Um blog do Travellerspoint

Outubro 2015

Los Angeles 1

O meu destino é ser star...

sunny 24 °C
Visualizar 2015 Califórnia no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Bom dia galera!!!!! Cá estou eu na cidade dos anjos. Estava relendo o blog de ontem e depois fui perceber que os meninos do Red Hot estavam todos descamisados no clipe, hahaha. E o que foi aquele desabafo no fim? Como eu sou emotiva, hahahahaha.... Dormi super bem! Acordei melhor ainda...

Ontem à noite eu tentei ler sobre o que fazer em Los Angeles, mas, sério, me perdi com tanta informação. Vou fazer o básico mesmo, começando com os estúdios da Paramount. Eu nem tinha pensado nisso, mas quando eu vi numa foto do blog do Ricardo Freire que Hawaii Fivo-O é da Paramount, não pensei duas vezes. Vai que o lindo do Alex O'loughlin está por lá. Eu nem sou viciada em série, essa é a única que eu assisto ultimamente. Acho que os atrativos da cidade são o cinema e as praias, então, vamos pra Hollywood!

Comprei o ingresso pelo site. O tour mais simples dura 2h pela bagatela de US$55... Ui! Tentei esquecer que o dólar está R$4... Ahahahahaha....bom, a culpa não é deles se o Brasil tá uma m.... Vamos lá. Peguei o primeiro horário, 9h30. Para o site da Paramount, clique aqui. Já para ir direto no site dos ingressos, clique aqui.

Saí cedo, peguei um pouco de trânsito, mas cheguei cedo ainda. Fui dar a volta pra ver onde parar, e achei o tal estacionamento. De acordo com o site custa US$12. Se você quiser poupar seu rico dinheirinho, na mesma quadra pra dentro dá pra parar na rua. Mas eu não recomendo. Tem um limite de 2h e eu não faço ideia como controlam isso. Fiquei no estacionamento mesmo. Nessa volta que eu dei na quadra me deparei com o ícone da região, o letreiro de Hollywood.

F690F605C624777DA41CC3871F5618F1.jpegF69686AEB49D38D7A9DCCBDA86AE7E45.jpeg

O Paramount Studio é o último dos grandes estúdios que funciona na Hollywood propriamente dita. O endereço é um clássico, Melrose Ave, 5555. Nenhuma visita é igual a outra porque depende da disponibilidade dos sets de filmagem. Na entrada já recebi meu crachá. Enquanto aguardamos o horário, ficamos num ambiente bem legal, fotos, vídeos, roupas... E no fundo musical o tema de O Poderoso Chefão. Americano sabe fazer algo envolvente mesmo! I'm excited!!!!!

F6A10EC4D663ABF43026840FBB491484.jpegF6A1A0B9F6681C29E71D0CE0D788E7BE.jpegF6A22ADCA1D4E9C38FFF75A8B66208B8.jpegF6A2CC27A4387475261132C8EE2ABFB1.jpegF6A36ACB9B56996233DB11D5E568CB12.jpegF6A3F3710FEA3CBB9007038D07ADB2AC.jpeg

Impossível contar tudo, é muito detalhe. Mas posso dizer, foi top! Era tanto filme, tanto sucesso, tanta história. O tour era guiado, e eu fui no "curtinho", de 2h. Acho que já falei isso. Sentei perto da guia pra facilitar a compreensão, afinal, eu era a única não americana. Alguns lugares não podia tirar foto. A guia ia contando as histórias e mostrando as cenas filmadas em cada canto. Impressionante a criatividade e como eles aproveitam cada canto. Tem o banco do Forrest Gump na parte externa que parece um banco comum, e é. Só que a cena do filme no final foi aqui. O serviço médico que foi a casa de Tom Cruise em Top Gun... Rodolfo Valentino tinha um aposento aqui (primeira foto), porque se ele ficava num hotel, a mulherada não deixava ele em paz. Quem mandou ser bonito e famoso, se fosse feio e anônimo não teria tanto "problema", hahaha. Passamos no stage 18, onde Hitchcock filmou Psicose. Depois, a gente parou do lado de um estacionamento que pode funcionar como tanque, pra aquelas cenas de mar. Mas como a Califórnia passa por uma crise hídrica, não usam mais. O último filme que usaram foi no filme do Benjamin Button. A guia contou que nas filmagens do Poderoso Chefão, a máfia acompanhava a gravação pra ter certeza que seria retratada da forma correta. No filme King Kong, eles não tinham testado a garra do gorila antes da gravação e no primeiro take apertou tanto a atriz que chegou a quebrar uma costela. Ela chorava, gritava, e os produtores ficaram fascinados com a "interpretação". Coitada! Falou do Tom também, o ator que não usa dublês. Quem Tom? Tom Cruise. Por fim, descobri de onde vem a fama do Camaro Amarelo. Não, eu não vi Transformers... Kkkkkkk...

F6B6BEC2050739BFED1EE0F465B9A18B.jpegF6B79600D266073656BE73AA669266C4.jpegF6B829FBA57DAF8B8FFE9BA582087780.jpegF6B8F79DAC95C42F297015451185B537.jpegF6B9C8F49C83DE5E2766FDBE5E0861E1.jpegF6BAD9DC021C7F70EA803EB229CDC7BE.jpegF6BA68180E024C578B26F3FB9EE57698.jpeg
F6CCD9A9EBE951F6107185EC3ADA6DCD.jpegF6CC05080C0ED7B852FEA47F57A50E87.jpeg

Teria sido perfeito não fosse por um detalhe... Hawaii Five-O não é filmado aqui!!!!! Buááá!!!! Pelo visto vou ter que ir pro Havaí ver o lindo do Alex O'loughlin. Havaí, pode esperar, sua hora tá chegando... Não é lindo o Havaí? Ops...

F6C855EAF97E851C68FD5FF60C84C668.jpegF6C8B637C26545535119DC2F602F2627.jpeg

Sensacional! Não imaginava que eu fosse lembrar tanta coisa. Próxima parada: o segundo letreiro mais famoso do mundo. É verdade que dá pra ver em boa parte da cidade. Mas o desafio é chegar bem perto. Tem um bizu pra chegar bem perto, quer saber? Anota aí: 3100 Canyon Lake Drive. Coloca no GPS e se vira. Falo isso porque é bem chatinho chegar lá. Ruas estreitinhas e muita curva. O ideal é um pouco antes desse endereço, na altura do 3000. Então estaciona mais embaixo e sobe, ok? Quando eu falo sobe, eu não estou brincando. Mas treinei bem ladeira em SF, hehe. Ah, você sabe qual é o primeiro letreiro mais famoso do mundo? Respondo mais pra frente...

F6E5266891053B60AB54EE80A44CBB62.jpeg90_F6E680FAB1DAEAFD239C12CB348F1501.jpegF6EE52AABCFBC5DADF35A25B47855F16.jpeg
90_F6E89EDEEA054CB4E424FE16D737019E.jpeg

Fome!!!!!! Desci a serra, literalmente, e fui pro cruzamento da Highland Ave com a Hollywood Blv. Tem um shopping ali, chama Hollywood & Highland. Mega criativo, hahaha. Dali tem uma vista pro letreiro, mas só pra quem ficar com preguiça de subir a serra. Fui pra rua almoçar num restaurante "diferente". Não me julguem, a promessa era não voltar no de São Francisco. Mas dessa vez não "jaquei".

F6FA9F1497FED53240FFA74E9176883A.jpeg

Ok, fui pra rua. A Hollywood Boulevard é tem o trecho conhecido como Calçada da Fama. Aquele monte de estrelinha no chão por cerca de uma milha dos dois lados da rua. Oi? Tá bom, não precisa ficar olhando estrelinha por estrelinha. Dá uma voltinha lá que tá bom. Se quiser achar o Michael Jackson, é só procurar o cover dele.

F7010E90C2D1A6842C0F56FABA84541B.jpegF701E8BDF9045281B86D52E3E26CDB09.jpegF702B4E0AE7DAE978373CAB3EE50E1B1.jpegF7042357B2ECD3CE6F0EAEFC59F1B46B.jpegF70513BAD122E94995A2AF9E6485A754.jpegF70606B7966322C16B5E258F5CFD4FA3.jpegF7034A25C542E3B8A24C4AE9CB07609C.jpeg

Agora um parágrafo a parte merecem as figuras bizarras que eu vi por lá. Tinha até tartaruga num carrinho p, com coberta e tudo. Achei que era um bebê...

