Um blog do Travellerspoint

Estados Unidos

Florida - dia 6

semi-overcast 24 °C
Visualizar 2013 Flórida no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Madrugada do dia 17, como eu não dormi ainda, posso dizer que meu dia não acabou. Aqui em Miami são 5h22 da manhã. Ontem acordei na hora de sempre, enrolei pra descer. O Alex já tinha saído, o Julio estava quase saindo. Não tinha muitos planos pro dia, estava nublado ameaçando chover. Dei uns rolés pela região mesmo.

Depois de uma aula teórica de como abastecer o carro nos Estados Unidos, parti sozinha para a tarefa. Precisava saber me virar sozinha. E, depois de parar na Target pra comprar uma fita adesiva para a caixa, parei no posto. Tudo certo, já sei me virar sozinha, hehe. Coloquei US$20, só pra rodar no sábado e chegar até Miami. E foi até demais, acho que US$15 dava. Já que foi demais, fui até um mall em Pompano Beach, numa tentativa de explorar uma Macy's diferente. Não deu muito certo. O legal é que fui atendida por uma brasileira de Vitória. Ela me explicou que eles trabalham por comissão, aí entendi porque eles ficam toda hora perguntando se precisa de ajuda, se quer pagar...

Voltei e parei no tal do Goodwill. Não gostei! Mega mequetrefe a loja! Só coisa de baixíssima qualidade. Talvez se procurar ache algo bom, mas... achei que ia dar com os burros n'água. Resolvi seguir em frente. Parei na Target de novo pra comer uma personal pan pizza, do Pizza hut, e depois fui pra casa. A Juliana ia passar lá pra deixar o dvd. O pessoal já estava se movimentando para ir no jogo do Brasil. A Juliana passou com o marido e o filho, além da Janaína com o marido. Estavam indo passear em Miami. Logo depois o Julio chegou e pediu pra eu escrever numa faixa pra ele levar no jogo... Aiai... Hahahaha....

Saíram todos eufóricos e eu fiquei. US$160 pra assistir Brasil e Honduras? Não, né? Pra eles tudo bem, além de terem pagado mais barato, são momentos raros. Fiquei em casa mesmo. Depois, criei coragem e fui numa Macy's na Glades Road, em Boca. Dancei! Era loja de móveis apenas. Estava ali mesmo, fui na Bed, Bath & Beyond e Best Buy. Minha máquina morreu mesmo, acabei comprando outra bem bacaninha. Fui pra casa de novo, dei um jeito na mala e fui fazer minha última tentativa de uma Macy's. Dirigi 17km até Coral Springs e.... me dei mal de novo. Essa loja era só para homens, crianças e casa. Onde já se viu isso? Antes eu tivesse voltado no Town Center pra ver se algo tivesse passado batido.

Chega! Não tenho que ficar na rua só porque estou aqui. Voltei, já fui tomar banho e fechar minha mala. O jogo ia começar. Coloquei a caixa e a mala no carro, deixei tudo semipronto. E fui assistir o jogo. Esta a caindo de sono. Acabou o jogo, ainda esperei o Julio voltar. Eles chegaram em casa quase meia noite. Conversamos um pouquinho e fui tentar dormir... Pra quê? Preocupada com horário eu não durmo. E tinha que levantar às duas. Então, fiquei deitada esperando dar 2h da madrugada.

Bati no quarto do Julio, ele ia sair comigo. Ainda fez um café rapidinho, não pedi, mas foi bom. Ajudou a dar uma acordada. Eu tinha 70km pela frente. Eu me despedi prometendo voltar. Espero que dê tudo certo no imbróglio da casa. Ele está mega preocupado, não é pra menos. Mas, adorei conhecer uma região nova da Florida. Poderia ter feito mais? Poderia! Mas, pra quê? Eu posso voltar....

Cheguei no aeroporto às 3h30. Devolvi p carro, fiz check in, tudo certo. O engraçado é ficar vendo as pessoas, todas usando tênis de marca, blusa de marca, bolsa de marca... Isso me lembra as malas na esteira quando cheguei, todas afundadas por estarem vazias, hahaha. Julgar? Não, eu faço parte desse povo também.... Deixa as pessoas serem felizes, né?

