te falar... Sala lotada!!!!! Difícil achar lugar pra sentar. Depois, lendo na internet vi que estava na hora do pico, entre 17h e 19h. Quando eu consegui sentar era uma cadeira tão horrorosa que comecei a procurar desesperadamente na internet por mais pistas de onde era a sala da Diners. Mas um tempo depois uma moça de um conjunto de poltrona do lado saiu e eu corri pra lá. Muuuuuuuito melhor! Até desencanei de procurar a sala da Diners. Vai que era pior, hahaha... Depois das 18h deu uma tranquilizada, poltronas apareceram livres. E deu pra ficar de boa sem ter crise de ansiedade em lugar lotado, haha. Detalhe que na foto dos aviões eu usei uma coluna pra esconder um símbolo do São Paulo num avião da Copa, haha. E de bobeira na internet eu descobri que a sala que aceita o Diners é a Tocumen Royal Saloon. Onde ela fica? Não sei. Resolvi ficar por aqui mesmo, saiu bastante gente e tá tranquilo.

395E8A18CB22A359E84E35A36633621E.jpeg395F9D9EA4202857FD6606369039DE77.jpeg3960FC90950B9389102E64A54740F9A7.jpeg395D9A3E931E9E9E74EAF2FB0825A34D.jpeg

Quer uma dica? Verifique um pouco antes do seu horário de saída o portão de embarque. Pra não ter que ir correndo como eu, haha. Enfim, quase três horas de voo cá estou eu nessa cidade que guardo no coração: Miami. A vantagem de madrugada é que estava tudo vazio.... Se não fosse uma imigração chatinha (pior pra menina de BH na minha frente) e minha mala não demorasse (falha da Copa, era pra ter prioridade), teria saído rapidinho. O MIA? Vazio! Na Alamo só tinha eu!

90_4D274DE8B94ECCC953C800AD5719DCDE.jpeg90_4D322AA7B8E7CEEB6A836255DF136358.jpeg4D3440839AB04A42304BD30768387764.jpeg

O Alexandre tinha me dito que o ritual para Key West era alugar um Mustang. Eu já tinha reservado, mas sem criar expectativas porque eu sei como funciona a Alamo no aeroporto de Miami. Eu já cheguei a ficar quase duas horas na fila da Alamo, hoje foi rapidinho. Achei ótimo, sem estresse pra tentar chegar logo pra escolher o melhor carro. Quando eu cheguei na fila 11 eu não acreditei. Não tinha Mustang! Triste? Não! A olção era muito boa também. Que carro foi? Acompanha o blog, mais pra frente você vai ver. Só adianto uma coisa, eu odiei, hahahaha! Mas tem neguinho que ia ficar babando....

Peguei a Turnpike sentido sul até a US1 sentido sul. Logo no comecinho já era Florida City, onde parei pra descansar um pouquinho. A US1 parece que é a maior estrada de norte a sul da costa leste. E é mais antiga que a I95, mas acho que a I95 começa em Miami (não tenho certeza). Sentido sul ela termina em Key West. O hotel que eu fiquei chama Fairway Inn. Estill americano, com vários prédios, escritório separado, enfim, já estou acostumada. Só não acostumo com o fato de americano não colocar luz no teto do quarto, haha. Mas tô de boa! Vou descansar, já é tarde aqui, logo logo amanhece. Até!

4D300552B2A991788CD153FA76BEFEA8.png4D35C0A0F2859E01BAD4E53CE4FF5085.jpeg

Publicado por Akemi Nomura 00:49 Arquivado em Estados Unidos Comentários (0)

(Textos 6 - 6 de 6) Anterior « Página 1 [2]