Um blog do Travellerspoint

Trinidad e Tobago

Piratas do Caribe 4/7

semi-overcast 28 °C
Visualizar 2019 Rota do Rum (Caribe) no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Hoje o dia amanheceu mais cedo. Achei que eu não ia acordar cedo hoje sem alarme, mas eram 5h15 eu acordei. Levantei umas 5h45 e me arrumei. Hoje eu confesso que estava com muita preguiça de ir pra academia. Mas eu fui! Com a Ju indo junto ficou mais fácil porque quando eu penso em ceder ela me puxa, e vice versa. Fiz minha corridinha e escrevi o post de ontem na bike.

B0416B63-5651-467F-9058-0AD5DB1601B2.jpeg336F9D67-ED11-4DD2-97FF-EE0F262D1DAA.jpeg

Quando comecei a pesquisar Trinidad e Tobago tive uma infeliz surpresa: a melhor ilha do país é Tobago e nós aportamos em Trinidad. A distância não colabora muito pois seus 33km de mar levam 2h30 de ferry. Uma opção é ir de avião, mas eu não sei se compensa a logística de aeroporto. Uma pena porque as praias de Tobago parecem ser divinas. Vi muitos (muitos mesmo) blogs falando para não ficar em Trinidad. Um dos motivos: crimes! Bom, todo cuidado em qualquer lugar é sempre bem-vindo. Alguns sites ainda conseguem ver poesia em Trinidad: “A ilha de Trinidad, que é a maior das duas, além de ser um destino ideal para quem aprecia atividades de ecoturismo, também é mais agitada do que a ‘irmã’ Tobago. Ela é conhecida pelos restaurantes, bares e casas noturnas da República de Trinidad e Tobago. Destaca-se nas indústrias de óleo e gás natural”.
 
Com histórico de colonização europeia, mão de obra escrava e migração oriental, a variedade de etnias e culturas se destaca em Trinidad e Tobago. Assim fica mais fácil entender as diversas festividades ao longo do ano. São várias celebrações: Carnaval, “Calypso Steelpan” (Steelpan, que ao pé da letra é traduzido como panela de aço, é um instrumento inventado no século XX e é considerado o instrumento nacional de Trinidad e Tobago), Festival da herança de Tobago, Tobago Jazz Festival, entre outros.

Hoje era o dia que chegava às 9h, então subimos sem pressa pro café. A gente não sabia muito o que fazer então decidimos não nos estressar. Jozi resolveu ficar no navio hoje. Eu ia morrer de tédio se ficasse. A praia maia famosa da ilha é Maracas Beach. É pra lá que vão a maioria dos turistas que aportam na cidade. Pra chegar é meio complexo porque é longe você fica dependente de transporte. Mas, paciência! Saímos na hora que o navio abriu as portas. Fui direto no informação ao turista. Bom, o transporte ida e volta custa de táxi US$100 por carro com até 4 passageiros. Tem van e mini ônibus também. Como estávamos em três resolvemos ir de mini van. Saiu US$30. Meio caro, mas, poxa, vir até aqui pra não conhecer? Venhamos e convenhamos, deve ser a única vez que piso em Trinidad e Tobago. Então vamos! Como a Ju pensa igual, partiu Maracas Beach!

C0DE393B-35A6-4329-9D6F-8B9490B9AE3B.jpegB8E821F3-21F9-42F5-9B74-C2F99C73EEBC.jpegDEF75F82-5D8E-44A0-B524-8106C2F5790F.jpegEE618491-4BBC-41DB-93E7-F82E81FAFE24.jpegA21DEF51-D1D0-4343-B143-7313DC3FF7CF.jpeg

É realmente bem longe até a praia. O ideal é ir com transporte garantido pra voltar. Na parte final do caminho até a praia fica bem bonita a paisagem. A vista do mar lá do alto é bem bacana. Como eu não tinha criado expectativas eu confesso que me surpreendeu. Tem as barraquinhas vende do o tal sanduíche de tubarão. Quanto a esse sanduíche uma ressalva, li um post de um cara falando que quando veio aqui na volta falou pro motorista que comeu o tal sanduíche e o motorista riu. Disse que podia ser tudo menos tubarão. Eu já não ia comer, depois que li isso tive certeza.