Esse zumbi que vos escreve, não pregou os olhos, dirigiu de madrugada, termina essa série de posts às 6h da manhã. Até fevereiro!

180_098ECDBA2219AC68170DDC1BE861A21F.jpg

P.S.: Sair de Miami e descer em Manaus é descer na jungle mesmo! É assustadora a diferença de estrutura. Gringo vai chegar aqui e achar que vai pegar cipó ao invés de táxi....

P.S.2: A recompensa veio com upgrade pra classe executiva... Ueba!!!! Aos recalcados de plantão, mooooooorrrrrrrrrrraaaaaaammmmmmm de inveja.... Hehehe!

Publicado por Akemi Nomura 2:02 Arquivado em Estados Unidos Comentários (0)

Florida - dia 5

Quem nasceu pra Ramarim, nunca chega a Louboutin...

semi-overcast 24 °C
Visualizar 2013 Flórida no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Hoje eu entendi claramente o significado dessa pérola do Carlos. Explico mais pra frente. Meus planos se alteraram várias vezes hoje. Madruguei de novo, sem caminhão de lixo pra me entreter. Ia com Alex no Sawgrass, tinha um boato que alguns jogadores da seleção estariam lá. Ele foi tão fofo me convidando, mas, quando eu vi os primos e o amigo chegando, decidi que não queria ser a tia da excursão, haha. Nem tava a fim de ir mesmo....

Fui direto no Walgreens. Achei um negócio que a Paula pediu e a estranha Ruffles de canela do Clayton. Depois, fui no Walmart de novo, pra quê? Passar raiva! O gengibre em pó e a estranha cebola em pó estava US$1,89... Que óóóóódio!!! Acabei comprando mais um de cada. Quando eu lembro que eu paguei uns R$12 no gengibre em pó no Brasil, me dá mais ódio ainda, rsrs. Ah, era aumentar meu ódio, o cadeado padrão TSA estava US$6,44, quase a metade do que eu paguei no Sawgrass.... Tudo bem que o do Sawgrass era Samsonite, mas, mesmo assim, que óóóóódio....

Tá bom, fui no Town Center soltar aquele negócio que apita que ficou preso na blusa que eu comprei na terça. O engraçado é que, se apitou, eu não ouvi e ninguém me parou. Já que estava lá, aproveitei para comprar mais duas blusas... Fui almoçar no Cheesecake Factory, apostei no cardápio Skinny, de até 590 calorias. Foi uma pasta a bolonhesa, sem sobremesa. O problema foi o pão preto da entrada, ferrou tudo! Rsrsrs. Dei uma enrolada e fui pra casa deixar as coisas que eu tinha comprado e esticar as pernas um pouquinho. Estou de férias, eu posso!

Passei na casa da Rosilene pra gente ir no Town Center de novo, mas ela simplesmente esqueceu do nosso combinado. Honestamente? Prefiro assim! Posso andar com calma, sem ninguém vendo tudo que eu estou fazendo. Ela é gente boa, tadinha, mas agora eu quero minha liberdade, nem que para isso eu tenha que ficar sozinha.

Voltei no Town Center e comecei pela Macy's de novo. Dali, fui dando a volta com calma no shopping. Uma coisa que definitivamente não me seduz mais é a tal da Michael Kors. Tá similar à Victor Hugo, com um pé na breguice da Guess. Não, não quero! Namorei bastante a vitrine da Louis Vuitton. Minha bolsa estava lá dentro, eu só não tive coragem de comprar. Deve estar uns US$700. Eu até tenho o dinheiro aqui, mas pensei no meu futuro apartamento na Florida.... Não, acho que não, hehe.

Foi aí que eu cometi um erro, eu entrei na Saks. Saks é uma loja de departamento estilo Macy's. Mas o nível da Saks era o mais alto que eu já entrei. Foi quando eu passei na área de sapatos, peguei um era US$695, peguei outro era US$645, nem peguei o terceiro. Tá certo que um deles era Louboutin, mas, vai ter dedo podre pra escolher sapato assim. Eu nasci pra Piccadilly mesmo, hehe. Parafraseando o Carlos: Quem nasceu pra Macy's nunca chega à Saks.

