Um blog do Travellerspoint

Novembro 2018

Allure of the Seas 4/6

Um novo olhar sobre Honduras

sunny 28 °C
Visualizar 2018 CARIBE e EUA no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Bom dia! Mais um belo dia despontava na varanda da cabine. Como sou madrugadora, sempre acordava e ia ver o navio se aproximar do porto e, se desse sorte como ontem em Cozumel, ver o sol nascer. Como o navio se aproximava lentamente fomos tomar café da manhã no Sollarium, lugar que a gente adotou para tomar café. Como nosso deck era o 14, era só subir um andar e estávamos no deck da piscina, restaurante e afins. Já devo ter dito, o café da manhã no Sollarium tem tudo aquilo que eu preciso, ou seja, ovo, bacon, café e aquele potinho de leite. Pura proteína! Depois ficamos ali nas cadeiras vendo a atracação do navio. Um pouco antes de atracar fomos pro sun deck no nosso andar pra ver a chegada propriamente dita. O navio estava previsto para atracar 9h e a saída para às 9h30. Mas pelo horário ia adiantar. Uma vez atracado eles já liberam a saída e, como em Cozumel, saímos mais cedo.

FRCF1386.JPG

Falar em Honduras hoje é lembrar daquelas cenas de milhares de Hondurenhos saindo a pé do país para tentar a vida nos Estados Unidos. Ele falam do estado de extrema pobreza vivido no país e da violência das gangues. Esse cenário exposto na imprensa mundial me deixou com baixa expectativa do país. Em que pese tenha visto fotos do lugar fiquei com uma pulga atrás da orelha. Não sabia o que esperar do local. Tá certo que Roatan é uma ilha ligeiramente afastada do continente, mas.... vamos ver no que dá. Quando comecei a ler sobre Roatan procurei sobre o deslocamento até West View, a praia mais famosa da ilha. Li que de táxi era mais barato porém havia muita picaretagem de alguns motoristas. Fico extremamente receosa com essas coisas ainda mais em um país com histórico de violência. Já tinha lido sobre sequestro na Venezuela e, pior, conheci gente que passou por isso. Então pra não arriscar eu preferi pegar o transfer do resort que nós íamos ficar. Deu US$ 60. Um pouco caro, um pouco mais caro que o táxi, mas com certeza mais seguro. Ao descer no porto rolou um certo perdido. A orientação era procurar o quiosque 7. Então fica a dica, você vai descer do navio, virar a esquerda e depois a sua direita vai ter uma espécie de centro comercial. Procure a entrada que logo você vai ver a porta da saída com vários quiosques. Enfim, na dúvida pergunte, haha. A gente pagou ali o transfer ida e volta. Uma das coisas que falaram é que quem vai pegar táxi tem que combinar direitinho a volta porque acontece deles não aparecerem. O preço mais caro que Cozumel até se justificou porque West Bay era bem mais longe do que a distância que percorremos no México.

IMG_0994.JPG

Honduras é um país pobre, isso já era de conhecimento. Mas pelo que eu tinha lido eu esperava uma situação de pobreza bem pior. Vi muitas casinhas de madeira pelo caminho, casinhas simples, pessoas com suas rotinas, nada que me remetesse ao cenário que eu imaginava. A estradinha até lá é ok também, nada como descrito em alguns blogs. Claro que não é um tapete mas também não é nenhuma batedeira. Só isso já melhorou muito a impressão que eu tinha do país. Em que pese a situação do continente deve ser um bocado diferente que aqui.

IMG_1058.JPGIMG_1056.JPGIMG_1059.JPGIMG_1063.JPGIMG_1061.JPG

Vamos falar um pouquinho sobre Roatan agora. A ilha fica a cerca de 50km da costa do norte de Honduras. É uma ilha estreita e comprida. Roatán já foi um local muito frequentado por piratas nos séculos XVI e XVII. Já foi colônia britânica também. Eles falam espanhol, um pouco do crioule e, talvez pela influência britânica, falam inglês também. A ilha é formada por várias vilas. A maior é Coxen Hole, onde atracam os navios de cruzeiro. O nome veio do pirata inglês John Coxen. Conhecida por "El pueblo", foi fundada em 1835. O trecho entre West End e West Bay é onde ficam as melhores praias da ilha, com águas cristalina e areia branca. Eu tinha lido que em West Bay tinha segurança armado na praia e em West End não. Fiquei pensando se tinha segurança armado deve ser porque acontece alguma coisa. Como estou de férias eu quero evitar problemas então decidi ir para West Bay apenas, o que facilita principalmente pela locomoção entre as praias. Outro fator que me fez decidir por West Bay foi que a uma curta distância a nado da praia você encontra uma bela barreira de corais com uma vida marinha diversa. A cor da água só olhando pelo google maps já dava pra ter uma ideia do lugar.

