Um blog do Travellerspoint

Maio 2015

Mykonos - 2

sunny 23 °C
Visualizar 2015 Grécia e Dubai no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Bom dia Mykonos!!!! Acordamos com muita calma hoje, afinal, estava frio pra caramba logo cedo, 17 graus, com sensação de menos, com certeza. Às 9h30 eu fui tomat café. Depois, fomos atrás do carro. Cara, como foi difícil achar esse carro. O Panos estava tentando conseguir um. Parece que a ilha está cheia mesmo, mas ainda não conseguimos descobrir nada além de kekinhos. A vista saindo do quarto do hotel é bem legal, viu?

7CBE8F9ED11DF117C9100DA4D90B8AF9.jpg

Deu alguns minutos ele veio avisar que conseguiu um Punto, Tá bom, né? Melhor do que nada. Duas diárias saíram por 80 euros. Estamos em 4 pessoas, ficou baratinho. Saímos do hotel já eram mais de 11h. Fomos direto pra praia de Agios Sostio. O acesso até lá são estradinhas bem estreitas. O quadriciclo é o ideal, mas ficamos com receio do vento frio do fim do dia. Rola uma descidinha até lá, mas nada grave. Só me faz pensar que quando envelhecer não vou conseguir fazer mais esse tipo de viagem. AInda bem que eu fiz agora. Essa praia nos deixou na dúvida se era uma praia de nudismo, pois tinha um cara completamente nu ali. Depois, lendo no site Greeka, descobri que era uma praia amigável ao nudismo, hahahaha. A praia é simples, só praia mesmo. Sem estrutura nenhuma, só uma taverna na parte alta, antes de descer. A água é o padrão da ilha, azul turquesa transparente.

7C7BBFD9D562C1A0C3FD09A0288F05A0.jpg
90_7BE10C60EBF522BC8A10DB9CE93D846C.jpg90_7BE2A67092110BC4147D6220B5298B42.jpg7BE53084CF71BBFE1F7D66EDF5800826.jpg

Em busca de um pouco de conforto, nós arriscamos em ir at a praia do lado, chama Panormos. Tinha um beach club ali. Mas, como não tínhamos reserva, rolou um certo estresse. A moça nos indicou um lugar onde poderíamos ficar. Quando íamos nos acomodar, a vaca do Ray Ban com cara da 25 de março falou que estava reservado ali, que não podíamos ficar. Tipo, desencontros acontecem, mas ela foi meio vaca. Aí nos levou até uma área de fundo. Mas o jeito que ela falou foi meio desnecessário. Aí acabamos almoçando mesmo. A outra moça, a perdida, disse que arranjaria uma mesa depois.

7C80B3F2B968914EB67B3484068DDB18.jpg90_7C7E9A0AED2BC67CA0375F4A2D79C4F4.jpg7C2A9E26C324DFFCDD68E9C45A72975D.jpg7C08D765A1B7975518E5D7337C3529EE.jpg

Aí você vai me dizer: "mas o lugar é bacana". Sim, é bacana. Mas essa forma de tratar irrita um pouco. Mas, já que estávamos aqui, por aqui ficamos. O maitre nos indicou um lugar onde poderíamos ficar melhor acomodados. E ficamos por ali mesmo. Panormos é amigável ao nudismo também. Que povo desinibido, haha. O clima era meio baladinha, com bastante kekinho por ali, caramba. Achei até um excesso de vaidades ali. A praia e gostosa pra ficar, só faça a reserva antes, não esqueça. No almoço, aconteceu um troço estranho. A gente não conseguia conectar no wifi e a gente conversou... Olha que coisa doida.... Conversar.... Ahahahahaha....

7C82AA2AF34A12D1C41606D26102558D.jpg7C0C1D3095A7F4C6D10337A7351EFE0A.jpg7C0EAD4794A30CF21C905C16A286AD00.jpg7C231C31C74294E266B2228FB75D1D81.jpg7C277C83A4D185CD58C0597D11A59543.jpg7C0A94D09F8BA3B87225AA704ED1ECD2.jpg

Ok, enquanto as pessoas corajosas se habilitavam a entrar na água (fria pra kct), eu fui dormir. Isso mesmo, tava mó bom ali, dormi. Depois pedi um aperitivo e vazamos para passear na ilha. Fomos indo meio por instinto, é muito dificil seguir mapa. E fomos indo. Primeira parada, Kalafatis. Essa praia fica do outro lado da ilha. Ela é conhecida pelos esportes aquaticos. Tem aluguel de snorkel, jet ski e um centro de wind surf. No horario que a gente chegou nao tinha muito movimento, estava bem tranquila.

7C84CBEC0BF5D0AB83A013ED774C9039.jpg7C8B008EE0C6B7E496BF7A4843C00693.jpg7C389343F6CB8FBC56A110F63F5F34C3.jpg7C3BF6CB0FA909045BCCD975374864D7.jpg

Logo ali do lado fica uma praia pequena que eu esqueci o nome. É uma praia minúscula, quase praia particular de um hotel. Fica bem perto do Kalafatis e é super tranquila. Pra quem quer paz... Ali perto tinha umas tavernas super simplinhas, mas achei super fofas.

7C8CECB5C3FAEE71EF328A5FC1CD3C08.jpg7C8EE933E275B81F590B02EECF1E6C5E.jpg7C902B0DD3903521CF8E868EF9CBEA4B.jpg7C9160FEAEE734BB315CC7737BCDBE0E.jpg7C929483D71C5C4B90D4F52B1D3A4B2A.jpg

Proxima parada, Elia Beach. O acesso é relativamente tranquilo. Gostamos muito dessa praia, super estruturada e mais tranquila que Panormos. Parece ter menos kekinhos também. Essa é uma opção para amanhã. É uma das praias mais longas da ilha, super organizada, com várias opções de esportes aquáticos.