Entrei na fase de gastar com coisa desnecessária, resolvi parar. Passei na TJMaxx e Marshalls por passar, já deu pra mim. Cheguei em casa não tinha ninguém. Subi com as poucas sacolas que eu tinha e pouco depois chegou o Julio. Falou que ia tomar banho e a gente ia na casa do Toninho. Tá bom, gostei deles, super simpáticos. Ficamos lá um pouco e fomos em um bar aqui perto chamado Bru's. Um bar de esporte, com várias televisões, algumas passando basquete, outras hóquei. Pouco depois chegou a irmã da Rosilene, e ficamos lá batendo pra fechar a sexta feira.

B92F09162219AC68170F7A2250E99A19.jpg

P.S.: Hoje foi o lançamento do PS4. Ia comprar pro Clayton, mas, pro azar dele, as primeiras 48h era apenas para quem tinha reserva. Só no domingo, quando vou estar voando. E na loja da Sony, sold out. Só segunda! Que azar hein....

Publicado por Akemi Nomura 21:23 Arquivado em Estados Unidos Comentários (1)

Florida - dia 4

Em busca do que fazer....

semi-overcast 23 °C
Visualizar 2013 Flórida no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Acho que estou no fuso do Brasil, acordei às 5h40. Melhor continuar assim, logo, logo eu tenho que ir embora mesmo... Minha atração da manhã foi o caminhão de lixo, mega moderno. Tipo, não passa aquele cara correndo na frente pra juntar o lixo e depois o caminhão com vários caras correndo e jogando no caminhão. O morador coloca as duas latas na frente da casa, uma com recicláveis e outra com não recicláveis, e passam dois caminhões diferentes. Eles tem um braço mecânico que agarra a lata, levante e joga no caminhão, colocando de volta depois. Eu devo ser muito caipira mesmo, porque eu achei o máximo.... Rsrs.

Rotina de sempre, café da manhã, Bom Dia Brasil e rua. Fui primeiro no Walmart hj. Não vi nada especial, vou passar lá de novo e olhar com calma. Dali, resolvi ir no Sawgrass de novo. Comprei umas coisas na Carters, pra aproveitar os US$30 de desconto, comprei uma camisa da Polo que eu acho que não vai servir pro papai, sorte do irmão, uns cadeados novos e pronto, já deu. Eu via aquele povo chegando eufórico pra fazer compras, aquilo já me cansava.

781E293A2219AC6817409F66AABDA7D5.jpg

Fui mais pro sul, pro Hard Rock Hotel & Cassino. Muito legal o lugar, é uma espécie de resort. Cara, preciso me hospedar num desses uma vez na vida, em Cancun tem, né? Rs. Passei batido pelo Cassino e fui comer. Pedi uma salada e fiquei atualizando a conversa no whatsapp. Depois de comer, fui perder US$20 no cassino. Podia ter ganhado US$6, mas eu não quis parar. Tudo bem, me diverti.

782208D32219AC6817DDAD190B41BAB1.jpg

Dali, resolvi conhecer Hollywood Beach. Gente, o tempo estava bom... estava.... Ficou nublado e ventando muito. Achei que ia dar um mergulho, que nada, o mar estava forte. Se bem que eu já entrei em mar mais forte que esse em Itapoã (perto de casa). Mas o vento estava meio frio, acredito que a água também, e tinha bandeira roxa, ou seja, provavelmente tinha jellyfish de novo. Melhor não arriscar, né? Pelo jeito dessa vez não vai dar praia... Mas então, minha impressão de Hollywood: não tem aquele calor latino, lá tem americano e muito canadense fugindo do inverno. O calçadão é muito fofo, e a orla é cheia de hotelzinho e pousada, inclusive na rua de trás que é estreita, dando um ar rústico. Acho que é o que eles chamam de art decô, sei lá. Num dia de sol, deve ser gostoso, mas não vai ser pra mim agora....