MAPA01.JPGMAPA02.JPG

Pesquisei, pesquisei, pesquisei e escolhi o Infinity Bay Resort pra comprar um Day Pass. Assim teríamos uma estrutura para utilizar e não ficarmos com canga na areia apenas. Bom, diferente de Cozumel ali não é uma praia fechada como os beach clubs do México. Você usa a estrutura do hotel mas tem gente passando pra lá e pra cá na areia. Isso incomoda algumas pessoas mas eu fiquei de boa. O Infinity Bay fica praticamente em frente à barreira de corais, era só pegar o snorkel e pronto. O Day Pass custa US$20, um pouco caro mas com uma boa estrutura. Não tem comida incluída mas os pratos não são absurdos não. Te garanto que no nordeste do Brasil sai mais caro. Tem um welcome drink também. Atendem na areia ou você pode ir nas mesas do restaurante comer. Eu gostei mas tem um outro que por US$20 além do day pass tem o transporte, chama Bananarama. É um pouco mais simples mas atende bem também. Li em vários blogs de pessoas que ficaram por lá. Ah, outra coisa desses lugares é o acesso ao wifi. Quem está viajando de navio sente falta de uma internet e ali funcionou bem.

IMG_0996.JPGIMG_0999.JPGIMG_0997.JPGIMG_1042.JPGBPQX4860.JPGIMG_0998.JPG

Fotos do resort

A praia! A praia de West Bay é linda! Água clarinha, temperatura agradável, areia branca, coisa linda. Como chegamos cedo aproveitamos a praia antes de bombar. Minha irmã e meu cunhado, depois de colocar a internet em dia, foram direto para os corais. É bem pertinho mesmo, nem chega a ficar muito fundo onde não dá pé, e lá no meio dos corais tem bancos de areia que dá pra ficar em pé. Na volta eles confirmaram que tem mais vida marinha que em Cozumel. Espero que não tenha tubarões, haha. Pra aproveitar que ainda estava vazio meu cunhado sugeriu que minha mãe fosse logo. Ela alugou um colete e eu fui com ela. Ela estava bem insegura mesmo com colete. Compreensível! O mar é muito grande e muito mais forte que a gente. E se tem uma coisa que eu respeito é o mar. Parei, conversei com ela, falei que ela não ia afundar (mesmo com colete ela estava insegura), treinei o "boiar" com ela antes de começar o passeio.

IMG_1004.JPGIMG_1006.JPGIMG_1001.JPGIMG_1002.JPG

Quando vi que ela estava mais tranquila boiando e respirando com o snorkel fui puxando ela devagar pela mão e conversando com ela. Quando não deu mais pé pra mim foi minha vez de começar a nadar. E assim fomos de mãos dadas desbrava as barreiras de corais de Honduras. Cada coisa legal que eu via eu ia apontando para ela. Segurava a mão dela com a mão esquerda, levava a gopro na direita e ia batendo perna bem devagar. Fiquei orgulhosa dela porque sei o medo que o mar pode provocar nas pessoas. Lá em Cozumel ela fez snorkel no mar aberto com auxílio do rapaz do passeio e aqui fui eu. Assim mamãe foi descobrindo as belezas da vida marinha...

IMG_1010.JPGJQID1805.JPGNPTY3082.JPGSNORKEL01.JPGSNORKEL02.JPGYBLG1058.JPGHUGJ1443.JPGHUKZ3800.JPG

Depois de uns 15 ou 20 minutos voltamos pra praia. O aluguel do colete era por uma hora então encorajei ela a ir de novo. Dessa vez fiz diferente porque ela queria me ajudar batendo perna e acabou uma chutando a outra. Dessa vez eu falei pra ela segurar no meu pé como ela fez com a boia lá em Cozumel. E assim fomos indo bem devagar nadar por cima dos corais de novo. Regra básica de qualquer pessoa que respeita a natureza: não encoste nos corais. A vida marinha é frágil e devemos deixar do jeito que está. Não levar nada, não nadar atrás de peixes e tartarugas, passar apenas como observador. Se a gente não perturbá-los eles continuarão lá. Dessa vez fiz uma parada num banco de areia com cuidado pra ela ver a distância que estávamos da praia. Depois continuamos mais um pouco pra aproveitar bem o colete alugado de deixar ela curtir o momento.

IMG_E1101.JPGIMG_E1102.JPGPUGB1573.JPGUFFE2660.JPGLHML2570.JPGHUGJ1443.JPGHUKZ3800.JPGUUYD3447.JPGJUEQ8470.JPGWTDC7206.JPG

A partir daí amigo era só voltar pra aquela vida de mar, cadeira, mar, cadeira... Num desses momentos a atendente veio perguntar se estávamos prontos pra pedir algo. Pedimos um prato de aperitivos com camarão, carne, frango e batata frita. Super light! Comemos no restaurante por ser mais confortável mas deixamos cangas nas cadeiras pra voltar depois. Levamos as coisas de valor por segurança. A parte de piscina no resort era muito boa também mas com aquela praia... não... tô fora! Fico no mar até virar uva passa! Depois do almoço voltamos pra nossa vidinha mais ou menos.