7C94CCED9287C0F376DD42356A63BEC3.jpg7C939023947919EED04BDD8E509ECA63.jpg

Aqui não tem um estrada costeira que facilite o acesso às praias. Você tem que voltar pro centro do mundo e depois pegar a entrada para a praia seguinte. Nada grave em relação às distâncias porque a ilha é pequena, mas como as estradas são estreitas, às vezes, é meio chatinho. Eu fico imaginando essa ilha no auge do verão. Enfim, fomos seguindo o mapa e achamos a praia de Agrari. O acesso é longo, rola bastante estradinha. As praias desse lado vão ficando meio parecidas. Tinha um bar bacana e um restaurante na parte de trás, muitas camas de praia, palapas, etc. Boa estrutura, mas bem vazia. Se bem que eram mais de 18h e o vento estava bem frio.

90_7C3FC30F0BE4BF6B1C3C3ACDD479E654.jpg
7C417A62FC12CD7D14F33F5265A43DB9.jpg7C42BBD190A07E6B6778739B85DBD03F.jpg

Se Agraris é mais tranquila que Elia, imagina em relação a proxima praia, Super Paradise. Aqui o buraco é mais embaixo. Parece ser festa na praia o tempo inteiro, com DJ e tudo mais. É putz putz ate dizer chega. Aqui é balada, se nao for de balada, nao va pra Super Paradise.

7C96167692D2B561102A6DAD66CA418D.jpg7C4C6857024825D16BC3086E014E0098.jpg7C50F7C30A49168BD5E21DB89AF2C0CB.jpg7C535F50ADF82E8842A579FA02CD2ECC.jpg

Ok, já estava bem frio, hora de voltar. Acho que esqueci de falar de alguma praia. Se eu não me engano é Kalo Livadi. Mas como as praias dessa parte da ilha são super parecidas, as fotos de Kalo Livadi devem estar aí no meio, hehehe. Tem um estilo parecido com Kalafatis e Elia. Essas praias aqui combinam com a gente. No caminho pro hotel, o pôr do sol....

90_7C555CC7ABECFA05E4972CD48312F763.jpg7C57A6DBF1BF977DF2968AAA63C969F0.jpg

A noite ainda saímos pra comer na cidade baixa. Fomos de carro, ainda bem. A fila pra voltar de táxi estava enorme. Deu pra perceber como a cidade estava cheia, viu. Demos uma perdido naquelas ruazinhas, que coisa fofa. Parece cenário de novela, não parece de verdade. Tem umas ruazinhas mais glamourosas, com lojas da Lacoste, Louis Vuitton, Rolex, etc. Os preços dos restaurantes acompanham o preço das lojas, hehe. Aí fomos indo, indo, indo, e achamos o restaurante que a gente estava procurando, bem cotado no Tripadvisor, chama Pepper. Mas era muito apertadinho e pra 4 pessoas ficava desconfortável. Mas bem na frente tinha um italiano, e foi ali mesmo que a gente ficou. Na volta pro carro, passamos por várias baladas, as ruas estavam cheias. Bem cheias... Chegamos no carro era quase 1h, ja exaustas de um dia inteiro de passeios, praias, etc. E tem gente que acha que nossa vida é fácil.... Haha...

90_9804DADB0024319CF99489DAD26EFAA8.jpg90_980706180AE83D5213E3821BD517C666.jpg90_9808DFF7CBD4CF1A66E16B562EE35DB7.jpg90_980A4E500CF078E53D57D91DD2DE80BB.jpg90_980BB0F29060C515D5953F2E0EB612C5.jpg90_980CEF7CC20973BBE0E108E8908DBAC3.jpg

Publicado por Akemi Nomura 9:13 Arquivado em Grécia Comentários (3)

Mykonos - 1

Ah se eu fosse marinheiro.... Rs.

sunny 24 °C
Visualizar 2015 Grécia e Dubai no mapa de viagens de Akemi Nomura.

O dia amanheceu bem bonito em Santorini hoje. Ô ilha bacana.... Pena que é dia de ir embora. Acho que Santorini é uma das imagens mais marcantes que eu tenho da Grécia. Ficar aqui nessas casinhas brancas foi demais. Caminhar nessas vielas, subir e descer escadas, tomar um café com vista ora caldeira, show de bola. Essa imagem vai ficar pra sempre.

180_2D4509E6FD0EE7DE36AF60D2346624EA.jpg

A van saía pro Porto às 10h, tempo o suficiente pra fazer as coisas sem pressa. Daqui do quarto dava pra ouvir os burrinhos passando. Eles são símbolo de Santorini. Carregam turista pra cima e pra baixo. Essa parte eu fico com dó. É fedidinho, viu? Não tem muito glamour. Mas serve de transporte local também.

2D7114E1B9E15C6AF36BF31CCAF245AE.jpg90_2D72289CD0260B3F3A0AEA0632A8B9DD.jpg

Tomamos café no Iriana de novo. Um vento frio... Tava tenso! Tava bonito! A primeira foto é a primeira imagem de quando saía do quarto.