67ECDB9B-6FE7-4EF8-9CF9-384377B8C115.jpeg05489535-96D8-402E-8B51-C0D543047F80.jpeg20CD2B6C-958A-48CB-8704-E87FF9D1ABA0.jpeg0DBCFD9B-45C0-4C66-B678-1729CDE4BEA3.jpeg9BC90575-4DB2-4437-AEFE-86A7DE1C7DF4.jpeg8FF971B5-A558-4D2D-B1C8-BB43325FBB5C.jpeg6619049F-F326-41C9-8D4A-4644AB9517AC.jpeg4877E263-61A9-473C-BB4A-2ECE638C3491.jpeg78DCB9C9-2B37-4EF9-B1E0-FB8B601CDA1C.jpeg

A praia é bonita mas é injusto comparar com as outras que vimos até então. O mar é mais forte, areia mais escura, mas é cercada por montanhas cobertas por uma mata verdinha. É muito bonita! Os coqueiros na praia também dão outra impressão. A parte chata é que ficou meio que mal entendido para todos na van que as quatro horas incluíam o trajeto de ida e volta e, por conta do trânsito, nos restou pouco tempo de praia. Isso me desanimou um pouco de entrar na água. Estava fria mesmo! Então quando o sol saiu tiramos nossas fotinhas, registramos nossa passagem por Trinidad e Tobago e curtimos os aspectos positivos do lugar antes de voltar pro navio. Resumindo: vindo de outras praias maravilhosas do Caribe não crie expectativas. Pense no menos e deixe Maracas te surpreender!

41401085-AD3D-4181-B074-B6FC85B30501.jpegE9A9D8AD-75C4-4CC9-9BDD-131E547FF835.jpegCC35332B-3DBE-4E20-8C08-B26C75672618.jpegF55C1E51-F790-43C5-A7A9-423FBB5A09BF.jpeg3AE539CB-1DF9-4EFF-9BB9-6AB36FF6DEBD.jpeg03C776FC-6747-40C3-AAA0-9647F591A3E7.jpegD36F35BF-0FA3-48A5-954E-D9630A8AC38C.jpeg8ECE0BEF-4883-4506-93B3-043E81A06AD6.jpegF9737184-BF7A-4238-94E3-AABB003ADCAB.jpeg0BD2ACED-A36B-4D0D-9771-3A43DB779CA1.jpeg43345144-7239-4F7F-9BEC-58B14E720598.jpeg

Chegamos pouco antes das 14h no navio. Paramos na feirinha pra comprar os imãs de geladeira. A fila pra entrar no navio estava grande. Entramos na fila já formada nos corredores das lojinhas. E não andava... estava quase chegando na rua. De quebra sempre tem uns folgados querendo furar fila. Bem pertinho da entrada tinha uns que queriam passar na frente, a Ju que é mais brava que eu falou pra eu deixar umas pessoas atrás de mim passarem enquanto a gente segurava os folgados. Confesso que também tinha pensado nisso, então eu fiz, haha.

F3A50A0F-F501-40BD-9F9A-B06929C7330F.jpeg

Entramos no navio e fomos almoçar. Depois de comer bateu uma preguiça. Resolvemos voltar pra cabine pra tirar um cochilo. Deitei no sofá mesmo, mas dormi pouco. Depois resolvi ir atrás de uma jacuzzi mas estavam cheias. Já estava voltando pra cabine quando encontrei Patrícia e Robinho. Acabou que sentamos eu e mamãe com eles e ficamos conversando. Depois de um tempo a Ju chegou e decidimos ir pra jacuzzi. Fomos pra jacuzzi grande com a Pati. Um tempo depois Robinho chegou e ficamos lá cozinhando. Tem muito cloro nessas jacuzzis, mas que é bom ficar lá é, rs. Pouco depois saímos e fomos tomar banho. Hoje fomos no show e encontramos com a Ju lá. Dali fomos num lounge ouvir música ao vivo e depois fomos encher nossas garrafas de água. Encontramos com a Jozi jantando e decidimos ficar lá com ela um pouco. Depois fomos jantar no restaurante. Foram altas risadas, principalmente com a Ju contando os casos dela, haha. Mais um dia fechado com sucesso!!!

Publicado por Akemi Nomura 02:08 Arquivado em Trinidad e Tobago Comentários (0)

Barbados

Piratas do Caribe 3/7

sunny 28 °C
Visualizar 2019 Rota do Rum (Caribe) no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Barbados, terra da Rihanna! Era tudo que eu sabia sobre o país. A maior parte da população vive na costa oeste, entre Oistins e Speightstown. São basicamente três ilhas em uma. Oistins é mais democrática e local. A meio do caminho está a capital Bridgetown, com carros, lojas, escritórios; é o centro nervoso da ilha. Depois, vem Speightstown, Holetown e a paisagem fica dominada por mansões, lojas grifadas, duties free, iates e hotéis superluxuosos (aqui fica o palácio da Rihanna). Do outro lado da ilha, na costa Leste, fica o Atlântico, e um cenário selvagem de praias rochosas recortadas, escarpas e ondas. A clássica Bathsheba é o paraíso dos surfistas. Tem uma laje de coral, muitos ouriços gigantes, e foi pinçada por Kelly Slater na sua visita a Barbados.