78283C882219AC68175F63BE50EAE449.jpg

Voltei feliz e sorridente pela I95. Cara, como eu me sinto em casa nessa estrada. Como tem HD aqui... Lembrar é fácil, difícil é esquecer... Enfim, desci na Hillsboro Blvd e parei na Target. Pra quê? Sei lá! Força do hábito... Comprei os dois únicos cadeados com senha que tinha lá, igual irmã comprou em maio, e resolvi voltar pra casa. Cheguei cedo hoje.

O Julio me chamou para ir na casa do irmão dele, que mora aqui na rua, pra assistir o jogo do Atlético. Tipo, de primeira, eu falei não, mas depois eu topei. Cheguei lá, conheci o Jump, o cachorro do Toninho. Quando acabou o primeiro tempo, saímos nós três para o Oba Oba, um restaurante brasileiro em Boca para comer uns aperitivos e ver o segundo tempo. Ainda bem que eu gosto de futebol, normalmente pra mulher esse programa seria o fim, hehe.

Terminado o jogo, paramos no Walgreens e fomos pra casa do Toninho onde eu conheci a Rosilene, esposa dele. Gente finíssima. Julio voltou pra casa e eu fui com a Rosilene na Kohls, uma loja tipo Ross, TJMaxx, etc. Era a única que funcionava até mais tarde. O Town Center fechava às 21h, não ia dar tempo. Foi só pra bater perna mesmo, ela é uma boa companhia, divertida e mega consumista. Já deixamos combinado de ir no Town Center amanhã. Na volta, fui recebida na porta de casa pela cadelinha do vizinho com várias lambidas, rsrs. É uma filhote de 3 meses hiper ativa como todo filhote. Acho que ela não entende inglês, porque o dono chamava e ela não obedecia, hehe.

Definitivamente o Alex cresceu. Está com 20 anos e chega tarde todo dia. Normal na idade dele. Mas é um menino tranquilo, do bem, não dá dor de cabeça. E está a cópia da Eliane, impressionante. Está decidido a cursar medicina. Não sei se a doença da Eliane interferiu na decisão dele, não importa. Se ele usar do aprendizado que ele teve tão novo na formação do médico que ele quer ser, tem tudo pra dar certo. Ele veio me chamar pra ir com ele amanhã no Sawgrass (de novo). Rola um boato que a Seleção Brasileira vai estar lá. Ah, eu vou...

Pra terminar, uma frase que deve ser de uma das músicas dos Beatles, que estava na parede do Hard Rock. Taí uma coisa que o dinheiro não compra...

78202D082219AC6817398F98DF6A5D34.jpg

P.S.: Na saída do Oba Oba o Júlio e o Toninho me falaram que dá pra comprar um apartamento aqui na Florida por US$70 mil. Isso realmente acendeu uma luzinha... Por que não???

Publicado por Akemi Nomura 6:12 Arquivado em Estados Unidos Comentários (1)

Florida - dia 3

It's Sawgrass, baby!

semi-overcast 23 °C
Visualizar 2013 Flórida no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Hoje o dia amanheceu perfeito... pra ficar dentro do Sawgrass. Estava cloudy e windy, ou seja, nublado e ventando. Chegou a chover um pouco, nada grave. Mas como eu ia ficar dentro do Sawgrass o dia inteiro, então... whatever...

De manhã, a mesma coisa. Desci, tomei meu café sem pressa nenhuma, adoro não ter compromisso com nada. Decido e faço na hora. A minha versão mega planejadora foi acabando a medida que eu fui ganhando segurança. E essa versão mais light, sem compromisso, sem correria é tudo de bom. Afinal, estou de férias... Enfim, assisti o Bom Dia Brasil na Globo Internacional e saí.

Fui direto pro Sawgrass mesmo sabendo que ia chegar cedo lá. Como estou hospedada ao norte do Sawgrass, desci pela Sawgrass Expy (acho que é Express Way), e não pela I95. A Sawgrass Expy vai beirando o Everglades (adoro falar esse nome, rs). Fiz esse caminho porque o Julio e o GPS falaram pra fazer. Tem um caminho por dentro, pela Sunrise Blv, mas o Julio falou alguma coisa que não era pra fazer. Enfim, fui pela pedagiada mesmo. O pedágio aqui é baratinho, eu paguei pra entrar e sair da Sawgrass Expy, tipo US$0,75 cada um, na ida e na volta, e era cerca de 25km de estrada boa.