3D8F1218F976985E7FEA3443CF2995FB.jpg270_3D90BDF3CE9C677F446587A2629C1FBB.jpg
3DA7686AF7606FE8B062677B053FA36D.jpg
large_4E531DE1EE0376EFF9ECF390A02C91B3.jpg

Super adorei ficar em Santorini, nas suas ruelas estreitas e tao peculiares. Se hospedar em Thira ou Oia e fundamental. A vista da caldeira e linda. O mar azul turquesa hipnotiza. Mas, ta na hora de ir embora. O transfer buscou a gente as 10h30. As 11h40 partimos de Santorini para a terceira ilha. O procedimento de embarque e desembarque e meio tenso porque o tempo de parada e muito curto. entao tudo e feito muito rapido. Mas, da certo. E so nao ficar marcando bobeira. Fomos no Hellenic Seas de novo, no ferry highspeed4. O ferry parou em Milos e Paros antes de chegar em Mykonos. Na chegada, o Georgious estava nos esperando para levar ate o hotel. As fotos abaixo são da parada de Paros.

4FC974BABCCE5D92CFAA8E7283849DC5.jpg4FCBC315A8A91F6C6293024A03A21222.jpg4FCD48A397ACCF83F6546FBC1CFAE763.jpg

Alguns sites descrevem Mykonos como a mais badalada ilha grega. Não sabia que Mykonos era tudo isso em matéria de badalação. Conversando com o Márcio, fiquei sabendo que a ilha era precursora de outros balneários famosos no mundo como Ibiza e Cancún. Foi por aqui que a combinação se sol, praia e festas nos tempos modernos começou. Nos anos de 1950, jovens ricos europeus procuravam uma ilha pra se divertirem. Mas foi a partir da presença constante de Jackie Kennedy Onassis na ilha que marcou o turismo do Jet set internacional na ilha.

Mykonos é, provavelmente, a ilha mais famosa da Grécia e também uma das mais visitadas do Mundo pelos turistas. É o coração das ilhas Cíclades, cercada de belas praias de areia branca. Deve a sua fama à beleza da capital, das suas casinhas brancas e sinuosas passagens estreitas, bem como das suas enormes e variadas praias. Na mitologia grega, Mykonos foi o local da batalha entre Zeus e os Gigantes. A ilha recebeu o nome do filho do deus Apolo, Mykonos. Essa parte da mitologia vale a pena falar um pouco. Tenho certeza que todo mundo já ouviu a expressão "Batalha de Titãs". Aula de mitologia pra quem nunca ouviu falar...

8A2.jpg

"Tinha um rei lá na Grécia, ou no universo, como era naquela época, era um tal de Urano. Ele casou com Gaia. Tiveram 12 filhos, 6 homens e 6 mulheres, chamados de Titãs. Com medo de ser destronado pelos filhos ele devolvia cada um que nascia para o útero da mãe. Acho que rolou um overbooking na barriga da mãe e um dele, o Cronos, resolveu que ia sair de qualquer jeito. Saiu e liberou a galera que tava lá. Tomado o trono do pai, casou com a irmã. Só que o pai disse antes de morrer que um de seus filhos ia destroná-lo também. Aí cada filho que nascia, Cronos comia. Só o último a mãe não entregou, era Zeus. A mãe entrega Zeus às ninfas (seres elementares) ou, em outras versões, aos centauros. Já adulto, Zeus se disfarça e dá a seu pai uma poção (que havia recebido de sua primeira esposa a titânida Métis) que o faz vomitar seus irmãos já adultos. Aí, começou a Titanomaquia, ou Guerra de Titãs. Ficaram no Monte Olimpo Zeus e seus camaradas (daí a expressão "Deuses do Olimpo"), e no Monte Ótris os Titãs. Aì foi aquela luta, pow daqui, pá dali. E o final, Zeus ganhou. O interessante é o final da história. Zeus casou com Métis, uma das Titãs que não participou da batalha (e pelo visto tia dele). Mas como a mãe, Gaia, também profetizou que a filha de Métis (Atena) destronaria Zeus, Zeus engoliu Métis, hahaha. Que povo doido..."

Voltando pra Mykonos, ou melhor, chegando em Mykonos, fomos recebidas pelo Pannos no Hotel Aeolos. Rolou um probleminha com quartos que foi prontamente resolvido quando conversamos com ele depois. Mas antes de resolver isso, fomos andar na cidade de Mykonos, na parte baixa. Meu primeiro objetivo era passar na loja da Blue Sea Jets e imprimir o ticket do ferry para Atenas. Resolvido isso, fomos andar pela cidade.

90_5178C343CDD17C9BB3C72C41960D3650.jpg
90_5179C832F905E82E5E83DF259BBE0496.jpg
90_517B8323C6576496AA7E3F4AC234F0B0.jpg
517DE1BAAE12136678EC9D4FBD9D4FF9.jpg

O coração da ilha e Chora. É um labirinto de ruelas com casinhas brancas, portas coloridas e um capricho quanto a decoração. O calçamento é em pedra e tem um pouco de sobe e desce, mas nada como Santorini. O truque aqui é se perder nas ruas entre restaurantes, cafés, lojas e igrejas (aqui, com cúpulas vermelhas). Depois de passar pelo porto, nos embrenhamos e chegamos a uma Taverna recomendada pelo Hotel, chama-se Niko's. Ali finalmente eu comi um Pastitsio, uma especie de lasanha com macarrão. Deve ter a receita no Google. Tava bom, viu?

270_500E640C0086D6FD3DE21008DF22A8A3.jpg500FE53ED4EBBD8B7660E15865CF6BDE.jpg5011B21BAABBF9541911FCE91DF992CB.jpg
517F4ADBEA71D26712E560004DD64F7B.jpg

E continuamos andando, andando, andando. Estava um vento frio, indo beirando o mar então, deu pra imaginar... Passamos pela Igreja Panayia Paraportiani. Destaca-se das mais de 300 igrejas da ilha. É uma mistura de várias delas, construída por volta de 1425, é toda branca e contrasta com o céu azul. O local deve ter um por do sol fantástico.