F714F4B1EF45DDB0EC92939FFDAE1A81.jpegF717EABC0D522830DA79889D94B824FD.jpegF71EA8A6D376029E0EC5860D7593546B.jpegF71F86AF0647F55981E0B3E479B62A06.jpegF720481C9295A5BFF252B4BDDD7388A1.jpeg

Estava tendo um evento na rua. Um show do Iggy Pop. Já ouvi falar, mas não conhecia o som. Gostei! De repente eu vejo um cara a cara do Johnny Deep. Quase tive um troço! Estou em Hollywood afinal. Mas não era não. Era um cover dos bons. E tinham outras figuras na rua. Essa região me fez lembrar da Disney, do Parque Hollywood Studios. Mas aqui é real, e a Disney retratou direitinho lá na costa leste.

F7385CB1A5AAF9938708640116C0EBF6.jpegF7390A60AB424BF8FBBB34031D1A85B3.jpegF73992FCBABA33966C8C8896D7A04879.jpegF73A01F194932F570D3E9E2B342AAAB0.jpeg

O teatro chinês fica ali também. Não mudou de aparência desde a sua inauguração. Dentro dizem que é todo extravagante. Mas no pátio na entrada tem uma parada legal. Aqueles blocos de cimento onde a galera famosa deixa pés e mãos eternizados. Uma das lendas dizem que isso teria começado quando uma atriz de 1900 e bolinha teria pisado numa placa de cimento fresco sem querer. De qualquer forma curtiram a ideia e passou a ser um evento.

F75124989EDC0871DFBE9727C8630070.jpegF751EAF6EBFC3AF6230E57285A9AAF88.jpegF752F134B04B25464B5D11EDBFA7E15A.jpegF752665CC2E1B219F259D0FFE3665BA9.jpeg

Por ali também tem o Dolby Theatre. O que acontece ali? O Oscar, gente! A entrega do Oscar. Só me decepcionei por ser dentro de um shopping. Faltou glamour...

F758AB7D9C570C6E811BF5C7F28DB48C.jpegF759535B089AD5F397EF79A3F4F206BE.jpegF759F5C80F8FF5550003C36E1330EFB8.jpegF75A7114C2FA2BAA2ABC60B2DC973479.jpeg

Falando em glamour, resolvi ir pagar de rica. No início dos anos 90, quando eu era adolescente, assistia um seriado que chamava "Barrados no Baile". Em inglês era Beverly Hills 90232. Era uma série adolescente que mostrava o glamour da região. E ao entrar em Beverly Hills você percebe isso. Parece aquela região de casas dos Jardins, em São Paulo, manja? Tudo verdinho, limpinho, coqueiros, um arraso...

F76D976803F179C6545A89D6F432F090.jpegF76E321EFFE1BB4A9A0045D09CC2484B.jpegF76EC883C52378A6E227FEAD0FEB598D.jpegF76F81E0B04CAF0E5A376101AE269C15.jpegF77001EFF719EACEC49A3DB40602D1AC.jpeg

Aí pra entrar mais no clima, fui dar uma volta em Rodeo Drive. É uma espécie de Oscar Freire. São três quadras basicamente de alto luxo. Como tem gente rica nesse mundo. Não precisava esperar muito pra passar uma Lamborghini, ou Masseratti... Barulhentos ainda. Mas todo mundo parava pra ver. E aquelas lojas... Finíssimas! E a turista aqui tirando foto, hahaha. Mas tinha mais gente, muita gente tirando foto. Não era só eu não... Aliás, tinham umas figuras bem esquisitas. Saca o modelinho do cidadão numa das fotos abaixo. A rua paralela, Beverly Drive, também é fina. Mas a Rodeo Drive é a top. Eu ainda desci, parei na rua, coloquei US$0,50 de moedinha no parquímetro... Hahaha... Rica como uma Kardashian... SQN

F78C04D2CC30A47DA0FEC3C6211F7512.jpegF78C94960718F7B005372DB91DD77012.jpegF78B8CECD6EBD97FE3D31F5CE77D6966.jpegF78D5747CAA7056155C8EF091E9CA47D.jpegF7938C6DB4AE4BF6B4581DE211AEBCA9.jpegF78E29BE916E0EF6E78DFB4975C1BA60.jpegF78EAF880D58C7DE2356CE645368ED02.jpegF79018340A50C90B1C664E0D9D6EFD86.jpegF790E962BC1D84B9308E4B563505C815.jpegF7915F0BCEE64B4780E3898B3C59B773.jpegF791F571D731EF352BD57A83754E74F0.jpegF792A549D785CCF081A2C243275DACA0.jpegF7943A70C9E80F4715C0C9AB09ECFED1.jpeg

Ok! Timo to go. Quero chegar em downtown até às 17h30. Depois de um estresse com o gps e com a rede de dados do celular, salvou meu dia alternar a rede de forma manual. Tirei da T Mobile, uma porcaria e coloquei na AT&T. Voltei a me conectar. Cheguei em downtown e achei um estacionamento US$6. Sobre downtown, sem muito a falar. Centro de cidade grande, movimentada, trânsito, prédios altos... LA by night...

F7C2F2B4A5AE640123490EC5BB9395B7.jpegF7C3971C9109694BAFC3E36A1339C3D9.jpegF7C432BC010588E4CF149F4F5E7C156F.jpegF7C4FC5ACB2D06F785186F81E8E72A44.jpegF7C5BF4ADD01B943923240044A0AD947.jpegF7C65940B9098A6E0F31962D2DB9A597.jpegF7C71D6FB2976195EE1F4C25AF0D2A22.jpegF7C78B9AC672BCC85736823AEF14B945.jpegF7C8093DB28D4CDF85406F14FC642DFA.jpeg

Sobre LA até agora. Achei que a cidade em si não tem muito de especial. São Francisco, por exemplo, por si só é uma atração. Agora LA tem seus lugares atrativos sim. Pra quem gosta de cinema, tem toda a área de Hollywood, além das lojas de Beverly Hills, onde, quem sabe, dá pra encontrar uma celebridade. Pra quem gosta de esporte, um lugar pra conhecer é o Staples Center, casa do Los Angeles Lakers. Na chegada, as estátuas de dois monstros sagrados que já fizeram parte desse time: Kareem Abdul-Jabbar e Magic Johnson.

F7EF17D1D2BB430CF610F9DE0431D0E4.jpegF7F002E1904614C6742EF72BCC08A075.jpegF7F0C32FAAE007D9CEF8D6CD2FE98CD5.jpeg

Agora, deixa eu contar uma historinha. Eu não vim até aqui à toa. Não sei se já falei isso, mas, na década de 90 eu adorava NBA. Aquele duplo tricampeonato do Chicago Bulls nunca saiu da minha cabeça. Confesso que depois que o Michael Jordan parou de jogar eu meio que parei de acompanhar. Uns anos atrás até tentei voltar a acompanhar, assistia muito o jogo do Cleveland, time do Varejão e do phodarástico Lebron James. Mas aí Lebron saiu, o Cleveland sem ele não era nada. E o interesse se desfez de novo. Mas ainda tinha vontade de assistir um jogo da NBA. Sei que não será a mesma coisa que a NBA dos anos 90. Do duelo titânico entre Michael Jordan e Magic Johnson, dois monstros sagrados do basquete. Ao contrário dos jogadores atuais (o que me decepcionou um pouco da atual NBA), Magic Johnson, Michael Jordan e Larry Bird nunca se uniriam pra formar um super time. Um queria vencer o outro. O que tornava as disputas eletrizantes. E é resgatando essa NBA pela qual eu era fissurada que eu vou, com um certo atraso, matar a vontade de assistir um jogo da NBA. E vai ser aqui, em Los Angeles... E vai ser um jogo do Lakers... Vamos?

Que barato! Comprei um wrap e fui pro meu lugar. Tudo organizado, sinalizado, lugar marcado. Fui pra ver o Lakers e Kobe Bryant, que eu adoro. Quando time ataca, todos gritam de forma ritmada: "let's go Lakers". É uma espécie de "vai Corinthians". Na defesa, é o clássico: "defense, defense...". Após um começo morno. O Lakers virou e abriu uns 15 pontos. Eu estava morrendo de sono. Cheguei a pensar em ir embora depois do segundo quarto, mas paguei caro demais pra isso, hehe. Comecei a torcer pro time de Minnessota, pra dar mais emoção no joho. O problema?

F856E93DAA0C2CCD1E69C2E6F0E84DBE.jpeg

Os caras não só empataram, como viraram. O Kobe estava lá, grande jogador. Faz a diferença. Tem tudo pra ser o MVP, né não? Só que os caras abriram uns 12/13 pontos. E o tempo passando.