6A91480A2219AC6817F9EF3EB5DDF4A7.jpg

Cheguei 9h30 no Sawgrass. Como as lojas só abriam às 10h, parei na Target primeiro que já estava aberta. Comprei uns bagulinhos, mais umas coisas modernas que o Zé vai dar risada: alho e cebola em pó. Tipo, quem foi o gênio que fez a cebola em pó? Achei fantástico isso! Só não sei pra quê eu vou usar isso, mas... Kkkkkkkkk...

Bom, meu lado metódica bateu de novo. Não me sentia em casa ali. Não consegui deixar o carro perto da Target e ir andar, tive que levar o carro até as redondezas da ala amarela, perto da entrada entre as ruas 1, 2 e 3. Irmã sabe onde é. No final foi até bom, a logística funcionou legal. Comecei pela Calvin Klein, fui por fora passando pela Michael Kors, Prada, até a entrada do Rain Forest. A partir dali, foi só andar, andar e andar. Terminei pela Calvin Klein e descobri que o preço da Calvin Klein estava o mesmo preço na Macy's. Bom, as blusas de ontem valeram a pena então. Olha só, não vale a pena ficar descrevendo um dia de compras, ia ser entediante.

Das 9h30 que eu passei lá dentro, umas 2h eu estava sentada ou na cadeira de shiatsu, ou na cadeira do Cheesecake Factory almoçando. As outras 7h30, meu amigo, foi rodando mesmo. Aliás, aquela cadeira de shiatsu foi minha salvação. Fui duas vezes no carro pra deixar as compras. Não peguei aquele carrinho de carregar compra, preferi usar os US$5 em massagem. Por isso achei o lugar que eu fiquei estratégico (entre as avenidas 2 e 3). As melhores lojas estão por ali. Confesso que eu me surpreendi, o porta mala ficou bem cheio. Nem eu esperava comprar o que eu comprei. Ainda bem que a minha mala veio vazia, rsrs.

6F22B6E22219AC6817BF24CE171201E5.jpg

Por fim, como eu falei, fechei na Calvin Klein. E achei uma bolsa de alça cruzada que eu tanto procurava. Só um detalhe, é uma bolsa masculina. Mas, honestamente, nenhum homem no Brasil usaria uma bolsa dessa. Só o Carlos, eu acho. E eu adorei a minha bolsa (finalmente a altura deu certinho, rs). O naipe das minhas compras melhorou muito, irmã vc ia aprovar...

6ADD54462219AC68179B7C671AF09855.jpg

Voltei pela Sawgrass Expy, Lyons Road e Hillsboro Blv. Olha, é muito fácil dirigir por aqui. Eu ia até parar no Walmart, mas meus pés estavam moídos. E pra quê a pressa, ainda tenho mais três dias aqui... Voltei pra casa, tomei um bom banho, arrumei as coisas, e fui jantar e bater papo com o Julio. Amanhã? Sei lá, amanhã eu decido! Rs. Boa noite.

Publicado por Akemi Nomura 8:30 Arquivado em Estados Unidos Comentários (1)

Florida - dia 2

Sunshine

sunny 26 °C
Visualizar 2013 Flórida no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Acordei às 7h30. Nossa, dormi muito bem. Olhei pela janela e um belo dia de sol começava. Poético não? Rs. Resolvi sair de casa com meu kit praia, vai que... Desci pra tomar café e estava tudo pronto. Assim eu vou voltar mais vezes Julio, não facilita minha vida não.... Kkkkkk.... Assisti uma parte do Bom Dia Brasil e saí.