5019DC52FDEF2C33D615994CEAA32175.jpg

Dali, fomos até os Moinhos. Cartão de visita da ilha. Em um dos pontos mais alto se avistam cinco moinhos do século XVI construídos por venezianos para moagem de trigo, mas hoje desativados. Dá pra ter uma noção da cidade de lá, não é tão alto, é uma subidinha. Num dia de temperatura agradável, ver o pôr do sol dali deve ser bom. Hoje estava ventando muito.

50261B52C528F07BF29E5553E651436E.jpg270_502749C601E73A32D09082993DB8941E.jpg90_5028CBEBECF8700CD9ADFD443CD908FF.jpg90_502AF93FCF2D275819CE28D02087B93A.jpg502CCD7F9381C310B0129411CBF2D9B4.jpg502E3FDEAE88A8ADA02B7BA68757821B.jpg
502FA1CFFEAB8CFC380C15D7447C6023.jpg
50393FF6092E67705ADBB8E703F088B5.jpg
518460FF9EFC65C4E11A932F278998B9.jpg
518025FB024A6AAF3E05C0834CA18673.jpg

Faltava muito ainda pro por do sol, o segredo foi ficar andando na regiao conhecida como Little Venice. É um conjunto de casas construídas no século XVI banhadas pelo mar. Parece que foram erguidas pelos piratas para facilitar quando descarregavam os barcos. Nao tenho muita certeza. É um dos lugares mais procurados de Mykonos, e no verão deve ser quase impossível andar por aqui, é tudo muito estreito.

90_503A5A0CADF6B6CC07EF3757E690BE16.jpg270_503BD4CCFB8D69A274FB2198AB34D686.jpg270_503CB16C0BA5F24EFD373B41F07A6ED1.jpg5183600EE759B6BDA0974E74F02F3DD5.jpg
90_503D9FE2E66B72D9E9490324EA051B92.jpg
665BE11CB1AF0F457B3498CD8257625F.jpg90_504C30ECB82A748317A365BCCDAF66E2.jpg270_504D5309C2CDAAAE1661BDD7E6927F8F.jpg504E6BC3B0DCBF60C2BC1979FEE92B5E.jpg90_504F7AFBE02E9FEE18EB700913F4371B.jpg

Essa pulseirinha com o olho grego foi uma aquisição. Pra afastar energia negativa. Foi numa faixa estreita de calçada que a gente arranjou um café pra sentar e ver o pôr do sol. Não foi nada de outro mundo porque as nuvens atrapalharam um pouco. Mas pelo menos deu pra ver algo pra compensar o pôr do sol não visto em Santorini.

666B4156FDD0DC9B54538E8C990F47F4.jpg
5079E8EAD97CDD5410F7D49B5557A32C.jpg180_507B00B707ABCC28F91B49F5A0061484.jpg50878F199231DE2FD2244329A82BBBFB.jpg90_507C75B1C93C0CF91F9428DE4A9CEB99.jpg
51823FE0F7B55BCD5532262DF3BCAE8F.jpg
5185AD15E5373489C550A2D9A076AD89.jpg
5186C930FF1B53124BA35F1C0498D7DD.jpg

Ok, depois do por do sol o vento estava forte. Andamos um bocadinho e apelamos para um táxi. Não iria subir por nada desse mundo aquelas escadarias até a parte alta da cidade nesse frio. O tempo sacaneou legal agora. Cheguei podre no hotel, fizemos uma troca de quartos e nada como um banho pra me nocautear. Tinha mais sono que vontade de comer. Das ilhas até agora, Santorini está na frente da preferência. Em todos os sentidos. Uma coisa nos deixou espantadas, quantos kekinhos tem aqui. Já sabia da fama, mas não imaginava que eram tantos.

90_507D80059910611C0F7BF4470FB36F6F.jpg507EC3599D3750B36B72A62C4C945B2C.jpg90_507FE1D5A364D1E63C47F55ABA8540A1.jpg90_50813E33D0009E8953EDC6D6BE7C0763.jpg

AH, SE EU FOSSE MARINHEIRO.....

P.S.: Cadê os comentários Zé? Tô esperando... Hahahahaha...

Publicado por Akemi Nomura 0:18 Arquivado em Grécia Comentários (1)

Santorini - 3

Love is in the air...

sunny 22 °C
Visualizar 2015 Grécia e Dubai no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Hoje voltamos ao despertador. Tínhamos duas opções de passeio de barco, das 10h30 às 15h30 e das 15h30 às 20h30. Resolvemos fazer o passeio de barco durante o dia por dois bons motivos. Primeiro, no fim da tarde anda esfriando. Segundo, já foram dois dias sem pôr do sol, a chance de termos um terceiro é muito grande. Esse passeio é o semi privado e custa €95. Eles buscam no hotel, tem almoço e devolvem no hotel. Recomendo fazer o semi privado ou o privado, porque o outro é muito "barca de Niterói na hora do rush". O privado sai por €680 para até 6 pessoas. Uma recomendação pra quem vai fazer passeio de barco, nada de leite no café da manhã. Frappé então, nem pensar.... Rsrsrs...

Pedimos pra moça da recepção chamar o cara pra buscar o carro e já reservamos o barco. Como tínhamos tempo, fomos procurar um lugar pra tomar café. Achamos um, chama Iriana. Recomendo. Pelo mesmo preço do hotel, temos um bom café da manhã e uma vista de ficar babando... Créditos das fotos da Rosana. Sem tratamento, sem filtro, só uma boa câmera e uma bela paisagem.