IMG_1046.JPGIMG_1040.JPGIMG_1044.JPGIMG_1005.JPGIMG_1043.JPGIMG_1055.JPGIMG_1054.JPGIMG_1038.JPGIMG_1050.JPGIMG_1048.JPG

Deu umas duas horas e as pessoas começaram a voltar pro navio. O horário era 16h30. Não entendi a razão de saírem tão cedo. Minha irmã começou a ficar preocupada e confesso que eu também. Já comecei a pensar que escolhi a hora errada pra voltar, que tinha que ter combinado mais cedo, que vai ter trânsito, que vou perder o navio. Psicopata total. Nosso motorista viria 15h e tinha nos dito que seria o suficiente. Não tenho noção do que é trânsito para eles mas é fato que o acesso ao porto era por uma rua apenas. Depois que fui lembrar que o pessoal que saiu mais cedo devia ser de excursão do navio pois o período era mais curto (eles chegavam mais tarde e saíam mais cedo). por isso que eu prefiro fugir das excursões do navio. Mas acabou que ficamos prontos pra ir às 14h20. Como já tínhamos levantado acampamento sentamos lá e esperamos nosso motorista que chegou dois minutos antes do horário. O acesso ao porto foi bem tranquilo, teve um pouco de congestionamento mas nada grave. Entramos no navio e ainda teve tempo até zarparmos para o próximo destino. O por do sol hoje também foi de babar.

IMG_1080.JPGIMG_1071.JPGIMG_1082.JPGIMG_1089.JPGIMG_1083.JPGIMG_1087.JPGIMG_1088.JPGIMG_1085.JPGIMG_1090.JPG

Pode parecer bobagem o que eu vou falar mas esses dias de praia, sol, bate uma preguiça. Hoje eu estava com preguiça de ir pra academia. Tomei meu banho e fiquei de bobeira até que eu fui no promenade pra ver o negócio das gorjetas. Eu queria dar uma gorjeta legal pro Wisly, nosso atendente de quarto. Super simpático, ele cuidou muito bem do nosso quarto e das nossas coisas. Ele é haitiano e, depois do que eu vi em Honduras eu imagino como são as coisas no Haiti. Aquele povo também sofre horrores e esse pessoal que trabalha em navio ficam meses sem voltar para casa. Acho que ele merecia um pouco mais. Voltei pra cabine e já separei a gorjeta dele. Minha irmã me chamou na cabine dela pra levar o drone. Eu estava com preguiça e pedi pra mamãe levar. Mas um pouco depois minha irmã me chamou pra ir lá e... surpresa!!!!!!

CTWC8210.JPGJNOG2643.JPGCKIS1110.JPGHFXS7419.JPGBFQA4852.JPGCKII1965.JPGHNXA6343.JPGRPBX6238.JPGRUVA4147.JPG

É foi assim... de repente 40...

NSNL1074.JPGLSZU2515.JPG

Publicado por Akemi Nomura 8:28 Arquivado em Honduras Comentários (0)

Allure of the Seas 3/6


Visualizar 2018 CARIBE e EUA no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Primeira parada: Cozumel! Quatro anos depois estou de volta nesta bela ilha. Como gostei daqui! Não vai ser diferente dessa vez. Fomos tomar café bem cedo, afinal, early birds.... Às 8h o navio ancorou e pouco depois o comandante deu boas vindas à Cozumel!

5D83BCCB-7360-4158-83B7-321165264C56.jpeg

953C1D0D-5EBD-4498-AE7A-95C88F0A85FC.jpeg
058024F0-8F41-45F3-8A96-87C3F39B5227.jpeg

F21CDE94-4057-44C8-A337-B0DF45E9D627.jpeg

D8F8EEDE-1C6A-4622-A0F8-3D6DE75C06E4.jpeg

577F17F3-3331-46CB-8955-E1C1BD0E96BD.jpeg

B47D6C29-1259-4CF3-9610-11CC41CFBA1E.jpeg

17BA2D5B-9997-406E-84FB-2DB71D84C758.jpeg

O Mexico é um dos países que mais me encantou. Oferecem boa estrutura a preço justo, não tentam te enganar, comida gostosa, história fascinante e praias maravilhosas. Não tem dificuldade nenhuma em voltar ao Mexico. Decidimos ir de táxi até o Mr Sancho´s. Conheci esse beach club em 2014 e adorei. Ele oferece duas opções: a la carte e all inclusive. Optamos pelo a la carte pois seria suficiente pra gente. De volta ao Mr Sancho´s.