F86BA40DE8DBC3DE9853B17862DD627D.jpeg90_F8693A4801AF5B9F855F0C6BD027A7E1.jpegF86A7C0D9D72C899374791F809E5C6DC.jpeg

Faltavam 2 minutos, os caras estavam 6 pontos na frente. Muita gente já ia embora. Eu já vi várias viradas na NBA, resolvi ficar. É aquela história, o jogo só acaba quando termina. Faltavam 4s, isso mesmo, quatro segundos, o placar era esse:

F86CD97A96AFBEA07369809A44CCE706.jpeg

Posse de bola pro Lakers, era armar a jogada e alguém chamar a responsabilidade.

F86E155CE302985CE9DA667D4AA20DBF.jpeg

Mas não deu! Os Lakers perderam! Eu já estava empolgada torcendo pra eles. Uma pena! Faltou alguém com mais sangue frio pra resolver. Faltou um Michael Jordan. Adoro o Kobe Bryant, jogador fantástico, elegante, habilidoso. Mas ele não é o Michael Jordan.... Ruim pro Lakers, pra mim nem tanto. Saí e vi uma lua maravilhosa. Perfeita pra fechar a noite.

F8A38820DC377F59B043610780F04351.jpeg

Publicado por Akemi Nomura 0:18 Arquivado em Estados Unidos Comentários (1)

San Simeon x Camarillo x Los Angeles

Vou ser artista de cinema...

semi-overcast 24 °C
Visualizar 2015 Califórnia no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Bom dia!!! Gostei desse hotel. Simples e objetivo. Tem até piscina coberta, pena não dar tempo. A vibe aqui é esquecer da vida porque não tem nada pra fazer na cidade, hahaha. E com a neblina e o frio que fez ontem à noite então.... Hoje eu voltei a madrugar, fiquei com receio de acordar muito tarde. Ontem eu fiz as 93 milhas mais lentas da minha vida, haha. Também, 70 dessas 93 milhas foram sinistras, pelo menos pra mim. Eu já sou devagar, juntando a isso as 478 paradas que eu fiz, já viu... Imagina se sair tarde hoje, chego em LA em 2017. Esse próximo trecho não sei se tem tantas paradas na estrada, mas tem umas 300 milhas pela frente. Será que consigo?

Enrolei até o dia amanhecer. O mar aqui é forte, com indicação de corrente Rip. Também, com essa água gelada, só maluco mesmo. E maluco não está nem aí pra corrente rip. Está 12 °C essa manhã. Mas o dia será quente, cada vez mais. Parei pra tomar café aqui do lado. Pedi o mais simples, reforçado não? Saí às 8h de manhã sem pressa nenhuma...

BFAC53A1C3263158A2CA10057345024C.jpegBFACC985AFE511D08EEFE06F4F15D6E3.jpeg

A neblina de ontem é muito comum nessa parte da estrada. Estamos no nível do mar e esse foggy faz parte da combinação que tornava a navegação na costa perigosa no passado. Já peguei fog pior subindo a serra de Santos pra São Paulo.

BFBE5AD3E0958B52A39F648BF8253BE4.jpegBFBEFE6C0D8C212394957C6F902D3B28.jpeg

Nossa, teve hora que o fog ficou forte. Faróis acesos, velocidade reduzida. Em San Luis Obispo tem uma junction da HW1 com a 101. Aí é pé embaixo. Na saída pra Pismo Beach, tem o desentrocamento dessas duas highways e eu volto pra HW1. A partir de agora, Pacific Coast Highway. Dei uma paradinha em Pismo pra esticar o esqueleto e ver a galera surfando perto do wharf. Saindo dali, sem querer eu caí num outlet. Estava fechado ainda, mas é bom deixar registrado: Pismo Beach Premium Outlet.

BFE31CD5D747644C255CAAADC4EEE658.jpegBFE3C0E8DB00C78E42313D22122F6B0C.jpegBFE44802F4A1FAFF502A8C0BE91F4354.jpegBFE509AC9D90FEF3C20FC8912908B1DD.jpeg

Lembra que eu falei na saída de SanFran que o GPS teima em te jogar na 101? Pois é, na saída de Pismo Beach ele fez isso. E eu fiquei p da vida. Dei um migué e consegui convencer ele de me levar de volta pra HW1. No final foi bobagem porque era um trecho bem sem graça. Era um trecho ora meio rural, ora meio feio mesmo. Talvez fosse melhor ir pela 101...

C00ACE75DFDD988389F83957BD0B7472.jpegC00B656CE7BC06E6477B7C6944E67EC4.jpegC00BCEDFC2B0A2AACA50B658FF2FC245.jpeg

Até que o dia começou a melhorar. Não sei se o dia bonito melhora a paisagem ou meu humor... ou os dois... Rsrsrs. Passei na frente de uma base militar, até dei uma encostadinha na entrada, mas nem pensei em perguntar se podia visitar. Ver esse monte de militar fardado não ia prestar, hahahaha...

C01450309114AB9EB273B996DD4FFDF2.jpegC01F23D4F9A9AC03193A1436A2C1B41B.jpegC01FA59BA9E92BC7B9E0933F76402D58.jpeg

Depois de mais fog e menos fog, cheguei em Santa Bárbara. Gente, que cidade fofa! Casas baixinhas, tudo verdinho, tudo fofo. Fui direto para a Old Mission de Santa Bárbara. Existem várias outras missões dessas na costa da Califórnia (lembra lá em Carmel?), uma lembrança da presença dos franciscanos na região. Essa foi a décima. Foi fundada em 1786 e é um lugar que emana paz, né não? Dei uma volta lá dentro, um barato as caveirinhas no cemitério. E uma simplicidade só no lugar. Deixei marcadinho o lugar de onde eu venho...

C04F59149FA59E712138ADD433C878F0.jpegC0503C7F0BF7D9E6E55652E1E58EB051.jpegC050CE00F141835CB87C8088818402CD.jpegC051914EA1BCE13B166A0C235E8E99AC.jpegC0521F4801E259C3CC83F22D71C5DBB6.jpegC0529C0BED5008D71AB05A8EF8D69B2C.jpegC053504DF0D51697AED7B9EFD102D9D0.jpegC053DF09D267C7F6AFB781F3FB5B8FF7.jpegC054DD5AF81AEC6553B8E8AF662427AE.jpegC0545BC59755FF12EBC54A8BB1759969.jpeg

Dali, fui dar um rolé na State Street. É a rua movimentada da cidade. Fofa! Várias quadras pra ficar andando pra lá e pra cá. Na parte mais baixa tem um shopping que chama Paseo Nuevo. Estacionei ali e fui caminhar um pouco e comer algo. Gente, olha essa cidade que gracinha!!!!

C0868381FB0D89D6A10FD1353606AFA8.jpegC08729F7908D2F2B9EA36C1A458DD6D7.jpegC087A7DEFC5964E2C3183E7DC3D30844.jpegC0882CEF0654679122960476C56BD9FC.jpegC088CF4FDF63030F0F21E06766E2DCA6.jpegC0895A11E958B5D85880D680E4AAE338.jpegC08ACDBED39559030F55745359CA7F00.jpegC08A0108A56D78862B6D457DDE5CAFDD.jpeg

Quando saí do shopping, o céu estava encoberto. Quer saber, mudei de planos. Eu ia passar em Camarillo e terminar o dia em Malibu. Aboli Malibu do plano. Fui pra Camarillo primeiro, peguei a HW1, que ora se juntava com a 101, ora se separava. Eu não sabia mais quem era quem, haha. Cheguei em Camarillo e tinha um shopping do lado do outlet. Primeiro o shopping, tinha uma Target, uma Ross e um Walmart. Show!!!! Comprei algumas coisinhas pra mim e pra terceiros, hehe. Cynthia, não achei a peruca ainda. Essa frase vai soar engraçada pra quem não sabe do que se trata, hahahaha. Achei coisinhas na Ross, ueba! E no Walmart não tinha nada demais, hahahaha. Nessa brincadeira lá se foram duas horas. Abasteci o carro e fui no Camarillo Outlet Premium. Posso falar? Fraco! Eu só queria um tênis novo! Snif, snif... Tinha uma Nike lá, mas eu queria Asics. Triste sina.