0E822F88C3B0BCBF6EFFE5A9D405D042.jpg0E817BD0F030D6ADC1EC716BAF1AFC01.jpg

A van nos buscou às 10h, depois passamos num hotel pra buscar uns primos distantes da Malásia, hehe. Piada interna, tá gente? Daí seguimos pro Porto de Vlichada. Passamos ontem aqui. Fomos recebidas pelo capitão. Daí, rolou um briefing e o catamarã saiu. Primeiro pit stop, Praia Vermelha. Também passamos ontem. Do barco, vemos as rochas escuras da formação vulcânica, o paredão vermelho e mó galera subindo e descendo morro pra acessar a praia. Parece que tem um acesso pelo outro lado, mas só Deus sabe como chegar ali. Red Beach é a definição de uma praia vulcânica.

10F8D115AF05C3893A0545D2C9D39C29.jpg

Segundo pit stop, White Beach. Existem duas opções de acesso, barco ou nado. Isso mesmo, nado. Se for nadar, vá com nadadeira, aí são uns 20 minutos. Aqui talvez seja a água mais cristalina da ilha, bem em frente ao paredão branco. Não existe absolutamente nada lá além da praia, nada pra beber ou comer. Aqui prevalece a paixão pela água.

110AE062D6A74178DC71077902876D6F.jpg110B9D56033FECD04B833615218F9D09.jpg

Antes de Hot Springs, passamos pela Muralha Negra. Essa região é própria pra mergulho. Teve uma parada pra mergulho, mas, desculpem, não consegui. Água fria da porra, haha. Rosana e Gabi foram corajosas, pularam sem pensar muito. Ainda passamos pelo farol, e claro, tava cheio de gente na beira do penhasco tirando foto. Fobia aguçada em 3, 2, 1...

111F96F6AF1CBC322560AAF8B6542BBA.jpg11202EBCFD239090B5B64B2E1A9A5C51.jpg
111899B49B32306F6BFB79D638BE2824.jpg

Aí, antes de falar de Hot Springs, vamos falar sobre a explicação do capitão. É meio parecida com o guia da Folha que eu coloquei no primeiro dia. Presta atenção no mapa de Santorini abaixo. O pontinho azul é Thira, onde nós ficamos hospedadas. Dá pra perceber que forma um círculo, certo? Pois é, era um vulcão que explodiu uma cacetada de ano atrás. A cratera afundou e a água tomou o centro do vulcão formando a caldeira. Só que a tomada de um volume de água tão grande, somada à energia da explosão criou tsunamis de 200m de altura que dizimou a civilização minóica, alcançando até o norte da África. Isso ocorreu na mesma época da abertura do mar Vermelho, sendo essa uma possível explicação para o fenômeno.

11244D96BBAB3CDF6B25E9DE1CE9B989.jpg

Ok, continuando. A região chamada Hot Springs fica bem no meio da caldeira. Essa parte parece que é um vulcão adormecido. Foi o que eu entendi do gesto do capitão. O barco fez uma parada pra mergulho de novo, mas eu não animei muito não. As meninas também desencanaram. Nessa parada aconteceu algo bonitinho. A menina da tripulação foi correndo na direção da Gabi pedir a tradução de umas frases pra português. Ela queria que traduzisse frases tipo "I miss you". Imagina se ela não tem um namorado brasileiro, hehe. Parou ali também uns dois tours mais populares, sente o drama.

112FFD98A04DE9D48F82C74BDAC46FA7.jpg11309D31FC016B6F9C6668410BBB7233.jpg
11402BA59FE33A872524B3760B2F4EB8.jpg

Próxima parada, almoço! E o que aconteceu quando estávamos parando? Tinha outros barcos lá e o capitão disse que em um deles trabalhava um brasileiro chamado Pablo. Imagina se não era o peguete da moça. Aí brasileiro quando vê brasileiro já viu, né? Rolou um pequeno bate papo e quando as meninas falaram que eram do Rio, ele começou a sambar, haha. A menina apareceu e gritou: "Eu gosto de você". Ownnnnnn... Ainda brincamos com ele pra dar uma chance pra ela. Dessa vez, vimos um brasileiro sem graça, haha.

Comida no papinho, pé no caminho. Um dos baratos desse passeio foi ver as casinhas no penhasco. De longe, parece neve. Um barato.

115B1416C9734F0D1199F76DCE709849.jpg115C53D6C1B28AE967EC3BD7931B0497.jpg115CD0D4F19AB711D3B49D2EF77A2EDF.jpg115BD597C1A6BA8789D979AE0ED09A87.jpg

Achei bem válido fazer esse passeio. Acho que eu já falei isso antes, não curto excursão, passeios guiados, etc. Mas nesse caso achei interessante. Alguns lugares só se chega assim. Agora me falem, o que que é esse mar grego, gente? Ahahahahahaha... Crédito da foto pra Gabi.

18C32FA8E4CACF24E91B2393B86AFA55.jpg

O retorno foi direto pro porto. Gente, que preguiça. Ainda bem que voltou rápido, no final comecei a ficar enjoada. Mas, não mariei. Ufa! A van levou a gente até o hotel. Rolou uma preguiça, nos demos um tempo de descanso. E o tempo foi fechando. Rosana marcou com um casal de amigos dela que estava hospedado em Oia. Na hora marcada o céu resolveu desabar. Caracas, que bom que a gente não foi no passeio da noite. Só nos restava esperar.