Eram 6h05 e eu estava na academia. As dez esteiras já estavam cheias. Quase dei uma voadora numa brasileira que atingiu os vinte minutos que pedem pra não ultrapassar e começou de novo. Mas o cara do lado liberou a dele e fiquei mansinha de novo, haha. A Ju chegou logo depois e foi fazer a série de força dela. Voltamos pra cabine, banho e fomos tomar café da manhã. Hoje saímos cedo, a praia de Barbados era de fácil acesso a pé. Então partiu caminhada.

732B2B03-338D-4DCF-85D3-0A662FFD829F.jpeg934BC676-74FE-4C76-9006-1188A10F8B74.jpeg21F12C89-F9FE-4742-88DD-C15F4DE656FA.jpegE44FE6CB-C505-4119-859B-016CE10DCE0E.jpegCF8128D7-CA56-4D67-AB7E-B6DE1A90200F.jpeg

Nós ficamos na praia do centro. Foram cerca de 25 minutos caminhando mas como o tempo estava com algumas nuvens, não estava um calor absurdo, foi tranquilo. Chegamos em Carlisle Bay e ficamos logo no começo, no Pirates Cove. Dessa vez pegamos cadeira e guarda sol. Queríamos relaxar e o dia ia ser longo. Nos acomodamos e fomos nadar com as tartarugas. A tartaruga parece que é contratada pra entreter turistas, haha. O fato é que eles alimentam a tartaruga. Não é algo muito correto de se fazer mas... pelo menos ela está no habitat dela. E ela ficou pertinho da gente. E já deu pra ter uma noção do azul desse lugar?

44A4640B-202D-4468-8014-A789030DBCB7.jpegE4CFF391-5E6D-46A8-B1FA-A49D3A552EA9.jpegF528FC69-F783-4626-8645-2A950C330191.jpegFDD2D2B0-8CA9-4A86-AEA4-CDFE0DD40D5D.jpeg235E592A-DD53-4B7D-8AF7-FF28A5AA3079.jpeg622DB30B-5CA3-4CB3-8126-A9336B5E4C72.jpegD516DF12-DDD9-41B2-A97D-A69FC22EEBAF.jpegA645025C-F994-42A8-B300-1A5C894CCEE9.jpeg

Depois voltamos pra areia e ficamos naquela rotina mar e sombra. Aqui a água estava mais agradável. Não vou mentir, não estava quente. Mas deve ser a época porque Patrícia disse que quando veio em outro cruzeiro estava quente. Mas a adaptação não foi difícil, e depois ficava uma delícia. E o dia foi longo aqui viu? Mar lindo, azul turquesa de longe, verde clarinho de perto, me lembrou muito Half Moon Bay, em Turks e Caicos. Milhões de fotos na, talvez, praia mais bonita da viagem.

137E57E2-7047-4FEB-88BC-FBF56ADAC258.jpegAFA5D89F-6FD5-4E52-9D2E-B69B2F77C4F0.jpeg7CBAE61C-4A55-4DE2-8C8F-142FD7E963F9.jpeg30236AEF-D13E-408C-A9DD-6DDAF59937F7.jpeg1AEC4F74-EE5F-4DEB-99EB-68B814031E09.jpeg5E729375-F327-4B81-A7A1-299886CD9BE8.jpeg

Aqui são as fotinhas tiradas pelo drone que ficaram especiais. Essa praia realmente tem um azul absurdamente lindo. Chama Carlisle Bay e é cerca de 25 minutos a pé do porto. E aí? Vale a pena ou não?

81D78341-330B-4D36-B0EE-7D979976DAE6.jpeg49DFD484-F2D2-44AF-85E6-47D0751543A8.jpegB3F76254-2BA6-4952-8ABF-C103A6A94755.jpeg0A2F1802-55F7-4D99-A4F8-A1E283051944.jpeg958BD02C-203F-4848-B883-2F481B680A35.jpeg

Começamos a nos movimentar umas 16h e pouco. Jozi ainda foi dar mais um mergulho e bater um papo com Iemanjá. Essa é a Jozi! Pegamos as coisas e voltamos andando. No caminho umas lojinhas pouco inspiradoras e entramos no navio depois de comprar o imã, claro.