C0A55DB1CDC1941B7A2CC7F1519D5111.jpegC0A70F7ECD2ECC587E463467ECEF5807.jpeg90_C0A8C83F9C19B9B847A37A17F1CD4184.jpeg

Quer saber? Cansei! Foram mais de 300 milhas até aqui. Ainda faltavam umas 50 milhas pra LA. Saí dali e peguei a 101... Vrummmm.... A velocidade era 55m/h e eu estava a 70m/h (tem gente que ia ficar bem bravo comigo, hahaha). Queria chegar logo em LA. Eu sei, é feio fazer isso, cadê o papo de gente civilizada, blablabla.... Saco! Tô cansada, mau humorada.... Kkkkkkkk.... Olha a surpresa que as primeiras placas de Los Angeles reservaram pra mim... Trânsito....

C0B1BA12A97DFAA3A2D1BB7BCA749E40.jpegC0B37F8EB18D5C85B0F5EF296C4DA723.jpeg

Castigo! Castigo! Lá vou eu, umas 20 milhas no ritmo Marginal Tietê no fim do dia sentido zona leste, hahahaha. Pra eu não me estressar, coloquei umas músicas e fiquei cantando pra ver se o tempo passava. Quando as luzes da cidade apareceram, nem acreditei. Ufa! Agora faltava pouco, eu já estava dentro da cidade. Que bom! Bora pro cafofo na Sunset Boulevard! E é bem confortável, olha o tamanho desse quarto....

C0C1DB51F7A81A1EBF3772C7E96BD57B.jpeg90_C0C3E7C492B6C5672F44A8B3F8421560.jpeg

Cheguei na cidade dos anjos!!!!! Uhuuuuuu!!!!!! It's just you ande me and the rain...

Nossa, nem acredito que eu consegui.... Parece bobagem pra muita gente mas eu não estou acostumada a pegar estrada. O máximo que eu dirigia era de São Paulo a Campinas, hahaha. Fui bem além dos meus limites, eu sou demais mesmo, hahaha.... Tô rindo a toa. Encarei dois grandes medos: estradas sinuosas e altura, como eu tenho medo de altura. Apreciei a natureza pura e bruta. Vi um pôr do sol maravilhoso antes de Santa Cruz, no meio da estrada, perto de Davenport. Talvez um dos mais bonitos que eu já vi na vida. Ahhhhh Califórnia, se suas águas fossem quentes e você fosse mais perto eu viria com mais frequência. Sua vibe é demais!!!!

Publicado por Akemi Nomura 22:35 Arquivado em Estados Unidos Comentários (0)

Carmel x Big Sur x San Simeon

O sol abraça o meu corpo...

sunny 22 °C
Visualizar 2015 Califórnia no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Bom dia!!!!! Acordei tarde, droga. Quem mandou ficar lutando contra o sono ontem. Já são 7h40. Droga de novo. Deixa eu arrumar as coisas rapidinho aqui. Mas não sem antes comemorar a vitória do Coringão antes, hahahha... #vaicorinthians #maisliderdoquenunca

Hoje é dia de mudar de sede. Cheguei a sair ontem à noite pra abastecer, mas o estacionamento estava bombando, e chegava mais carro. Eu com certeza perderia minha vaga na porta do quarto. Desencanei, vou agora. O trecho conhecido como Big Sur é a maior concentração de "uaus" no caminho. Será mesmo? Veremos! Bom, fui abastecer e pra variar foi aquela novela. Parei numa bomba, mas o tanque ficava do lado oposto e a mangueira não chegava lá. Mas antes, tentei lassar o cartão, como não deu, fui no caixa e dei US$100. Ele liberou a bomba, mas, como expliquei antes da hora, tive que trocar. Depois que troquei de bomba, deu certo. Completei o tanque e fui buscar meu troco. US$40 por 3/4 de tanque, tá bom?

Aos trabalhos...

large_87DBF7C197C59E3A193AD0D92E277CEE.jpeg

Peguei a estrada, de Point Lobos State Reserve tudo era novidade. No final do século XVIII, os espanhóis que viveram neste trecho chamavam o litoral de "El Pais Grande del Sur". Desde então, esses 160km de litoral em meio às rochas ficou conhecido com Big Sur. E como todo o litoral da Califórnia, sua maior parte é intocada, vida selvagem, natureza bruta. Muita coisa você só chega a pé. Aí você vai indo, indo, para aqui, para ali. Para onde der vontade. É engraçado nas paradas pouco mais a frente eu já conhecia as pessoas, haha. Não tem como parar a cada KM, senão chego em LA em 2016. No começo parava mais, depois fui diminuindo.... E fui indo.... Essa região é mais natureza do que história. Não tem muito o que falar. Vez ou outra aparece algo como a Bixby Bridge. Esse viaduto foi construído em 1932 e por muitos anos conservou o título de maior vão de arco único do mundo. É meio "parada obrigatória". E vamos indo, vamos parando, vamos....

809C1CACCE136DEB31C46A61907AA878.jpeg809DEAE8E4B444816CB93CFD07D464BB.jpeg80C1EB3BCC0A6651A459EDC93135BEF3.jpeg180_8102D8E0D976ECFA21A2C5C7D2EE32ED.jpeg82B3B2D9A1DB1025F9A890D7BF8176E4.jpeg82B51B30D8FD8540BB76442BB5EA217D.jpeg180_82B1ED2D02070BF152BF53A0B7C1CAA4.jpeg
90_82D1C05DA786923A5673F4BC3BAD78FB.jpeg82D306059630CC2617081CA21DBE7CC8.jpeg82D41174E520ACD964A1C27150829506.jpeg90_82D5978607EBB015D475EBF68CEB74FC.jpeg

Depois de muitos uaus de encostas, mar, sol, etc, entrei numa parte mais fechada, dentro da Floresta Los Padres. Aí já não é mais uau, é "ohhhhh". Entendeu? Dependendo da curva ou descida vira "uhuuuuu". E quando você sobrevive à curva ou a descida já vira "yeahhhh". Bem que a Rosana me avisou que não seria fácil pra mim. Cara, eu sei que eu estou dirigindo e tenho que ter atenção, mas sabe aquela olhadela básica de canto de olho pra ver a paisagem? Tinha hora que eu nem tinha coragem. Parar em alguns pontos então, nem deu. Eu tinha impressão que o carro ia derrapar naquelas pedrinhas e ir parar lá embaixo. Sou muito medrosa mesmo, hahahaha. Mas dentro do possível, até que eu fui bem...

82E45FABC7B349B62C8C1F56BBA82807.jpeg90_82E5D0E8A928C86D91264D48C5D500E0.jpeg82EE3D4F9463D97639504B5F8C3CFC4E.jpeg
87CE464AE517CBBA60E484FD8B72D910.jpeg830738DCFB63A23AF96A61C1B38402BA.jpeg90_832B000DC994CF26AD4AA1E0EA401131.jpeg833113C9A81A372E7EFADCC70C95A550.jpeg87CD7ADEA5762233E387C381C414848E.jpeg

Não dá pra parar em tudo nem narrar tão detalhadamente cada ponto. Só ir jogando as fotos mesmo. Gente, cada barranco... Medo!!!!!! Passei por um restaurante chamado Nepenthe. Fica num lugar show. Dizem que algumas celebridades hollywoodianas aparecem por aqui de vez em quando. Não é à toa que eu parei por aqui pra tomar um café... Meu destino é ser star... Ahahahahaha...

8053FB6BB0433901A58DEAE9347AED92.jpeg833113C9A81A372E7EFADCC70C95A550.jpeg84E59AFB9471DD463150FD049B3263E5.jpeg84FC78E8BD55F0D6A199AC5330EE41FA.jpeg852CCAFEB8888813521F3FF344B3C260.jpeg85420BB8E22536E9EEA5DB7B4CD921BF.jpeg

Eu acho que nenhuma foto vai expressar o que eu estou vendo aqui. Numa das paradas, vi vários golfinhos, muitos mesmo. Não teve câmera que registrasse esse momento. E quando eu menos esperava eu vi um mar azul clarinho....coisa linda. Essa é praticamente uma viagem espiritual. Essa paz de espírito de estar no meio de uma natureza tão intocada não tem dólar a quatro reais que não compense. Bora pra estrada...