Quando a chuva diminuiu eles mandaram uma mensagem que tinham chegado. Hoje o restaurante era mesa pra 8. Eu procurei dois restaurantes no Tripadvisor e não achei nenhum dos dois no caminho, haha. Mentira, achei um, o Volcano Blue. Esse restaurante é bem avaliado no Tripadvisor, deve ser por isso que estava cheio. Tinha outro mais pra frente bonitinho, ficamos por ali mesmo. Chama Fanari. É bom, nada de excepcional, mas preço justo, boas porções, e gostoso. Fui de Moussaka. O bate papo estava bom.

90_18C225B6E3B7C724C6D4A1EFD9086A0D.jpg

Esse dia rendeu viu? Parece, veja bem, eu disse "parece" que alguém se deu bem. Mas, o que acontece na Grécia, fica na Grécia. Nem adianta me perguntar.... Hehehehe... #todomundocurioso

Publicado por Akemi Nomura 22:19 Arquivado em Grécia Comentários (1)

Santorini - 2

Volta na ilha

sunny 25 °C
Visualizar 2015 Grécia e Dubai no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Bom dia gente! Depois de três dias com alarme despertando, hoje a gente acordou sem muita pressa. De férias de verdade! Tomamos café no hotel. É pago a parte, €8, mas não vale a pena não, é muito fraquinho. Amanhã vamos tentar outro. Hoje as conectadas amanheceram semi desconectadas. A chuva de ontem à noite atrapalhou a conexão. Comecei a sentir os sinais de abstinência, haha. Falando em chuva, gente, que frio que fez ontem à noite. Chuva e vento. Deve ser praga dazinimiga, haha. Brincadeira, a gente é legal!

Hoje amanheceu estranho. Bastante vento, nuvens. Mas aos poucos o céu foi abrindo. Enquanto terminávamos de nos arrumar, fui ver o carro. A opção de hoje foi um Nissan Micra automático. Fomos dar a volta na ilha. Primeira parada, o Castelo de Akrotiri.

F93A57860078912C50F5B7F9B339EE63.jpg

Durante a ocupação veneziana foi estabelecido um sistema feudal na ilha. Construíram então castelos em vários lugares: Skaros (a capital na época), Oia, Pyrgos, Emporio e Akrotiri. Os senhores feudais viviam em Goulades, ou seja, nas torres. A torre servia para defesa como também para guardar equipamentos agrícolas da época. Deixamos o carro e fomos subindo, subindo, subindo... Eu tenho a sensação de que nunca se desce nessa ilha, haha.

F9A7E5EBA057A994BA63F87139B5EA8E.jpgF9A8D26FD3CC4C64A8FFBCB3D59120EC.jpgF9A96EE50DF33C1D44588A6F98AE5FA0.jpg90_F9AA2F31F71C38CCB8FDD960ED535C4F.jpgF9AADC5E97D3FE239094B230B652F12A.jpgF9ABA1C9C774163A6C6181F576450CE7.jpg270_F9AC55A2B6F352AAE2E765F1AB365605.jpg90_F9ACE69DE19468B4BD2D00B04B4CE774.jpg

Saindo de lá, seguimos pela estrada no sentido do sítio arqueológico de Akrotiri. A estrada aqui não é tão boa quanto Creta. Paramos na praia de Akrotiri. A água é bonita. Já sabia que não era pra se esperar muita coisa (no sentido de uma praia caribenha). Tem muita pedra, muita pedra mesmo, mas a água é bonita. Mas estrutura nenhuma.

Deixamos o carro ali e fomos para o sítio arqueológico de Akrotiri. Um dos maiores sítios arqueológicos das ilhas cíclades, a cidade ficou mais de 3500 soterradas por cinzas vulcânicas. Nos anos de 1960 começou a ser escavada. Alguns dos afrescos estão no museu de Atenas. A entrada custou €5. Eu achei médio, mas acho que se tem tempo, deve parar.

F9B94E5BC17D22E799442854E99C6096.jpgF9B9D30209DE8E51C593F7322B86A275.jpg

Ali pertinho estava a praia vermelha. Essa praia é bem diferente do que estamos acostumados. A começar pelo acesso. É uma caminhada na beira de uma zona rochosa, coisa de doido. A areia é escura e grossa. Sempre lembrando que Santorini foi um vulcão, areias claras não pertencem a esse lugar. Aqui está mais pra areia monazítica. A praia é rodeada por uma falésia vermelha. As águas? Verde esmeralda, eu acho.

D45CB128994EE6F761FCBEA4F5C477D2.jpgF9C63BE0DEC66ADA548E86F532337AD4.jpgF9C4FFA9BF2BF2B74868518BBAF63408.jpgF9C3D41EF506F46E3FE796BFBBB3D9E8.jpg

Dali, passamos pela praia de Vlichada. Ali tem um pequeno porto de onde saem passeios de barcos pela ilha. Depois, achamos a praia de Praia de Perívolos. Escolhemos o restaurante Meteora, afinal, tinha wifi. Aqui não rola bullying contra quem fica conectada, hahaha. A praia é bem bacana, segue o padrão água verde, areia escura. Tire da cabeça o padrão Caribe, aqui é Grécia. Mas, ao contrário da Praia Vermelha, aqui é de fácil acesso e mais estruturada.

90_FC845BD3DC9A82789E3C37B78370B683.jpgFC851EF107D85427A21A269D100A34D4.jpg
90_FCC8D18403270F5D4E826959AF7BCB30.jpg

Depois do almoço, continuamos na orla. Depois de Perívolos vem a praia de Perissa. Perissa é mais estruturada ainda. É uma vilazinha. Lojas, restaurantes e praias de areias pretas. No verão deve bombar a região. Imagino aquelas ruelas cheias. Essa região da ilha são balneários acessíveis, porque do outro lado é só penhasco.