2D781FA3-8B1A-4194-9DF4-A4F7FB273061.jpeg2D764684-E826-4C96-94CC-BDAFC631511F.jpeg

Fomos pra jacuzzi eu e mamãe, a Ju chegou depois. Ficamos na jacuzzi externa e foi chegando gente. Chegou um senhor brasileiro reclamando que o navio parecia um velório, que era muito desanimado.... e eu pensando em dormir, haha. A mulher dele chegou dando uma chamada e ele saiu falando onde tinha baladinha no navio. Ficamos mais um pouco até começar a chover. Saímos correndo pra parte fechada do navio e eu cheguei batendo queixo. Gezuis, que frio!

Mamãe voltou pra cabine e eu e Ju ficamos batendo papo na jacuzzi interna até umas 20h. Depois fui pra cabine tomar banho e fui jantar com mamãe no buffet. Eu prefiro o buffet porque além de ser a mesma coisa é mais prático e tem água. Esse navio não servem água inclusa no jantar. Acho que já falei isso! Enfim, segue o baile! Mamãe quis ficar na cabine, estava cansada. Achei bom porque ela está precisando dormir. Fui pro restaurante pra ver a Patrícia e o Robson, já tinha combinado com a Ju. Ela demorou e chegou com a Jozi. As duas já tinham jantado. A Jozi pediu sobremesa e a Ju jantou de novo, haha. Não deu muito tempo a Jozi quis ir dormir e nem esperou o sorvete. Nós ficamos e eu tomei o dela. Patrícia falou uma coisa que é verdade, o povo do trampo deve estar achando que a gente brigou porque a gente não manda foto juntas. Vou manter essa história, haha.

Saímos e fomos ver a tal festa do branco. Tava bem relax. O público desse navio é bem devagar pra balada, tipo eu, hehe. O senhorzinho da jacuzzi estava lá dançando e depois passou pela gente. A mulher estava no fundo do salão sentada e parecia olhar pro lado que a gente estava. Tivemos uma crise de riso. Fomos parar perto de uma fotógrafa que laçou a gente e tivemos que ficar fazendo pose pra foto, haha. A crise de riso aumentou... quando a gente conseguiu fugir da fotógrafa passamos pelo salão e saímos pelo outro lado. Patrícia chamou a gente e quando entramos o fotógrafo laçou ela e Robinho, haha. Eu e a Ju passamos correndo atrás. Depois ficamos um tempo lá e deu 23h, já não dava mais pra mim. Patrícia disse que o fotógrafo ia querer parar a gente para tirar foto mas... a gente passou correndo!!! Hahahaha... fechamos o dia assim, rindo horrores!!!! E no final achei uma das fotos minha e da Ju...

A75D7A1B-E47F-4249-A227-8788818BB55C.jpeg

Publicado por Akemi Nomura 09:29 Arquivado em Barbados Comentários (0)

Santa Lucia

Piratas do Caribe 2/7

semi-overcast 28 °C
Visualizar 2019 Rota do Rum (Caribe) no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Bom dia! Acordei 5h55. Dormi igual um bebê gordo. Se tem algo que eu faço bem nessa vida é dormir. Noites bem dormidas me deixam de bom humor, haha. Diquei na varanda um pouco esperando o dia amanhecer. Levantei, me troquei, deu 6h15 liguei pra Ju. Ela já estava acordada. Eu fui antes pra academia e ela depois. Mamãe e Jozi curtiram preguiça. O dia amanhecia lindo! Hoje fiz 20 minutos de cardio e abdominal, que delícia! #

5118F06F-1546-418A-98D4-CE94561BCC25.jpeg558A6678-5356-47C7-9E74-04672154A6E1.jpeg945F1979-DF71-4624-99FE-6F49914006EA.jpeg

Voltei pra cabine pra trocar de roupa e ir tomar café. Fomos eu e mamãe, Ju foi depois e a Jozi, bem, sumiu de novo, haha. Mas ela mandou mensagem e está tudo certo. Saímos um pouco depois do previsto mas estava cedo ainda. O objetivo era chegar em Reduit Beach. Não consegui muitas informações em blogs por isso quero deixar bem informativo aqui. Na saída do porto tem vans compartilhadas. Custa U$7 cada trecho por pessoa. Preço tabelado, sem precisar negociar, coisa que eu gosto muito. Você paga ida e volta na hora e eles te dão um bilhete pra ida e outro pra volta. Pelo risco do trânsito marcamos de voltar às 14h. A van compartilhada tem esse porém, tem que todo mundo entrar em acordo. Mas como eu não estava a fim de pensar em outras opções achei melhor ir de van mesmo. No caminho fui escrevendo o post de ontem.