D490E5F1-6655-42D4-AE49-7A5C59B6D65B.jpeg

1FB7E370-0D1E-4E18-BB66-73056B8DD09D.jpeg

Depois de curtir o mar um pouco fui com o Okis ver o negócio do mergulho. Tem um dive shop aqui dentro: Blue Reef Divers. Nem precisa ir em outro lugar, sai daqui mesmo. A próxima saída é 11h30. Então voltamos pra praia pra fazer nada. Quando o cara que trabalha no dive shop veio com a conta acabou que fechamos o passeio de snorkel pra Harumi e mamãe. Aí era só esperar o horário...

2ECC6503-50E9-42FE-BBBD-A6B5DD1F2D7C.jpeg

Hora de ir. Atravessamos a área all inclusive e fomos pro dive shop. Tinha um casal gringo que ia mergulhar e mais duas gringas que iam fazer snorkel. Era um barquinho e eu fiquei pensando como a gente ia sair do barco. Mas, vamos lá.... Chegamos no ponto de mergulho pra gente descer. O snorkel era depois. O dive master desceu se jogando do barco de costas... fiquei tensa! Mas me joguei, haha. Não tinha outro jeito... Tinha uma gringa que ia pela primeira vez. Menos mal, haha. Bom, depois que todo mundo chegou na bóia já descemos. A moça teve um pouco de dificuldade de descer mas com a ajuda do dive master ela conseguiu. E seguimos num dos mares mais belos do mundo. Eu estava meio tensa mas aos poucos fui ficando maia sossegada e curtindo o lugar. Até minha máscara embaçar... a única solução que eu lembrava era alagar parcialmente a máscara e desalagar. Gente, fiquei tensa! Sofri muito em fazer isso no check out. Ignorei esse fato por um tempo tentando enxergar nas pontas da máscara. Não teve jeito, tinha que fazer isso. Alaguei a máscara e consegui desalagar... agora fiquei bem tranquila em repetir o processo, haha. Agora meu mergulho ficou muito bom!!!! Puta experiência!!! Primeiro mergulho internacional!!!!
ADB1C9AF-CDB7-46A1-A175-B54C6C180FE1.jpeg

AF72CFE6-7B48-45F3-8E15-E2602395AD57.jpeg

3D34102A-9705-4199-AB4B-5173AAB92E24.jpeg
C7DBC799-F489-48E6-BDC7-D9671C087895.jpeg

5D0C7FD4-EB69-4809-8789-817915A4760C.jpeg

09904B55-5C23-4025-B0E3-2F080D6AC4F8.jpeg

3FA43639-5F8A-44E4-A908-81082DA1CC2C.jpeg

Depois de carimbar meu log book voltamos pra nossa área no beach club. Hora de pedir uma comidinha e bebida. Eu ia fazer stand up paddle mas depois do mergulho fiquei com preguiça. Só queria curtir aquela praia as much as I can.

78E97806-1236-4C79-AFD6-2FB1BA5431B4.jpeg

FEA7D4F8-07A4-409D-8836-215BDA045ED6.jpeg

F5023F0C-08CE-4806-8C5E-109E7BBDA161.jpeg

63136541-7BAF-47B4-B74C-A4B15E448784.jpeg

Ok, final de tarde as pessoas começavam a ir embora. Saímos em torno de 16h. Na saída tinha uma fila de táxi. O táxi até 4 pessoas custa $17 cada trecho. Não, ninguém vai querer te passar a perna. No Mexico as coisas funcionam assim. Pouco depois chegamos no porto. Delícia de dia em Cozumel! Até a próxima!

Voltamos pro navio e fomos cumprir a missão: academia! Foi só tomar uma ducha e pronto, bora fazer hiit. Dez tiros de trinta segundos por 1 minuto de descanso. Mais uma missão cumprida!

C7DF306A-759D-474E-AE85-2178E61EE110.jpeg

Fim de treino, corre no sun deck pra ver o pôr do sol!

EA8F90A7-13D1-4E43-9F2B-DFB82ADF45EC.jpeg

Agora era tomar um banho rápido e ir pra noite do “tudo a dez dólares”. Nem ia comprar nada mas acabei comprando, haha. Pegamos uma “pizza aperitivo” no Sorrentos e fomos pra mais um show no gelo.

Hoje geral estava com um sono absurdo. Subimos no Windjammer pra jantar. Aquele jantar formal estava fora de cogitação. Foi só comer e apagar!

Publicado por Akemi Nomura 15:23 Comentários (0)

Allure of the Seas 2/6


Visualizar 2018 CARIBE e EUA no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Dia de navegação. Imagina você de férias num mega cruzeiro no Caribe. Depois do primeiro dia no navio você imagina que vai dormir até tarde. Só que não! Fomos logo cedo pra academia. Pouco antes das 7h estávamos lá. E a academia estava lotada! Gezuis! Povo doido... haha.