440F6E912219AC681733FFD5E58D1ADF.jpg

43B5703E2219AC681754EA266C8809A9.jpg

Fui dirigindo pela Hillsboro Blvd até chegar no pier. Dali, fiz duas paradas na praia de Deerfield Beach. O dia estava uma delícia. Enquanto no Brasil o povo derretia, aqui fazia uns 25, 26 graus. Estava ótimo. A praia tomada pela terceira idade, especialmente o pessoal do norte, que desce para o Sunshine State fugindo da neve. A Florida deve ter o inverno mais agradável dos Estados Unidos. Lá estava aquela bandeira roxa, alerta de vida marinha perigosa. Fui ler na placa e estava bem claro o que era: JELLYFISH. Óbvio que eu não ia me aventurar. O calçadão é super fofo, a praia tem trechos de faixa estreita e larga. A orla é muito agradável. Gostei daqui, menos do Jellyfish...

437B371A2219AC6817096B294E693A9C.jpg

O dia estava uma delícia. Enquanto no Brasil o povo derretia, aqui fazia uns 25, 26 graus. Estava ótimo. A praia tomada pela terceira idade, especialmente o pessoal do norte, que desce para o Sunshine State fugindo da neve. A Florida deve ter o inverno mais agradável dos Estados Unidos.

90_43D460B92219AC681740205BFB8E2E41.jpg

43FE485B2219AC681751EE784D83C836.jpg

Da praia, fui fazer a mesma volta de carro por Hillsboro de ontem à noite. Cada casa mais linda que a outra. Parece outro mundo. Reza a lenda, que um dos iates ancorados lá é do dono da Victoria Secrets, bobagem, né? Terminei minha volta por Pompano e já estava indo pra pegar a I95, e esbarrei numa Ross. Parei na hora, né? Mas não foi uma parada bem sucedida não, saí com pouca coisa. Na segunda foi pior ainda, não comprei nada. Mega frustrada! Acho que estou mais exigente com as coisas. Aqui tem muita coisa barata, é verdade, mas tem coisa mequetrefe também, então, resolvi gastar bem dessa vez, eu acho, hehe.

Mudei de planos, depois de uns clique no gps fui pro Town Center. Chegando lá, já vi a mensagem da Juliana. A Juliana é sobrinha da esposa do meu tio, entendeu? Rs. Minha família é tão grande que eu já estou acostumada com isso, rsrs. Acabou que, depois de fracassar na busca do perfume do Fabinho (vou deixar pro Sawgrass), resolvi ir almoçar uma Caesar salad com frango, enquanto configurava o ipad da mamãe. Depois, fui encontrar com a Juliana.

90_43EAFA6D2219AC6817BA7BC4A1563DD9.jpg

Fizemos programa de local.fomos buscar o Nicolas na escolinha. Eu me senti naquele filme "Um tira no Jardim de Infância", sabe? Bem legal aquele ambiente. Dali, fomos no médico. Sim, eu topei porque estava sem compromisso mesmo, rsrs. Depois de atendido, a médica envia a receita on line para a farmácia mais próxima, aí a gente vai e pega. Era bem no mall que tinha a TJ Maxx e a Marshalls. Enquanto esperávamos, tomamos um sorvetinho e passamos no Publix. Dali, voltei para o Town Center e fui vasculhar a Macy's pra valer. Valeu! Deu pra comprar umas coisinhas, tipo Calvin e Michael. Depois, já sentindo o cansaço um pouco, dei mais uma volta e passei na Apple pra comprar a tal pulseira da irmã. Ainda fui num Walmart aqui em Deerfield, mas era pequeno, tipo supermercado de bairro. Resolvi parar num Super Target que tem aqui perto, fiquei namorando uma câmera digital, a minha está dando sinais de que não vai durar muito. Mas... vou deixar pro Sawgrass.

Cheguei em "casa" umas 19h30 e o Julio perguntou se eu queria dar uma volta no Mizner. Nem sabia o que era, mas topei. O Mizner é um shopping a céu aberto, mega chique, no coração de Boca Ratón. Jantamos num mexicano e demos uma volta a pé. O lugar é muito fofo, com lojas mega caras, bares e restaurantes. E como a noite estava agradável, foi bom dar uma volta por lá.

Publicado por Akemi Nomura 14:07 Arquivado em Estados Unidos Comentários (1)

(Textos 46 - 50 de 70) Anterior « Página .. 5 6 7 8 9 [10] 11 12 13 14 » Próximo