No caminho o motorista fez um briefing sobre Santa Lucia. Descoberta em 1502 por Cristóvão Colombo, a ilha é famosa pela produção de cacau. Santa Lucia é conhecida também pela elegância e pelo luxo. Menos grupos barulhentos e mais grupos discretos procurando descanso e curtir a natureza. O domínio da ilha se alternou entre franceses e ingleses até a independência em 1978. O local também foi cenário do filme Piratas do Caribe.

Reduit Beach foi escolhida por ser mais próxima ao porto e mais fácil. É uma praia padrão Caribe porém, seguindo Guadalupe, água fria. O mar estava calminho. As cores era uma coisa de louco, ora meio azul, ora meio verde, mas aquela coisa transparente. Como chegamos cedo valia a pena testar o drone. Hoje o tempo alternou entre sol e nuvens. Teve momentos que pingou umas gotinhas mas não chegou a chover. Jozi se amarrou nessa praia, nadou de um lado para o outro. Mamãe se divertiu com os peixinhos porque pode dar os pãezinhos que levou do navio. Rimos bastante, tomamos um solzinho, enfim, foi mais um dia proveitoso. Lugar muito bonito, super recomendo! Existe uma vane que vai até lá por US$1, mas eu estava com preguiça de procurar. De cara forei umas fotos com o drone com a praia vazia. Depois foi só com celular e gopro. Mas todas mostrarm quase tão bem a imagem que tivemos da praia: MARAVILHOSA!

6CFC3E98-BF05-4BA7-9F9C-EF2D6EB8AFC1.jpegCCA53009-4393-43CB-B74D-5CD3886802C4.jpeg68467B9A-9682-4E48-AEAA-5D0E65CF0AA6.jpeg6C8ADA14-0D36-4C3C-A873-E4F96D89A6B4.jpeg092717A6-18F5-4C95-B9B3-D53C2E6D678D.jpeg77F79304-DDF5-48F1-ACC8-DFC7D28EFFF0.jpegFCE71FF1-6DFD-4069-9FD8-28397AD64FB8.jpegB93ABA2C-01C8-4313-9329-C7FAED9CAD8C.jpeg8E35DB25-9C3C-4EDC-BAA3-4AD11770BB57.jpeg49EE915B-2E49-48A7-A36F-BC04EC978904.jpeg206D7548-528F-4F94-9755-73D23DF3ED93.jpeg8C3F96F4-38F3-47B1-831A-A7301E6D3CD0.jpeg2314D7BC-2139-49C1-99A6-842D9EAF5FD1.jpeg75C0F157-9F86-4FFE-AB31-77F60A31D511.jpeg75309280-F9A4-4819-88D8-BD02052F3CFA.jpeg499B8417-0BB5-49B3-82D2-49B723249D47.jpeg8B2D15C0-98C7-4BA7-9AB2-8A4A1B787FBC.jpeg

Hora de voltar. Fomos pro estacionamento pegar a van. Teve compras de ímãs de geladeira e pronto. Tive um pequeno estresse com uma cretina que organizava as vans. Eu queria dar na cara dela! Mas a Ju me trouxe de volta à realidade e resolvemos. Uma dica: guarde o papelzinho com o número da van que entregam na chegada. Você vai precisar! Chegamos no navio por volta das 14h30. Deixei as coisas no quarto e partiu jacuzzi. Antes dei uma parada no restaurante e pronto. Mais uns minutos de paz. Mamãe resolveu ir comprar o ketchup de banana, ou molho barbecue, sei lá. Deixei ela ir sozinha porque a jacuzzi está tão boa. Mas confesso que fico pensando se deu tudo certo ou não. Logo depois a Jozi mandou mensagem dizendo que estava indo com ela. Melhor! Eu e Ju ficamos lá na Jacuzzi e aproveitei pra ir escrevendo o texto de hoje.

43F3F182-EED9-475C-AAC7-5D1E58006E32.jpeg

Um pouco depois começou a chover fininho. Depois a chuva aumentou e ia molhar nossas toalhas e roupas aí resolvemos sair. Como a Ju não tinha comido nada ela queria ir no restaurante. Quando estávamos indo encontramos Jozi e mamãe, comendo, claro. Mamãe conseguiu comprar os condimentos locais, que bom! Acabei comendo o resto da batatinha da Jozi e dividi uma pizza com mamãe. Dieta, cadê você minha filha? Hoje à noite tem jantar com o comandante, ou seja, não vou. Estava com um bocado de frio e resolvemos tomar um banho quente e descansar na cabine. Depois jantamos no buffet.