4B89FDF8-E482-48B7-891C-1DCCD287313A.jpeg

Bom, compromisso cumprido, dia de fazer nada! Mas antes, café da manhã. Ovos com bacon, pura proteína. De quebra um café pra acelerar o metabolismo com um pouquinho de leite, ou seja, mais proteína. Quem diria que meu café da manhã seria tão pobre de carboidratos, ainda mais nas férias.

Agora o sacrifício era ir pra piscina esperar a hora do almoço. Na “nossa” piscina estava tendo aula de mergulho. Depois teve hidroginástica. Teve um intervalo que deu pra entrar na piscina mas eu preferi a jacuzzi. Mais uma aula de mergulho e a piscina ficou livre de novo. Aí era aquela história, era ficar entre a piscina e a espreguiçadeira. Aí teve uma aula divertida de aqua fit dance. Era bem animada e a seleção musical era ótima.

9AC0D87F-D84B-4060-99AB-DF4C27948299.jpeg
352725CD-E758-47E4-B59E-5D9DE9E7F826.jpeg

749A6D3F-78DB-4E2D-A6C9-480FD3223D99.jpeg

C67F0BB0-4BC6-4F7B-9637-36FE8E4718F9.jpeg

Era hora do almoço mas meu café da manhã mega proteinado não me deixou com fome. Fiquei só acompanhando a aula de fit dance na piscina que estava ótima. Depois cedo à tentação e fui no Wipeout pegar batatinha, nham nham.

C89670A0-DC96-4EF8-B072-20A56D6AD0E9.jpeg
3D26C76C-1F4F-4D7F-B6DE-A960921CD311.jpeg

263590C3-D155-4A46-816F-45CF66181C2F.jpeg
A0DEF3EF-51DB-456A-A6F3-0F66ABC98BBB.jpeg

1E1EB9E0-F0DB-44DC-AB2F-02D192D2B69A.jpeg

Esses corredores do navio não tem fim.

13428461-42E7-4182-8D96-856DAC2D774D.jpeg

E nessa enrolação já eram 13h30. Fui na cabine tomar banho para ir no show do Mamma Mia. A produção é muito boa mesmo. Acho que americanos são imbatíveis na área de entretenimento. Ô povo que sabe produzir coisa boa. A peça me lembrou do show que fui em Sydney só com músicas do Abba. Ah, claro que foi inevitável lembrar da Grécia.
A9B7BFD2-9E76-4526-BE4B-C81B205624CF.jpeg
9D81220E-9C45-4997-8B22-8648838FE615.jpeg

32D7B0BD-859D-4353-80BB-AA300688B6DE.jpeg

Saímos de lá e fomos na piscina procurar os dois. Eles já tinham vazado pra jacuzzi. Como já tinha tomado banho decidi ir “perder” os $10 no cassino. Mas antes parei no Wipeout pra comer uma saladinha. Descendo no deck 4 passamos na entrada do Studio B onde estava tendo uma apresentação de dança no gelo. Pegamos pela metade mas ok! Meu, mais um espetáculo.

E7C8975B-AB80-43F1-8BFC-8CAD38E6F93D.jpeg

04BFF1FF-0678-45A4-BB2A-BF6253CD4DF9.jpeg

C331CC04-07FF-4953-9298-8B352DED71F7.jpeg

Depois fomos no cassino. Cassino pra mim tem que ser brincadeira. Depois que eu perdi os trumps eu parei imediatamente. Eu acho muito viciante isso, é um troço que tem que tomar cuidado.

00D427E2-47F7-405D-8A18-AC0F3F4A47B7.jpeg

Saindo dali encontramos os dois no Studio B. Como tinha tempo ainda fomos na vendinha que estava tendo no deck 5.

Voltamos pro Studio B pra ver a apresentação do gelo completa dessa vez. Foi só pra confirmar que é um show mesmo!

8E8053EE-9E10-44EE-BFAF-C68A31DFCA3E.jpeg

Saindo dali passamos pelo Promenade no deck 5 e paramos no Sorrento’s. É gente, a janta hoje foi pizza. Perdão Dr Roger!

Fomos lá no Boardwalk. Dessa vez o show era o Ocenarium. Acho que nem preciso dizer que foi outro espetáculo pra se bater palmas de pé né? Dois mergulhadores faziam o salto mais alto e um deles é brasileiro. Orgulho!

8EFE9EE4-DF4A-476F-BCBB-4732843CDD9C.jpeg

C49EA57B-1207-49D5-9064-3467CF68F4AA.jpeg

Passou das 21h os early birds já vão se recolher. Amanhã tem a primeira parada!