FCC5B689AD3287DEE109D67964FC1133.jpgFCC6A694F03B3D2C5E493519B14F00BB.jpgFCC7685FA98899592134CCF1A6A0E1B0.jpgFCC97988B5CCECC5534BFBC47FC8B995.jpgFCD78F83BB469B64FE8CA50248B6E96F.jpg90_FCD82CECE8433D4EA7FB4E1959E1C75F.jpg

Aí, o negócio foi ir até o outro lado da montanha. Chegamos no Museu do Vinho de Santorini. É um museu subterrâneo com cerca de 350m de comprimento que conta a história da família Koutsoyannoupoulos. Fácil, né? Só que não, foi difícil até copiar. Depois da visita, fizemos uma degustação de vinhos. Até eu bebi. O engraçado aqui foi a Perola pedindo pro rapaz deixar a garrafa, rs. Saímos cada uma com duas garrafas.

FCE46126EF6A1D84075BA2EEC4B74D17.jpg270_FCE4E9B49BCF63F3DF449C634561D907.jpgFCE56B5DE108385362156D1DB9061489.jpgFCE5EA24C888AF5E49C9F4C19AA31DD6.jpgFCE3A8A7CA43F4BCB78EC26E7006BBC0.jpg

Daí, seguimos para Kamari, ou pelo menos um trechinho. Mas antes, seguimos o caminho de Thira Antiga. Tinha uma puta montanha pra subir. Ainda bem que Rosana estava dirigindo, porque se dependesse de mim, hahaha. Mas a vista lá de cima é show. De um lado Perissa, do outro Kamari.

FD0B6C32F42DC6C131A9C837BC1D4D14.jpgFD0BE4A2F56395C0123F5242827E3BC3.jpgFD0C6C44A3128FDAA1D6197263472B92.jpg
FD0D119ED3626DAB21384997E08575A4.jpg

Kamari tem o mesmo estilo de Perissa. Ruas cheias de restaurantes, tavernas, lojas, etc. Como o tempo ainda estava aberto, resolvemos tentar ver o famoso pôr do sol em Oia (pronuncia-se Ía). Demos a volta na ilha e momento #ficaadica: talvez na estrada seja o melhor lugar de ver o famigerado pôr do sol. Ache um canto e seja feliz. Mas se quiser fazer como a gente, já aviso, é muito difícil achar um lugar pra estacionar.

FD182519FE1F78FA7E03F0DD9B8E7A74.jpg90_FD17A7E4CC875C250C5CD4327DE141DA.jpgFD170A5A0939AF93A2C77B4B91963404.jpg

Conseguindo parar o carro, o bizu é ir pras ruínas do castelo do período Veneziano. Lembra o outro que visitamos no começo do dia? Pois é, esse também é contemporâneo. Pra achar as ruínas é fácil, procure chegar em um lugar com vista pra caldeira e olhe pra direita. Impossível não ver o lugar que estou falando. Aí é só achar um canto e esperar. E torcer para o dia não estar nublado, como aconteceu comigo. As meninas até desistiram. Eu fiquei ali com a família, rsrsrs. Mas não mudou o cenário previsto. Mas o comentário do momento foi da Gabi: "o melhor lugar pra ver o pôr do sol agora, é no Japão, tá todo mundo aqui".... Hahahaha... #rindolitros

FCFF3A3AF6B15439B177699CB77C27CA.jpgFCFE35EBC34E2AAF430A5B7E483C750B.jpgFCFD7AEEBB563163E5143D4692409301.jpgFCFC6FFE058A08496A034659B8D6F534.jpg

Falei do pôr do sol mas não falei de Oia. Li em algum lugar que Oia é assombrada por vampiros. Impossível! Ahahaha. As casinhas brancas com detalhes azuis aparecem bastante, bem como algumas igrejas de cúpula azul. A cidade é lindinha, também repleta de lojas para turistas.

FCFA39970C10291885B4EC10A42286C2.jpgFCF8B52890140EFB199674EFB5216D0A.jpgFCF7778FCFDCB24FFE2DB3002F1C8BD1.jpgFCFB4F49A465056664A82CFB9820292C.jpgFD002191CE318A373E6F07E79B5B9DA5.jpg

Ok, hora de voltar pra Thira. Coisa de uns 15km, disse o cara da locadora. Ok! Abastecemos, paramos no Carrefour, fomos quase expulsas de lá pq estava quase fechando. Ainda faltava uma barrinha pra abastecer. Aí, não sei se rolou um perdido ou forças ocultas nos fizeram passar pelo mesmo cruzamento congestionado, mas eu tive a impressão que tinha gente querendo que fosse cometida uma infração de trânsito só pra sermos parada pelo guarda de trânsito. Sei lá, só tive essa impressão.... Que noite!!!!! Que sorriso!!!! Hahahahaha...

FD339636E780F378FACFD15F7E2A1658.jpg

Publicado por Akemi Nomura 23:39 Arquivado em Grécia Comentários (0)

Dubai x Atenas x Creta

sunny 28 °C
Visualizar 2015 Grécia e Dubai no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Nossa, que noite maravilhosa. Descansei bastante. Pena não poder aproveitar melhor. Fui a última a chegar no café. Comemos com calma e fomos pro aeroporto. Inclusive a Carol, a angolana adotada, rs. Sempre lembro das vezes que fui ajudada, é muito bom poder retribuir. Depois de descobrir nossos portões, fomos bater perna no free shop. Esse aeroporto de Dubai é de outro mundo mesmo. Um espetáculo!