Publicado por Akemi Nomura 06:49 Arquivado em Santa Lúcia Comentários (0)

Guadalupe

Piratas do Caribe 1/7

sunny 28 °C
Visualizar 2019 Rota do Rum (Caribe) no mapa de viagens de Akemi Nomura.

GUADALUPE foi descoberta por Cristóvão Colombo em 1493 e é um território ultramarino francês desde 1635. Antes do domínio europeu a região se chamava Karukera, que significa “ilha das lindas águas” na língua nativa. Foi rebatizada para homenagear Santa Maria de Guadalupe de Estremadura. A agricultura é a base da economia de GUADALUPE (cana de açúcar e banana são os principais produtos), porém o setor anda em crise. O único setor a ter bons resultados é o turismo.

2145FB94-9BFE-4320-A6F7-A260721C85D7.jpegF44B22BE-23AA-4386-B04B-191732AC5CF3.jpeg

Bom dia! Eram 5h45 quando eu despertei do sono profundo. A porta da varanda estava um pouco aberta pra equilibrar a temperatura interna e pra ouvir o barulhinho do mar. Estava com muita preguiça, admito! O dia foi clareando e a Ju me ligou. Jozi estava apagada e a gente ficou com dó de acordar ela. Resolvemos andar um pouquinho pelo navio. Fomos na academia e parecia bem sossegada. Mas foi só de passagem mesmo. Depois fomos tomar café e liguei pra Jozi encontrar com a gente. Quando tomamos café (daqueles bem proteinados) nos demos conta que a Jozi não chegava. Montamos uma força tarefa pra encontrar ela, haha. Acabei encontrando Patrícia e Robinho. E a gente achava que nem ia se ver... haha. O dia estava lindo e prometia.

B758D70A-8EC3-43F7-98BF-06EBF2346D36.jpeg97735EFA-D1C1-4734-AF0B-914E6C034F6E.jpeg

Jozi recuperada saímos em busca de como chegar em Saint Anne. Vamos à informação de como chegar em Saint Anne. No porto tem táxi credenciado. Nós estávamos em quatro e cobravam 10 euros por pessoa. Caro né? Ah, cada trecho. Saímos do porto e fomos em direção à feirinha. Quem sabe né? Chegando lá quem a gente encontra? Patrícia e Robinho! Ahahaha. Demos uma olhadinha na feirinha e lojinhas, garantimos o imã de geladeira e fomos para o ponto de ônibus. O ônibus até Saint Anne custa 3 euros. Mas tem um problema, pelo caminho até o ponto a gente observou que não passava ônibus. A gente esperou um pouquinho, tentamos parar uns dois táxis e nada. Até Jozi foi falar em francês com um cara, hahaha. Aí me aparece uma van e a Jozi deu sinal. Logo em seguida chegam quem? Patrícia e Robinho! Ahahaha. Coloquei Ju e Patrícia pra negociar porque eu sou péssima. O cara queria cobrar o mesmo valor do porto. Aí não dá né? No final elas conseguiram por 5 euros por pessoa! Tá óteemoooo!!!!! AJozi conversando com um nativo em francês usando o google translator foi ótimo.

615D0B6C-CC20-45DF-99EF-53C1E130DB06.jpeg

A praia é relativamente longe. Ainda pegamos um trânsito pra chegar lá. Resumindo, descemos da van já eram 11h30. Paramos num Carrefour express que tinha lá pra comprar uns bagulhinhos e praia! Saint Anne deve ser a praia mais procurada pelos passageiros de cruzeiro. Vou contar a verdade pra vocês, a água é linda mas não é quente não. Tem que passar por um processo de adaptação. Mas tudo bem, passado o processo dá pra aproveitar legal. Tirando um menino que eu queria afogar, haha. Como chegamos mais tarde acabamos ficando menos um pouco do que gostaríamos, mas tava de boa. Se prepara que vem chuva de fotos.