85436E7BEBFA0037EE841078CC2075CE.jpeg8544D66EBE7D390EF0ACF1E78591EB38.jpeg90_85466F29E52B783D407EF2414250BC3A.jpeg180_8547893F0A6E7A0E4E37ECC5B8B668A2.jpeg
857066ABEC0BD53769AEC1FF2B1B947C.jpeg8574C000A11381C208D0E8ED924795E1.jpeg
90_855B35D8CE69A57CD807CAB7889AF456.jpeg85F64888F1CDB978EE460F487E32FF17.jpeg85FB18839538EB0C38C9A59D0E93E594.jpeg180_85C1E274AA06AA8A192BFEA13081A2C9.jpeg8600B6CEFEDAB29295789F00D5F5BC2A.jpeg868493BBDEADE2E4B6BBFABA429DF1F9.jpeg869B48BC0FD4E4F95CB192B897306B15.jpeg180_86A1EFC7AAEAA40D3B05C133161CB310.jpeg90_86A7A8AFD4100DA22258C1E7F79D8ED3.jpeg86D02B9905537D695587F6C8CA31BBEE.jpeg86DF821DBEFD957B1AA13036C9DD3C51.jpeg

Depois de muita emoção num sobe e desce, curva pra lá, curva pra cá, saí da parte da floresta e veio uma parte mais plana, reta e baixa. Quando eu comecei a achar meio boring veio a surpresa. Passei por uma praia cheia de montes brancos... que se mexiam... Eram eles, os elefantes marinhos!!!!! Fiquei tensa porque não podia parar ali, nem acostamento tinha. Pensei em dar uma encostadinha, não vinha ninguém. Mas aí eu vi a placa de point view. Desestressei. Cheguei no point view, saquei minha câmera e fui lá, ficar de bobeira. Essa região chama Piedras Blancas. E eles de longe parecem pedras brancas, será que é isso? Não sei, mas é engraçado eles dormirem com o barrigão branco pra cima. Aqui não é "uau", nem "uhuuu", nem "yeah", nem outro som senão "ownnnn".

90_86F860D7A5F08E9374B782EC6B68C077.jpeg870FA91CC80BE14E60E0769251D91D1B.jpeg90_8728694EF4C4475E63BBD555E99C7383.jpeg90_8729F03CF1150F61927F43A1A2104C58.jpeg

Tem muito, mas muito mesmo elefante marinho. É no desenho do Pica Pau que tem um elefante marinho? Eles parecem um cartoon. Eles não são tão bonitinhos quanto os leões marinhos, o som deles é mais discreto, parece estômago roncando (fiquei na dúvida se não era o meu, haha). Tem uns enormes... Tinha uma galera brincando na água, mas a maioria estava no sol, na areia. Eles se amarram num bife a milanesa, ficavam jogando areia neles. Pra sair do mar e se juntar aos seus, eles vão aos poucos, andam e param. São mais educados que os leões marinhos, não passam muito por cima do outro. No início do século XVIII, os caçadores de baleias caçavam elefantes marinhos por causa do óleo. Décadas depois, chegaram a achar que eles teriam sido extintos até descobrirem um grupo pequeno na ilha de Guadalupe. Todos os que existem hoje descendem daquele grupo. Essa praia só começou a ser habitada recentemente. Em 1990 tinham doze, em 1996 já tinham nascido 1000 e hoje já ultrapassam 15 mil.

88B71D4AF2EA08C555D9E7A0A0E526D7.jpeg88BA8816034AE4B4D1162EC9D85D824F.jpeg88C3289F07C436FF78A27B1757E567C0.jpeg88CBC881B2DF7D43E108B4737A803A41.jpeg88D03F04DE70729EE3AE05B71B3640BC.jpeg
87CF0530E492D7ACE6A9B916AAC6B89E.jpeg87CFA5F3BED10643ED084253C2BB5620.jpeg

Uma paradinha pra registrar que eu estou aqui...

180_86E7E875C0ED4C8DB33EDF89F7D65E93.jpeg

Saindo dali, fui em um monumento histórico, o Hearst Castle. Apesar do guia da folha falar que é um dos pontos mais famosos da Califórnia, eu nunca tinha ouvido falar. Minto, tinha lido uma vez no instagram da Sheila, que fez essa viagem recentemente com o Ronaldo. Antes disso nunca tinha ouvido falar. Foi construído por um cara cheio da grana, um tal da William Hearst. Parece que era um magnata da mídia. Um cara que não sabia o que fazer com tanto dinheiro, com certeza. Tipo, o lugar tem 115 cômodos. É enorme. Maior que a Casa Loma lá em Toronto. Só que, o que aconteceu. Cheguei lá e dei prioridade aos meus instintos mais primitivos: banheiro, comida e wifi. Quando estava comendo ouvi a chamada para o último tour. Não deu tempo, tinha fila de espera e já lotou. Desencanei... Amanhã não vou ter tempo de voltar, então, paciência. Não ia dar pra ver tudo mesmo. Eu fico imaginando quem faz essa rota em um ou dois dias. Imagino a correria...

873481A39DAF471F6D20EC197C38DAC9.jpeg

Fui pra San Simeon. Até pensei em desistir de parar aqui, mas voltei atrás. Parar em San Luis Obispo talvez fosse melhor, mas esse hotel já está pago, fiquei por aqui mesmo. E San Luis Obispo é coisa de 30 milhas daqui. Eu não vi outra coisa na cidade senão três ou quatro restaurantes e hotéis. Dei uma enrolada básica no hotel e fui tentar ver mais um pôr do sol. No começo, tinha uma camada de nuvem que deu pra perceber que não ia rolar imagens fantásticas hoje. Desencanei. Dei um rolé pelas três ruas da cidade e achei um mercadinho. Quando saí, gente, uma neblina tomou conta da cidade. Nem o mar eu via mais... Foi um convite pra voltar pro hotel. Estacionei na parte de trás pra ficar mais perto do quarto. Hoje eu não luto contra o sono porque amanhã tem mais HW-1.... O hotel é bem bonitinho, né não? Fiquei no térreo. Se fosse na Carolina do sul eu ficaria preocupada, hahaha. Quem assiste ID vai em entender o comentário....

90_8794A3CCB91B97A38815F62A43907F5A.jpeg
87367A9FEF1153076E3F268CB27271DD.jpeg87A65C7C9AAEBF91CF8139D547170B51.jpeg87A9705FE98D83D0381BD816B46E4451.jpeg

Oh, Califórnia! Nem acabou e eu já estou com saudades....

Publicado por Akemi Nomura 21:56 Arquivado em Estados Unidos Comentários (0)

Monterey x Pacific Grove x Carmel

O vento beija meus cabelos...

sunny 24 °C
Visualizar 2015 Califórnia no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Frioooo!!!! Hoje é a manhã mais fria, certeza. Mas vai esquentar mais tarde. Resolvi sair às 8h pra evitar a multidão. Aqui não tem café da manhã, então vamos de BelVita mesmo. 4h de energia, será? Fui sem GPS mesmo, cheguei na Larkin House. Essa casa simples foi construída em 1832, na época da colonização espanhola. É considerada o estilo de Monterey.

47C8E9669C8371CF13B811DA6901B13C.jpeg

Duas ruas acima tem uma sequência de três casas. A Gordon House, construída em 1850, com madeira vinda da Austrália. Depois vem a Ketcham House, o escritório do defensor público e por fim a Casa de la Torre, construída por Don Jose Joaquin de la Torre, prefeito da antiga Monterey. Na rua de trás, a primeira prisão da cidade.

47EACD74B843170DD89B3276DBA8460E.jpeg47E974C1BD7ACCB8A826C28820C2C7BB.jpeg47D74F89AB2DDC56E471EB49FF7CACDA.jpeg47D5AAD89E47E6AFEF5226CADE4D22D4.jpeg

Do lado está o Colton Hall. A Constituição do estado da Califórnia foi assinada neste prédio. As árvores começam a ter o tom do outono.

47FF6C63EE2C3BCE1BEB8D882BFF2D51.jpeg48012B5391EF0C2A40968C0FB8271874.jpeg47FDD74EA9523E40FBEF456B3BED921F.jpeg47FBEA3A9E20088E9CB7E7654B34E2F2.jpeg
90_53D15261F1730D28F81D27AB04386AF3.jpeg90_53D21544F67AB617AAE9D1A57575C879.jpeg

Antes de seguir pra Pacific Grove, dei uma paradinha perto do Wharf só pra ter certeza de que eu tinha passado ao lado do prédio do Customs e não tinha visto. Batata! Estava lá onde deveria estar....

48185B9A03B9D34475ED320804122420.jpeg48290ABB9DD4EA7E0BC4797EF3BBBE3B.jpeg

Voltei pra Cannery Road. Vazia! A galera que curte mergulho estava numa praia. Ontem eu esqueci de falar desse prédio no número 800 da Cannery Row. É um antigo laboratório de "Doc" Ricketts, um notório biólogo e bebedor de cerveja. Hoje funciona um clube privado. Massa! No final da rua fica o aquário de Monterey, um dos mais famosos dos Estados Unidos. Não animei ainda...