Publicado por Akemi Nomura 7:15 Comentários (0)

Allure of the Seas 1/6


Visualizar 2018 CARIBE e EUA no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Fiquei esgotada ontem, mas no final deu tudo certo. Dormi super bem essa noite! Se a vida começa aos quarenta, hoje é meu primeiro dia de vida! Acordei cedo e mamãe logo depois. Avisei irmã que íamos tomar café no starbucks porque eu já estava com fome. Pedimos capuccino e um tal de egg bite (uma espécie de omelete em formato de torta). Depois voltei correndo no hotel porque tinha esquecido de pegar uma encomenda. Não estava lá ainda então fomos na Ross dar uma olhadinha... na volta encontramos com eles tomando café no Starbucks. Ainda fomos no Whole Foods antes de sair do hotel. Eu dei uma paradinha na CVS pra garantir um chocolatinho.

650DCEFF-B959-4664-A165-305E3400D0D4.jpeg

E071E483-EAD3-4BD1-8689-1807E66976E4.jpeg

Partiu Dodge Island, Terminal A. O processo de embarque nos Estados Unidos é muito fácil e organizado. Nosso horário de entrada era 12h, mas chegamos lá umas 10h30 e já entramos. Sem fila, sem demoras, sem estresse. Sete anos depois estávamos de volta ao Allure! A Royal é phoda!

263B33AD-289A-4B11-8DED-7F738D7728C9.jpeg

0CDB81F8-961C-4FF5-9828-1202D762D7B3.jpeg

Os quartos já estavam prontos. Como sabíamos que as malas só chegavam depois levamos roupa de academia e de piscina fora. A chegada na cabine foi esperacular! Uma vista apaixonante de Miami! Valeu cada centavo!

466BA859-9D1F-4D46-AEB8-A6046E35A2B7.jpeg
9C9423B5-A38A-4279-BFA6-7627EBA8A8FE.jpeg
BF7C20F5-EC0F-4655-A0BD-129B489439EB.jpeg

67920963-30ED-4EC6-8144-734B755FFEC6.jpeg

E745BA65-0544-4B22-B339-7E9334EE6BF3.jpeg

BB134907-2E22-4FA9-8551-4BFCBDF431A2.jpeg

466BA859-9D1F-4D46-AEB8-A6046E35A2B7.jpeg

3175DCC5-F455-44DC-A643-972286CA4417.jpeg

Já nos trocamos e fomos direto malhar, sim senhor! Corpo em movimento!

0587108A-FC87-4A80-BBCD-B5E60F72A9F8.jpeg

D6C23647-BED6-427B-A6B9-211550063A41.jpeg

7C47FACC-F3C4-463E-A08C-A16CFC299886.jpeg

Depois fomos trocar de roupa pra ir almoçar. Escolhemos o Solarium que era pertinho pra gente. Era só subir um andar de escada. Lembro que da outra vez eu não gostava desse restaurante porque ele era muito “saudável “, haha. Como as coisas mudam... agora foi saladinha, arroz integral, peixinho....
DC195F1C-3390-4C8A-8FFE-D0E49C617813.jpeg

C725B76D-50C5-47DF-9E57-7D1FC849FF31.jpeg
9A14CEB3-290E-47D0-A789-9F79227842D9.jpeg
8FBBB686-5643-4433-B702-23463AAE519C.jpeg

0CD4105C-5CF5-4B20-8C5D-B6C09A80AA25.jpeg

4B9648B6-A13E-459B-ABCE-44F5B71DF243.jpeg
Depois do almoço fomos pra piscina. O navio aos poucos ia enchendo. Certeza que muita gente não teve as manhas de levar roupa fora. Aproveitamos a piscina e depois fomos pra jacuzzi.

54060F28-4E9D-49F5-8C1A-E36EB0F8C0E3.jpeg

Até sermos intimados a ir pro treinamento obrigatório. Já sabia tudo que iam falar: tocou o alarme significa que f*! Pega uma roupa quente, pega os remédios e vaza pro Promenade! Terminado o treinamento fomos pro Solarium pegar uma cadeira pra saída do navio. Enquanto não saía fomos pra Jacuzzi. Lugar tranquilo, sem criança, paz!
FF45E230-5E4D-4CBD-8D60-A54392EACA0B.jpeg

Começou bater um ventinho de fim de tarde fui pra cadeira esperar a saída do navio. Nessa passou um cruzeiro de outro terminal do nosso lado. Nessa hora você tem noção de como esse navio é gigante. Eu fico imaginando como são o Harmony e o Symphony. Na próxima eu vou escolher o roteiro pelo navio, haha. O comandante tocou a buzina. Hora de zarpar. Vista privilegiada de Miami e Miami Beach. Lugar lindo viu? Já estava escurecendo, alguns drones nos acompanhavam, algumas pessoas acenavam, cenas normais de uma partida de navio. Partiu Caribe!
B3798BF3-3B72-4A13-8BE3-89969F952632.jpeg

7F460981-7D01-483B-AF2C-E2AD1FAA7043.jpeg

A7872B55-3FF2-4CDC-AAFA-4B046BC4B869.jpeg
9C5A09A1-137A-44EA-848A-E5BAB6E0DFA8.jpeg

0E3376E0-33D9-4FF6-A26C-3BFCFA1F5145.jpeg

Voltamos pra cabine tomar um banho quentinho, tirar a roupa molhada, enfim, preparar para a janta. Nossa mesa era no Silk, no quinto andar. Comida gostosa mas nada excepcional. Mas isso eu já esperava.