4D8624DB9EA5902C3A14A40388AFC779.jpg

Chegamos em Atenas, depois de 4h09. É frustrante chegar no aeroporto aqui depois de Dubai. Aliás, é covardia. Não dá pra fazer essa maldade com os gregos. Tentamos antecipar o voo pra Creta, mas não deu. Então despachamos as malas e tentamos fazer o hop on hop off. Mas teríamos que voltar pro aeroporto até às 19h30. Pegamos o metrô até a estação Syntagma. No caminho a Perola nos brindou com mais uma pérola. Ela não fez o check out em Dubai, estava com a chave do hotel. Caracas!!!!! Rrsrsrsrs

Bom, subimos até a Praça Syntagma. Essa praça pode até ter algum valor histórico, que eu ainda desconheço, mas apelo turístico aparentemente não tem. O trem saiu do aeroporto às 16h, daí a gente conseguia pegar o ônibus das 17h. Só que levava 1h30 de percurso. Muita coisa. E o trem pro aeroporto é a cada 30 minutos. Nosso embarque é às 19h50. Melhor não arriscar.

Resolvemos ir até o Parlamento. Estava sol, dia bonito. Lá em cima, dois guardinhas com uniformes engraçados. Depois vou fazer uma observação sobre o assunto. Entre eles, estava o túmulo do soldado desconhecido. Depois fomos conhecer o National Gardens. Meu, mó pegadinha! Coisa mais sem graça. Super não valeu a pena perder tempo nisso. Ou melhor, valeu, pra não voltar mais....

90_4F5941BD95E8A0944963D300437965E4.jpg4F5DB234D3F27082A44A8F2482B41BF6.jpg4F60A2A6A24D7E15814047178AA84D93.jpg90_4F638826F0D32D976961C8FC5FDE8D05.jpg4F66C554C55DA50E3E69A52CD5474959.jpg4F6B1B7791187E1314050D064389B8B6.jpg4F6FA80AC452F56C63A7A3C28297349E.jpg
270_4FA55982AD70719C9C5821EF08E39029.jpg

Voltamos pra frente do Parlamento. Por quê? Troca da guarda. Cara, sério, muito engraçado. Vou colocar o vídeo pra vcs verem. Eles fazem tipo um movimento de cavalo, sei lá. Daí vem a observação que eu falei que ia fazer. Os caras são muito grandes. Franguinho pra guarda do Parlamento não tem vez. Todos são altos, fortes e, desculpe a expressão, coxudos, hahaha. Devem ser escolhidos a dedo, porque os outros guardinhas comuns eram franguinhos. Enfim, segue o vídeo pra quem quiser ver a troca da guarda ou só ver os guardas mesmo, hehe.

Bora voltar pro aeroporto? Metrô + trem, porque já somos locais em Atenas. Táxi é coisa pra fraco.... Nesses momentos que a gente espera trem que são bem usados pra sair o blog. Chegamos no aeroporto às 19h15. Rolou uma corridinha, mas já tínhamos despachado a mala, então era só embarcar. Lá dentro o portão era bem longe, mas deu tudo certo. O embarque atrasou e deu tempo até de comer algo. Enquanto aguardávamos chamar, fiquei conversando com a Perola. Ela me agradeceu muito pelo fato da gente tê-la deixado vir. Tadinha, fiquei com dó. :-)

O avião para Creta não era tão pequeno como eu imaginava, era um 737-300. O voo é da Aegean, uma empresa grega que faz muitos voos entre as ilhas. Muito comum em voo nacional no Brasil. O voo saiu lotado. Aos poucos, as meninas foram apagando. Só ficou eu aqui escrevendo e observando o resquício de pôr do sol de Atenas. O voo decolou às 20h50, e o céu estava assim:

4FAC35BCF8DED6446753664600835273.jpg

Chegamos em Creta e fomos direto pro hotel. O táxi foi engraçado, como as malas não cabiam, o porta mala foi aberto mesmo, com uma corda amarrando. Isso me lembrou San Andres. O preço do táxi é fixo, €10. Subimos pro quarto deixar a mala e fomos jantar. Aqui perto do hotel tem várias Tavernas. Escolhemos um restaurante de comida típica de Creta. Estava uma delícia. Era uma carne de porco com limão com um pão que parece pão árabe. O nome do prato eu não lembro, mas tá no cardápio aí embaixo.

90_5030AFA7EA5CB469DCB8ED9C5B9FEA7B.jpg90_5033FD7996B2513CF5DFD9B9B69D3BF7.jpg90_5036F85BF0CAE41597A97FCCBEBEB1A1.jpg90_5038C875EEB5B04727BDCD6D186FA966.jpg

Em Creta estamos excepcionalmente dividindo o quarto em quatro pessoas. Fui a primeira a tomar banho e alagar o banheiro. O chuveiro aqui é igual de Praga. A Cynthia e a Regina vão lembrar como se alaga um banheiro... Foi um pouco pior porque a água voltava pelo ralo. Eu saí literalmente na água. E claro, sofri bullying por causa disso, haha....

Pra fugir do esterótipo, não vou colocar Lulu Santos cantando "Pois bem, cheguei...", vou deixar pra Califórnia. Afinal, "em outubro eu vou pra Califórnia....". Não tinha contado essa parte ainda, né? Ahhh vida, você tava me devendo essa hein, hahaha... Que música poderia começar senão essa pop internacional a cara da Grécia. Obrigada Meryl Streep:

"You can dance, you can jive
Having the time of your life
See that girl, watch that scene
Digging the Dancing Queen
"

Publicado por Akemi Nomura 5:03 Arquivado em Grécia Comentários (0)

(Textos 1 - 5 de 8) Página [1] 2 » Próximo