4835768406F4A1F1795B8B04DCE3E6D2.jpeg4837197EC9A83D7F337F0FC856A8AB65.jpeg48389DF3B4AE9A69116B0401310FB19E.jpeg483A5BE9B956BA3A502B7A52118D290A.jpeg

Peguei a Ocean Drive rumo à Pacific Grove. Vamos dar uma volta na península de Monterey? 11 a cada 10 blogs recomendam fazer a 17 mile Drive. O professor de pilates da minha mãe também disse. Vamos beirando a costa então, e ver o que Pacific Grove tem antes de entrar na outra estrada. Ah, dizem que no fim de semana enche, então estou indo cedo pra evitar isso. Turista só sai do hotel depois das 10h.

485079BE0E8220C80E8848983928453D.jpeg
90_53D2E345A74FBBFA097B57B89B09398C.jpeg

Fui pelo trajeto Ocean Drive e Sunset Drive. Queria fazer um relato poético, mas a verdade é que Pacific Grove não tem nada. Não sei do que vive essa cidade. Os parques costeiros são bem americanos. Está mais frio hoje (foi só eu elogiar ontem), tinha muito surfista em algumas praias. Aqui também vem muito mergulhador. Fiz algumas paradinhas na costa antes de entrar na 17 mile Drive.

4851D903B4622D946D2DD5D18CCFF153.jpeg4852EE79ACF29279E66F7650A7A68589.jpeg48546F65CC3BFC0CD53FD52D17241573.jpeg4855B7849523BC8358F5CF11E4A56FEE.jpeg4856EEA3BAACD20ACE1BBF2201816EDF.jpeg
90_53D3B24F0343203B9A077CA0B6878A5B.jpeg

Rota cênica, a 17 mile vai até Carmel-by-the-sea. É uma área privada, tem que pagar pra entrar. Tem quatro portões de entrada. Bora pagar pra ver? Pagar mesmo, a entrada custa US$10. Eles dão um mapinha pra gente se jogar. Essa região tem alguns condomínios, campos de golfe. Parei primeiro na Spanish Bay. Foi aqui que Don Gaspar e sua tripulação acamparam em 1769 quando faziam o reconhecimento da baía de Monterey. Parece que galera faz piquenique aqui quando o tempo ajuda.

48786C32A0158F727E7E7BFE47FDCE2D.jpeg487A07D90DA001ED3DC016912F3CFD2F.jpeg4883C1630C43D30735522C5FD1D354A2.jpeg48882B54A7AA4C26CFDB426340BF45C5.jpeg

O dia está ficando bonito... Isso me faz feliz, haha. Parei poucas jardas a frente, no ponto conhecido como Restless Sea. Essa região tem uma turbulência forte no mar devido às rochas submersas. Combinado com fog e noites escuras, já presenciou muitos naufrágios. E prende a cabeleira porque o vento tá forte...

48936A6BC48F020326047DC5F228A1E2.jpeg4894CF38CEB479EDC138988EE64D823D.jpeg
180_53E35899A523AF864F22683992CF2AF5.jpeg

Bora porque está começando a encher... Point of Joe. Praticamente junto com a parada anterior, esse ponto faz parte da combinação que levou muitos barcos a naufragarem, por acharem que aqui era a entrada da baía de Monterey. Joe foi um chinês, isso mesmo, que viveu aqui no início do século passado. Já vendia bugiganga pra turistas, haha,

489F9360AA1A14958051E95BF396C27C.jpeg48A0E6E99ADE1C662C55FBE2FDA65F09.jpeg48A222D4CA87C94E940BDAD5BD3B18DF.jpeg
180_53FB7190C393DDC5048248F817810783.jpeg

China Rock. Pelo que eu entendi, os pescadores chineses construíram uma proteção contra as rochas. E o dia está ficando um espetáculo. Venham de manhã, galera. O horário é o melhor. A combinação de mar, aves, rochas que parecem colocadas a mão e um surfista maluco tornam a paisagem muito peculiar. Um cenário perfeito!

48AC5C14B4F02E880A29C203E8FE4CC2.jpeg48ADCA8FC38BE24C6424A921BB4CDA96.jpeg48AACFA4B15F18DFB496BA56676C1DDD.jpeg

É o seguinte, parei no Bird Rock e acabei de desistir de ir no Aquário. Apesar do nome ser Bird Rock, aqui é um santuário de vida marinha. Tem uma pedra enorme cheia de leões marinhos e focas, junto aos pássaros. Se você tiver US$0,50, pode usar umas lunetas disponíveis. Se não tiver, que nem eu, puxa no zoom da câmera mesmo, haha. Tem aquele outro bicho também, acho que é lontra, não soube traduzir. Mas não vi, ou confundi com algas. Tem uma placa alertando que dá pra confundir. Fiquei um tempo parada no carro só observando. Muito bonito esse ponto.

48D262E2B54B1FB5CB768A612C5F3A96.jpeg48D3797CA60FB3D3ADD9C5A8A5CF80D1.jpeg
180_53FC33360DDA216B7384EE17FB433FA3.jpeg90_53FE1956D24463758F94AA70CDECB73C.jpeg53FFC5679FFFF6FD53A7F63399B7982D.jpeg90_54232049D28589402E5BF92C51040134.jpeg
180_54361609FB540A7AA888FE1D9BB532D9.jpeg54467B1ACCEE6A7CB24E28D23CAC2EEE.jpeg5447F5B7CBDFAA0B867B419B7F60B91E.jpeg90_544A4203CAAC72BF5B97633901A87114.jpeg544BD49995CFDD2F79C3066D8B6240CE.jpeg

Aí eu fui indo... Dirigindo devagar pela 17 mile. Observando a paisagem da janela até Cypress Point Lookout. Mais uma parada num santuário da 17 mile. Mais um lugar peaceful. Depois, cheguei num dos principais pontos, o Cipreste Solitário. Esse cipreste está lá há uns 250 anos. Alguns guias dizem ser uma das árvores mais fotografadas do mundo.

48DFA615D00B91DBF1C2A5746A7691A6.jpeg48E0F051EBE04410FB5D782C1B59D6BB.jpeg48E2863E948BFB2529C2BAB84069E5F3.jpeg48E3BD00FD336FA4558403918AC9F1FE.jpeg48F96850AAC798F13D24723946E32748.jpeg48FA7874D2AA9276156CE3C8BF8862D0.jpeg48FBCF3EC9FEDC81129F6B2F3C64DB9E.jpeg
90_5471F6DACA94C436DE5DA9BA1C6563FD.jpeg180_5472A8AD94A5D6DDFB2E4019026A9675.jpeg

Quando eu entrei no parque, achava que ia fazer tudo. Mas quando a fome bate... Hahaha... Aquele pacotinho de BelVita não deu pra 4h de nutrição não. Apelei pra mais um. Nesse meio tempo passou um monte de carro velho, ops, antigo. Deve ser coisa de colecionador...

4921EEE4917441792A5B718439B2EBF3.jpeg

Manhã longa, hein galera. Ainda estou na 17 mile. Logo depois do cipreste solitário veio o cipreste fantasma. E toda região ao redor de árvores distorcidas pelo vento.

492C02B2B76E7DAC9A6A398C8D785BA6.jpeg492F9C93DB6A13B7EE8FF3B4D5B4A138.jpeg493295EF0C822A9595C936E297EEC6C0.jpeg49344911091A6FDB5A41AB32D3183718.jpeg4938237CE32CE5C8662B8F3895D8C0A0.jpeg4939AE13D9070C0ECE90D70E5754E8FD.jpeg
180_54737E17F970485C33F233B4C7D92396.jpeg

Perceberam como o tempo mudou? Céu azul, dia lindo. Fui seguindo para o fim da parte costeira. Acho que deu umas 3h pelo menos. Dei uma paradinha num centro comercial, bem fancy, e depois segui em frente pra parte alta, das colinas, da floresta. Queria sair pelo mesmo portão. Como fiz a burrada de esquecer o Power bank e a bateria extra da câmera, achei um bom momento pra fazer um pit stop, comer, recarregar as baterias, literalmente, antes de ir pro próximo ponto.

54937668EEFC3294B87F77F86A057974.jpeg5494E184C28402E18738517AA73EFD63.jpeg54A38DAFCC792FC4D60EFAAF898F6229.jpeg54A38DAFCC792FC4D60EFAAF898F6229.jpeg

Depois do pit stop, peguei o carro rumo à Carmel. Existem quatro lugares recomendados nos guias e blogs: Carmel Mission, Point Lobos State Park, a praia de Carmel e o centrinho da cidade. Como diria Jack, o estripador, vamos por partes.