E8C52D93-8288-4ADE-955C-1DD94662DD07.jpeg

FE95560A-A6B6-440A-ABBC-993B53DBCA82.jpeg
83306D72-534C-46B0-B4FD-EE4E3B2E6455.jpeg

Ainda estava bem cansada mas demos uma volta no Cassino e no Central Park (deck 4 e deck 8). Acho que deu! Amanhã os early birds vão madrugar pra ir pra academia! Que dia difícil é segunda feira né? Haha

E0D2329F-7D65-4996-A311-F2AB17844B69.jpeg

EC60638B-440B-4B80-91AC-A4B755C352A6.jpeg

49BC20C5-02F9-4002-9FE9-AFF0BEE11ABF.jpeg
11F03025-F82D-4787-B1AC-22DADC5D7AEE.jpeg

Publicado por Akemi Nomura 19:29 Comentários (0)

Happy 40!


Visualizar 2018 CARIBE e EUA no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Uma novela! Assim eu resumo minha sétima ida a Miami! Eu tinha começado o dia feliz pois meu lance de upgrade foi aceito. Vamos viajar de classe executiva! Viva! Chegamos no aeroporto cedo. Despachamos as malas e pronto, começou a novela!

O voo estava marcado para as 19h05. Embarque seria às 18h25 mas a tripulavam só chegou às 18h45. Tinham quatro cadeirantes pra embarcar o que requer mais tempo. Ou seja, o voo decolou às 19h35. Ok! Tínhamos tempo. Ah, esqueci de dizer que o voo original era às 18h, mas a Latam alterou. Enfim, chegando em São Paulo fortes chuvas fecharam o aeroporto de Guarulhos. Retornamos para o Rio e ficamos uns 40 minutos sobrevoando a cidade. Foi quando o comandante avisou que não poderíamos seguir para São Paulo e que teríamos que pousar no Rio. Previsão de quarenta minutos... segue no próximo parágrafo para respirar..

Pouco mais de quarenta minutos depois pousamos no Rio. Tinha nessa hora 99% de certeza de que iria perder minha conexão, mas me prendi no 1% que me restava quando, ao pousar o comandante avisou que as condições em São Paulo melhoraram e que depois de abastecer seguiríamos para São Paulo. Levou mais uns 40 minutos pra abastecer e minhas esperanças se foram.... Foi quando o comandante avisou que estávamos prontos para seguir viagem, mas estávamos na fila na oitava posição o que levaria, adivinha? Quarenta minutos! Enfim, quarenta minutos depois ainda faltariam mais 20 para decolar.... respira fundo....

Decolamos e pousamos em São Paulo o que seria meia noite. Mas como começou o horário de verão já era uma da manhã. O último voo para Miami sairia à uma e meia, da American, mas sem chances...
Assim começou meu aniversário!

Descemos e não tinha escada pronta pra gente desembarcar (não paramos no finger). Quando a escada chegou, não tinha ônibus.... é de chorar né? Mais uma hora dentro do ônibus... Descemos DUAS HORAS da manhã! Informação da Latam: pegue a bagagem e suba para o check in para a tratativa.... mas.... segue no próximo parágrafo...

As pessoas que tinham conexão internacional tiveram uma triste surpresa. Nossas malas não chegavam.... Depois de muita reclamação e já eram mais de 3h da manhã quando conseguimos arrancar a informação de que nossas malas tinham ido pro terminal 3.... PQP!!!!! Feliz aniversário Akemi!

470F0761-5BB0-45B1-BBDB-6E7D274040B5.jpeg
FDD251E8-572A-4C69-8438-9A6F75B7CF87.jpeg

5D0FA858-73FE-43B3-9997-9DDFF7ADA204.jpeg

Vários bate bocas depois conseguimos que deixassem a gente subir pra trocar o voo e eles se viravam com as malas. Subimos às 3h40 e entramos no fila. Processo demoraaaado! Enquanto estávamos na fila as malas chegaram pouco depois das 4h. No final das contas só tivemos nossa mudança concluída às cinco da manhã. Eu já não sabia se estava com mais fome ou mais sono. Mas o atendente foi tão fofo que nem consegui brigar com ele. Ele até saiu do balcão pra me dar um abraço de parabéns. Deixa que depois eu brigo com a Latam. Já estava sem forças.