198BE01E-9FF8-4E4E-BD0B-B9343AEF6136.jpeg2E8F2A94-DF5A-40A4-B8D3-F5ABCA6D195B.jpeg5E2F6A57-1659-4268-9C22-E76F6D011E22.jpegCC8D6BF5-355B-478C-8D3F-4FB827B5D6E9.jpegA85791BC-9631-4DC1-BC99-850F0FE73827.jpeg1D61A301-E4E4-415A-A480-1C8C2424DD65.jpegCC1529AF-B5B3-41E0-BFF3-1A774468F30F.jpegA73A2817-362A-4B9F-820D-34A650997CEC.jpegFDCDA512-F2F3-4B39-AAE7-D26341D02C0A.jpeg0A1E0E1D-9A46-4A16-8034-9415CD0BA976.jpeg9D355A7C-3A42-40B4-9C08-047252B78F2A.jpeg7B817461-FC89-40DE-873E-32008D8E91CB.jpeg8BB2347B-8842-4361-80C0-A77F8D4D72E5.jpeg

Eram 14h30 e levantamos acampamento. Pela distância e pelo medo de trânsito decidimos voltar às 15h. Eu começava a ficar com a cabeça enjoada. Encontramos Patrícia e Robinho que perdemos na praia, rs, e esperamos nosso motorista. Ele atrasou uns minutinhos e a gente já estava ficando tensa. Quase pegamos outra van mas ele apareceu. O caminho de volta foi sossegado. Chegando no navio fomos comer e jacuzzi!!!! Pati e Robinho estavam comendo e depois se juntaram a nós na jacuzzi. Jozi se perdeu mas estando no navio tá tudo certo, rs. Tinha uma senhorinha de 89 anos na jacuzzi com a gente. Meu exemplo! Rs. Saímos umas cinco e pouco pra ir na academia. Disciplina é disciplina, não tem meio termo. Trocamos de roupa e fomos. Estava tranquilo, seu pra fazer um cardio pra queimar o bacon, rs. Depois voltamos pra cabine pra tomar um banho.

4E993996-8F43-4217-A95A-97922E6CB972.jpegAFBBFC07-A74B-4258-9A1F-E84606C704D5.jpeg3A973880-5CE3-4F33-9953-A6C971274D5B.jpeg945F1979-DF71-4624-99FE-6F49914006EA.jpeg

As meninas, Pati e Robson foram pro teatro. Eu e mamãe fomos dar um rolê. Paramos no cassino pra perder uns euros, claro. Tomamos um gelato da Venchi que não valeu a pena. Continuamos nossa volta e fomos parar no quinto andar onde Patrícia e Robson estavam. Dali fomos pra janta. As meninas chegaram um pouco depois. Hoje eu estava com mais sono do que ontem. Fomos dormir mais cedo dessa vez! Férias cansativas, hehe.

22B04A8B-EB9C-417B-B80F-90957DDD1D9B.jpegE9A73B2B-0F50-423E-84C4-CD3EA79A1744.jpeg

PS: Guadalupe é um destino que eu voltaria. Aqui fica areserva Jacques Cousteau que parece ser divina para mergulhar. A dificuldade foi encontrar uma empresa de fácil acessora fazer isso. Uma única que eu achei que me respondeu em inglês não era tão simples assim de achar. Oportunidades devem aparecer. Eu volto sem problemas!

Publicado por Akemi Nomura 14:58 Arquivado em França Comentários (1)

Martinica - O início

Piratas do Caribe

semi-overcast 27 °C
Visualizar 2019 Rota do Rum (Caribe) no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Bom dia! Depois de uma noite chuvosa em Jundiaí acordamos pra mais um rolê. O voo parte meio dia de Guarulhos e por causa da chuva saímos 7h45. Chegamos em Guarulhos 9h. O cruzeiro da MSC foi vendido junto com um voo charter da Gol. O check in ficava no Terminal 2, asa B, primeiro portão logo na chegada. Tinha uma fila exclusiva da MSC onde eles já colocavam a etiqueta na mala que vai direto pra cabine. Praticidade! Esse roteiro exige a vacina da febre amarela então não esqueça. A Ju chegou logo depois de mim e a Jozi um pouco depois. Patrícia e Robson já tinham feito o check in e já tinham entrado. Nos encontramos no portão de embarque prontos pro Caribe!

2848BC21-85C6-468A-9255-58976D45C1EE.jpeg

São 5h45 até Fort de France. O avião é um Boeing 737-800 da Gol e saiu bem cheio. Tem wifi no avião que dá pra usar o aplicativo da Gol e ver filmes mas eu já tinha baixado uns episódios de duas séries no Netflix. A comida do voo é o clássico “chicken or pasta”. É aquele marmitão básico da chicken class, haha. A sobremesa, Gezuis, que coisa horrorosa. Doce até a alma!!!! Não curti! Agora partiu pras minhas séries pra ver se o tempo passa mais rápido.