554DFF41A6779A2BDBC9710C5C437FD7.jpeg

Carmel Mission. Era o centro administrativo de todas as missões do norte da Califórnia. Foi fundada em 1770 e o carinha que fundou, um tal de Junípero Serra está enterrado lá. Foi abandonada em 1834, entrou em decadência, estava caindo aos pedaços quando começou a restauração em 1924.

90_54C0158DBE920FA0960D3258FC01C865.jpeg90_54C1DFB30CA717EF2683B9F75D765DE2.jpeg90_54D02CA2072476AF2B4F2409B224EA69.jpeg90_54D1F931A0323FFCC016B85EB788DCF0.jpeg54E08873CB2E62BA44115535CC9A5088.jpeg

Point Lobos State Park. É um parque estadual gigantesco. Paga-se US$10 pra entrar. Tem gente que deixa o carro na estrada e vai a pé. Anda um bocado viu? É que aqui não é que nem 17 mile. Tem muita trilha, ou seja, além de chegar nas várias paradas que tem lá dentro, tem as trilhas pra andar. Não tem mapinha legal como de 17 mile, então você meio que segue a galera. É muito mar, muito verde, muito bicho. Legal um estado como a Califórnia ter uma vida selvagem tão bem preservada. De longe eu ouvia os leões marinhos conversando.... O animal símbolo do estado é um urso, mas devia ser um leão marinho. Urso eu não vi nenhum, agora leão marinho....

54F32AC205EE2E59003FDAB2DEE71C94.jpeg
5552A609D480A85BFDCE35F5CF7BD4BC.jpeg5553AD1F0654942DD28E3C4436F3981C.jpeg555460FDF80F48F318468F0AB0FA936C.jpeg90_5551E14400416F4AB42FB4EF53F32276.jpeg55552005B910EDB81905ED56E35B0492.jpeg555E9BEFFE3E05E12494634F4890BEEE.jpeg90_54F11157C384748BCDE02CDAD1B9BA25.jpeg
54F81EC4AEA23258BAB3137E96252B1D.jpeg90_54F040B69804693685141D923711479B.jpeg
554EF9A2AE2C40D4DBCFF8636C30CD79.jpeg555010C9B3C73B9AFAD9E84E19A53364.jpeg55510F08D4445B5F0A4FB4DBE0B56308.jpeg54F5D03CB30A5F48B8B2B2981CF45344.jpeg90_54F427FB9EB7854BA4610D6BE05474B1.jpeg
556CA7A3C9ED6BC20A6E5148E2B6EFF2.jpeg556DE0A5B491E0A65482C6DDF997E7DF.jpeg

Centrinho de Carmel. Fica na Ocean Drive. O que tem pra fazer aqui? Lojinhas, muitas lojinhas. Galerias de artes, restaurantes e mais lojinhas. Fica numa parte alta da cidade. Tinha fila numa bakery, resolvi ir lá tomar um sorvetinho. Dessa vez acertei, sem aqueles bagulhos desnecessários. Fui direto pro carro porque tinha deixado numa vaga que podia ficar no máximo 30 minutos. Não vi nenhum tipo de controle, mas, se existe a regra, vamos respeitar né? Povo civilizado não precisa ter controle.

90_5502D5449A83ADBBF83190E84BC255A9.jpeg90_55049BC1C7EF835CC139BB3D258D7DE0.jpeg90_5518E1BEFC1F224962E0CEEC39A98A28.jpeg

Por fim, sorvetinho na mão, praia de Carmel. Aqui não rola calçadão e na orla só tem casa. Eu achava que ia ter restaurante na praia, haha. Dei uma volta até o outro lado da praia, teve um trecho que me fez arrepender de ter ido lá. Sem proteção nenhuma pro barranco que ia pro mar. Tenso! Lembrei lá de Santorini com a Rosana dirigindo subindo aquele morro e eu de olho fechado, hahaha. Rosana, se você estiver lendo, pode rir. A cena foi ridícula.

5574856CB94FC9E450BC65C3096FAB17.jpeg557565C301849A7D86AE109E54A21812.jpeg5576345D002F38474D82EAAF6CC89375.jpeg55771074DA68718A091A6FE0D7EB8474.jpeg5577FBA9C30ABE6FBE00ACC01A7EA8EC.jpeg

Resolvi voltar pro início, encostei aqui pra esperar a natureza fazer a parte dela. Não me canso de ver, sabia?

5578EC5BF5CAB0C57F9EC0C32A9EDDC4.jpeg
90_5510DFE2CE0C98DC3FCA48CFE23956D5.jpeg
558F3DC7EA6DD62BBFAC5621785186B6.jpeg55880D6ACC7F7E4F27A7156B158042AA.jpeg5591A347A7FC7100AA31EB10164CECD8.jpeg559298A8E93D699FACC957DDCA4C4A9A.jpeg

A noite caiu e quando eu olhei pro céu eu percebi que a lua é quase cheia. Mais um espetáculo pra minha viagem. Hora de voltar pro hotel, amanhã é dia de mudar de base. Jantar, descansar e sair cedo. Não sem antes abastecer, o que vai ser uma novela a parte, hahaha.

559F0C160627D8603FDDE74C9C8BB695.jpeg

Gente, e a música? Tinha esquecido... Que tal U2? Vim cantando no carro. Do show em Los Angeles, com toda vibe californiana. Califórnia é uma fonte inesgotável pra inspiração musical... Não há fim para o amor... <3

Califórnia (there is no end to love)

Publicado por Akemi Nomura 23:07 Arquivado em Estados Unidos Comentários (0)

Santa Cruz x Monterey

As ondas mandam em minhas pernas...

semi-overcast 23 °C
Visualizar 2015 Califórnia no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Acordei às 5:40 liguei a TV e fiquei de bobeira. Uma coisa me chamou atenção, na hora da previsão do tempo do jornal passou a previsão do tempo para os surfistas. A Califórnia é realmente um point do surf.

90_209348219E471BCB00C7CDBB517E000B.jpeg

Gente, tomei café-da-manhã hoje. Nossa, não sei se é porque eu estava há muito tempo sem tomar café da manhã mas eu achei muito bom. Tinha de tudo um pouco. Tomei um café da manhã reforçado e voltei pro quarto pra curtir preguiça. Catei uma bananinha pra mais tarde porque já viu, né? O dólar está R$4,mrsrsrsrs. As coisas aqui na cidade são devagar, não adianta correr pro Boardwalk logo cedo.

Fiz o check out e fui direto pro museu do surfe, no alto da West Cliff Drive. Mas a ideia nem era entrar, era a paisagem. O museu é tipo uma lighthouse pequena. Descobri que foi aqui que o surfe chegou no continente, por meio de três príncipes havaianos. Tá explicada a força do surfe na região. Santa Cruz é o berço do surfe continental. O mar estava relativamente calmo, mas próximo às rochas quebravam ondas fortes. E os caras surfam aqui, bem rente às rochas. Inclusive pulam da rocha direto no mar. Muita loucura! Muito legal! Você vê desde moleques aos mais velhos, pai e filho. E fiquei lá vendo os moços surfando pra lá e pra cá. Super curti! Os caras são phodas...

90_209EFA61E7FDF58391E7D0F346C6FEA7.jpeg90_20A0B6D2AB261F6758D865ED6DA3AF43.jpeg20A26BE5C2160642BC18E44CEE6B18A3.jpeg20A440A29F29BF6676C4833FCD35B6EA.jpeg90_20A53B6A9C5EB3A6D8C0D0F279F964E7.jpeg20A72526E6DB3039F9617629BCD82C6C.jpeg
20E5C961BAC3F52E1CA3429FD201A5A8.jpeg90_20E5798D9C7FF48CBE933248D9E7EBF9.jpeg20E6D0E0A126235FC50E267796F06A65.jpeg20E7E83BADC48B041AC61477F34AF08A.jpeg20E8325002B069FB445C9175AFDE9F73.jpeg20E8DF24E12702AA96BD0C6978A3323B.jpeg20E99279B8E1686CA5A2E2CD3A700DBB.jpeg20FB1554C437A0380593104F46AD0193.jpeg

Pausa pra música do dia. Um hino do esporte californiano. Fundo musical perfeito pro cenário. O tempo passou, mas a vibe é a mesma... Beach Boys...

Agora, vou te falar. As pessoas gostam de se colocar em situação de perigo. E pior, se acontece algo, colocam outras pessoas em perigo para socorre-las. Na primeira foto você pode ver na pedra da esquerda leões marinhos curtindo um solzinho. Já na da direita, você pode ver idiotas. Sim, eles pularam a cerca de proteção pra chegar ali.