Pegamos o vale coxinha da Latam e fomos comer. Sentamos com mais uma passageira que também ia pra Miami. Depois despachamos as malas e entramos. Fomos na sala da Latam porque lá tinha cama. A sala da Mastercard Black estava fechada. Mas a cama caiu bem. Deu pra dormir um pouquinho. Ainda passamos na sala da Mastercard porque eu precisava de um brigadeiro pra alma. Depois de voltar pra sala da Latam mais um pouco fomos embarcar.

3E342DBB-9BA4-4F81-B88F-CADCDCF88F08.jpeg
CD6D77EE-17E4-4359-9EF5-FBCBF3F16839.jpeg
7CB9355B-002F-445B-A42E-303EF6FB7D92.jpeg

ECECC10F-9F26-4CDA-8902-2ACE09203643.jpeg

Enfim, embarcadas! Voo decolou às 10h45. Classe executiva, pelo menos isso.... Agora sim começa um feliz aniversário pra mim!

3D7977C2-2804-4412-893B-9FB276CBF491.jpeg
0AECC6C9-AA5C-414D-AE93-265C5A1DE2AC.jpeg

C6114ADA-B3B4-4BF0-883A-95F03F0A1498.jpeg
2F4F3902-95AB-41FF-A8D9-9E98B16F500E.jpeg

0F26A2B5-7E26-4E58-9671-42671B69BE21.jpeg

Pousamos em Miami 15h45. Depois de mamãe agarrar na imigração por conta das digitais, conseguimos sair. Processo simplificado, sem estresse. Bejame mucho Miami!

D4FFA1BE-E388-4B6E-AEDD-016FC01323E6.jpeg

Fomos pro hotel, tomamos um banho e já eram 19h. Descansamos um pouco e fomos no Bayside. Ainda era meu aniversário e perrengue de viagem nenhum ia me impedir de comemorar. It’s Hard Rock baby! Bora me permitir um pouco. Feliz por fazer quarenta anos! Sem medo da idade, sem paranóias. Como diria uma amiga: “só não faz quarenta quem já morreu”. E estou viva, estou bem, estou “quase” saudável, estou feliz! Feliz aniversário pra mim!

B0603A69-86CA-46CD-85DF-0E3DC8775C01.jpeg
AC99E35E-DCBC-42A8-A6C5-78AA10904227.jpeg
C7F30624-2956-4848-86C8-D83511FF9DDD.jpeg

46FD499B-47C5-4ECD-BCD9-BA4EF94C426F.jpeg
8DBB526F-4011-440D-BBC0-D997A10F4798.jpeg

D38181D7-D808-46F9-94D8-7365777EC39E.jpeg
3498271F-F5A2-4821-9637-26470DAE212B.jpeg

9944723C-035A-4698-A0D2-265F59DA774E.jpeg
7B82F47A-A6E6-4B1D-B923-A57DE1E57B3E.jpeg

5FC4EC1A-4A8A-4CA9-8646-E0555B4E28BF.jpeg

FA2946F3-1F08-4881-A84C-5D53561E1A3A.jpeg

HAPPY FORTY!

68D9105D-CF73-434B-B804-FA993B5DD899.jpeg

“Coisas que a vida me ensinou em 40 anos

Amor não se implora, não se pede
não se espera...
Amor se vive ou não.
Ciúmes é um sentimento inútil.
Não torna ninguém fiel a você.
Animais são anjos disfarçados, mandados
à terra por Deus para mostrar ao homem
O que é fidelidade.
Crianças aprendem com aquilo que você faz,
não com o que você diz.
As pessoas que falam dos outros pra você,
vão falar de você para os outros.
Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.
Água é um santo remédio.
Deus inventou o choro para o homem não explodir.
Ausência de regras, é uma regra que depende do bom senso.
Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.
A criatividade caminha junto com a falta de grana.
Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.
Amigos de verdade nunca te abandonam.
O carinho é a melhor arma contra o ódio.
As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.
Há poesia em toda a criação divina,
Deus é o maior poeta de todos os
Tempos.
A música é a sobremesa da vida.
Acreditar, não faz de ninguém um tolo
Tolo é quem mente.
Filhos são presentes raros.
De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças
A cerca de suas ações.
Obrigada, desculpa, por favor,
são palavras mágicas, chaves que abrem
Portas para uma vida melhor
O amor... Ah, o amor...
O amor quebra barreiras, une facções,
destrói preconceitos, cura doenças...
Não há vida decente sem amor!
E é certo, quem ama, é muito amado”.

Silvana Cervantes

Publicado por Akemi Nomura 9:21 Comentários (1)

(Textos 1 - 5 de 5) Página [1]