9F4A4805-506E-47E1-8D0F-F1B7AA09D83A.jpeg

Entre um episódio de Designated Survivor e a parte final de Procurando Dory (tinha visto a primeira parte entre Vitória e São Paulo), levantei um pouco e fui visitar Patrícia e Robson lá na fileira 23. Batemos papo. Voltei pro meu lugar e comecei a ver o filme Paris XXX e veio a hora do lanchinho. Sanduíche de peito de peru ou abobrinha com requeijão. Tava bom viu?

C2221242-AD75-4DDD-9744-FE460F3E4E6F.jpeg

Terminei de ver o filme e, um pouquinho antes de terminar, eu ia dizer que não gostei. Achei que tinha mais ação e era um filme morno. A ação deve ter durado uns dois minutos no máximo. Mas na parte final eu reparei que, se eu não me engano, era história real. Aí eu meio que mudei de opinião porque o contexto da vida real é em diferente. Depois do filme joguei um pouco e logo veio o pouso. Dentro de mais uns minutos: Martinica!

21B8D2C2-144B-4E51-B9CF-A8F79D3A6D6A.png

Pedaço de França cercada de Caribe por todos os lados, a Martinica é bacana mesmo, onde existencialistas, com ou sem razão, podem se dar ao luxo de fazer o que manda seus corações. Apelidada de fleur do Caribe — Madinina, seu nome pré-colombiano, significa "ilha das flores" — a Martinica é um jardim à beira-mar.

B8AF84D9-19AE-4ADB-8F89-F94198CA7B71.jpegBF32ADE8-BF7F-4F07-AAD0-2962AF4DF7AF.jpeg

Chegamos e fomos para os ônibus. Assim que encheu o ônibus fomos pro navio. Não sei se é por ser MSC ou não ser Estados Unidos mas achei a chegada um pouco mais burocrática. Nada grave! É só ter paciência.

9C6E8C72-1563-4BB3-B159-51A17BFA3E66.jpegDA73A664-45A4-4CBB-B5B6-2E5459B6C85D

DA73A664-45A4-4CBB-B5B6-2E5459B6C85D

46735932-D250-47E9-9AD5-C2F0C36C1213.jpegTZPL2755.JPG

Chegando no navio desviei de um povo querendo me vender pacotes de bebidas. Subimos para os quartos e um tempo depois as malas chegaram. Foi bom porque trocamos de roupa e subimos pra jacuzzi. Antes demos uma parada pra comer umas coisas saudáveis, tipo, batata frita, rs. Depois entramos em banho maria na jacuzzi só pra gente. Depois de um tempo ali de bobeira a Jozi comentou: “daqui a pouco a Patrícia e o Robson passam aqui depois de terem passado pelo navio inteiro”. Dito e feito, não deu dez minutos e eles chegaram, haha. A Ju tinha ido ver se a mala dela tinha chegado e ficamos lá depois um bom tempo, tipo, duas horas, haha. Já estava cozinhando....

9EB48F8E-D0D6-4FDD-BFF0-C950CA953068.jpeg2D74958E-EA62-4C0B-B868-DE1C3D946F3D.jpegE0ED0319-5656-40A4-88E3-DD97EE3910BA.jpegOUGK6273.JPG

Hora de ir pro treinamento. O sinal tocou e fomos pra Assembly Station. Eu e mamãe fomos pra I, Ju e Jozi pra G, Patrícia e Robson não sei mas sei que estavam lá. Voltamos pra cabine pra deixar o colete e fomos jantar. O difícil foi achar o restaurante, tinha que subir no deck 7 pra descer no deck 6. Patricia e Robson já estavam lá. Nossa, depois de cozinhar na Jacuzzi estava molinha molinha. Tava todo mundo morrendo de sono! Optei pelo peixe e curti. Bem leve! O ruim desse navio é não ter água incluída. Água gente! Água! Fiquei com saudade da Royal agora! Mas tudo bem, bora pra frente. Agora o episódio engraçado foi a Ju comer o papel que envolvia o peixe, haha. Mas deu tempo dela cuspir antes de engolir, kkkkkkk. O jantar foi divertido com muita risada!

LXYG2143.JPGBQCZ3169.JPG

Saindo dali passamos por um salão com música. Eu passei! Fui resolver a internet e o cartão de crédito associado na conta. Nossa, eu tava um caco! Dali fui pro quarto dormir o sono dos justos.... Boa noite!

Publicado por Akemi Nomura 09:47 Arquivado em França Comentários (1)

(Textos 26 - 30 de 346) « Página 1 2 3 4 5 [6] 7 8 9 10 .. »