210B101ACD3BC85EDB37C6311DBB08C8.jpeg210C1D6DAED37156241BE4302F20E159.jpeg

Saí dali e desci pro Boardwalk. É um mega parque de diversões à moda antiga na frente da praia. Ou melhor, bem antigo. Pra se ter uma ideia, tem uma montanha russa construída em 1924. No passeio de madeira toca uma música vinda de um órgão de 100 anos. Os cavalos do carrossel foram esculpidos em 1911. Enfim, é antigo. Tudo daquele jeito coloridinho. Estava bombando hoje. O pier na praia é bem característico dos Estados Unidos mesmo. Eu estava me sentindo uma paulista na praia usando tênis, hehehe. O sol esquentou e eu fui seguir meu caminho.

211848EAE3960F8FFC64416172C08D20.jpeg2119218AFED22F628BB2A272B363B082.jpeg2119EA64C078CCE90DC4732D4A516D37.jpeg21200BDBFD267B95EADCEC943F71D397.jpeg2121F561C70664033B16716DE526F917.jpeg21237C52DADE3A6403F632F0FA341CA2.jpeg2125451A9BE9440650FE3D3776F7F7AA.jpeg21312A33A3AF2E61B4E18C3B2D1CB1D9.jpeg

Tive um pequeno contratempo com o GPS que me custou 8 milhas. Que ódio! Tudo pra dar uma parada na Macy's de Capitola. E não valeu a pena. Tracei então no GPS uma Target mais perto de Monterey e fui. O trecho de Santa Cruz até Monterey não tem muita graça. Dizem que de Monterey em diante é o melhor. Na Target já comprei duas refeições, cada uma por US$3. O bom de ficar nesses motéis é que tem microondas e frigobar. Então comprei aquelas refeições prontas estilo healthy choice. Acho que vou conhecer todas as Targets da costa da Califórnia, hahahaha. Fechei os olhos pra Ross, tinha traçado que iria direto pro hotel. Tinha coisa pra por na geladeira. Mas não deixei de entrar na vibe do Halloween na Target, hahaha...

90_21424075BAB40D20D79EBB7D740F9574.jpeg90_2140AC25AB8C9A85D7F6844DF1A192F0.jpeg

Gente que bonitinho é esse hotel. É tudo aberto, sai do quarto e já está na rua praticamente. Psicopatas do ID diriam que é o cenário perfeito, haha. Essa avenida tem vários motéis um do lado do outro. É Surf inn, Comfort inn, Holyday inn... E um shopping pequeno aqui perto. É simples, mas bem confortável.

214A131DEA9214A307D047CECFB5876A.jpeg214B04EFE8CD547840DFA6C9377ED003.jpeg

Ok, vamos pra Monterey. Se eu perguntar qual a capital da Califórnia, Los Angeles ou São Francisco, você vai me responder Sacramento, certo? Certo! Muito bem! Agora você sabia que Monterey já foi a capital da Califórnia? Não? Nem eu, hehe. Quando a capital passou pra Sacramento, em 1848, Monterey passou a ser uma cidade de pesca. O Fisherman's Wharf é o antigo centro da época da atividade pesqueira e hoje reúne lojas e restaurantes.

215E5674E87A52234859C7D583CC4DF6.jpeg215BCDACBCA35556C0A6FEF0661DE620.jpeg215C883EEF8A83150369B162DD40DD5A.jpeg215D6CD9DCA6E922FB33B8564A323FBA.jpeg2161B9CCCBA4B76E3D79A7BDA20DEF9C.jpeg90_2162CAE9067D36DE7775E081F2EAFA6F.jpeg217C717AF7B258E90DA53600D4E368A2.jpeg21844FBCDB5C5EF7B557886A360A8E54.jpeg217E3CB6CD132092D55965DFA8047C5B.jpeg180_217F7FFDA7E077B2D50E1C5F673A1A84.jpeg

Estava eu saindo do Fisherman's Wharf quando vi uma "pedra" diferente no mar. Olhei de novo e se mexia... Oi? Parei e fiquei observando pra ter certeza que eu não estava doida. Puxei o zoom e pronto, achei! Olha ela ali. De acordo com a criancinha do meu lado era um seal, uma foca. Também acho que é, dava pra ver até o bigodinho... Que fofo!

2190C933FFF7308A2BE34DBCCBA9AA3D.jpeg219169D4C2CC091286220F96D2203B9F.jpeg2192238BD1697D54E6F52F2EC42A395C.jpeg

Fui pegar o carro porque o prazo do parquímetro estava expirando. Tinha muita gente nas redondezas, hoje é sábado, é isso? Nem lembro que dia da semana é hoje. Esqueci de ver a casa onde funcionava o customs. Amanhã eu tento de novo. Sem querer eu me deparei com uma casinha antiga, bem antiga. Era o primeiro teatro da Califórnia.

21C36F86B1B46F12788F4EF9B3C33731.jpeg

Depois, fui seguindo placas e cheguei na região conhecida como Cannery Row. Essa área portuária já foi o endereço de mais de 20 fábricas de sardinha em lata, que eram pescadas na baía. As fábricas chegaram ao auge no início dos anos 40. Em 1945 as sardinha desapareceram (talvez pela pesca excessiva) e o local foi abandonado. Muitas fábricas foram demolidas. Mas aí veio algum visionário e revitalizou a região. Alguns prédios antigos hoje abrigam restaurante, lojas, cafés. Ficou uma rua bem movimentada, eu diria que bem divertida também. Na parte de trás, algumas crianças malucas se aventuravam nas águas geladas do Pacífico.

21D08783F2681E142AC7390F45B24EFD.jpeg21D231D80517320E2AB9D63BDE264396.jpeg21D408D3B842CB66B362D9CC31BB34E0.jpeg180_21F9C963A1940BED485330D2D2E8BE44.jpeg180_21ED24B9BC556B3A4899A1F27C98B6B6.jpeg21FC854ED1230325257F8C915224D3A7.jpeg180_21FAE407C5A69E44904D3EAFF023DD64.jpeg21FEBDF3093418A956AF5BD665522BB5.jpeg22009758D38636DA15EAECFF2940FE8E.jpeg

O blog do Ricardo Freire recomenda parar em estacionamento coberto e, caso esteja com mala, não deixar aparecer. Como eu estou fazendo o trajeto devagar, não estou carregando mala, então ficou na rua mesmo. Mas tem parquímetro hein. Aqueles bem modernos, hahahaha. Mas é bom que vou me livrando das moedas. De repente eu vejo um monte de homens tirando foto de um carro. Gente, é só um Ford Shelby Daytona! Nada demais! Ahahahahaha... Quem lê até pensa que eu entendo alguma coisa de carro. Eu me amarrei muito mais nesse outro com essa suspensão... Não me perguntem que carro é esse...

21EAD94CC154A0C32EBDB385E156D849.jpeg90_21EBEE2A02C331652ECFEAFB729A942B.jpeg

Subi, peguei o carro e fiquei na dúvida pra onde ir. Desisti do pôr do sol, daqui não dá pra ver e o céu não estava muito propício. Depois de dar umas voltas sem rumo e de começar a me irritar com a dificuldade pra parar perto do Wharf, a fome veio e deu o golpe final: de volta pro hotel. Hora de fazer a janta. Não vou oferecer porque é pouca quantidade, hahahaha.

2223B24AB2A90BBCB81BBE3EAE70E50E.jpeg

A temperatura caiu um pouco. Estou surpresa. Achei que ia passar muito frio aqui, até que não. Durante o dia está quente, casaco só no fim da tarde. Depois de ficar deitada no hotel, fiquei com bastante preguiça. Mas fiz uma forcinha e fui no shopping aqui perto. Tinha uma Macy's enorme. Agora, a real? As coisas aqui continuam com um bom preço, mesmo com "o dólar a R$4". Mas a ideia de pagar quase o dobro do que eu paguei ano passado me irrita. Muito! E também porque as coisas aqui são pro inverno, o que não me interessa. Aí foi só passeio mesmo....

Vou passar duas noites nesse hotel. Explico: o ideal seria passar a próxima noite em Carmel, mas, meu, mó preguiça de ficar trocando de hotel todo dia. Foi bom que aqui eu já arrumei a mochila pra próxima parada. Os olhos estão mais fechados do que abertos. Deixa eu ir pros braços de Morfeu. Até amanhã!

Publicado por Akemi Nomura 7:31 Arquivado em Estados Unidos Comentários (0)

(Textos 1 - 5 de 9) Página [1] 2 » Próximo