Um blog do Travellerspoint

Textos sobre salzburg

Salzburgo

Terra de Mozart

rain 17 °C
Visualizar 2010 Europa no mapa de viagens de Akemi Nomura.

Quando se pensa em Salzburgo o primeiro nome que vem à cabeça, sem dúvida nenhuma, é Mozart. Aqui nasceu e cresceu o gênio da música clássica que conquistou o mundo. Ainda hoje, Salzburgo transpira Mozart e sua arte. Salzburgo é uma cidade pequena, e em seu centro histórico encontram-se as maiores atrações da cidade. Cercada pelos Alpes austríacos, suas ruas estreitas e construções medievais são principais características.

Passar por Salzburgo e não parar pelo menos por algumas horas é um pecado. Descendo na estação de trem, procure os “lockers”. São armários em vários tamanhos em que você pode guardar sua mala. Tem armário que cabe até a mala tamanho G, com mais uma mochila. Não há lugar para comprar ficha. Tem uma máquina no meio da fileira de armário. Você identifica o armário vazio, digita o número, deposita o valor referente a 24h e, por uns 30 segundos, você coloca sua bagagem e fecha a porta. Pronto, você está livre das malas e pode ir dar uma volta no centro histórico da cidade.

Lá mesmo na estação pegue um mapa no Centro de Informação ao Turista. Eles dão boas dicas dependendo do tempo que você decidir ficar na cidade. Depois de uma pequena caminhada, você alcança o famoso Jardim de Mirabell. Ah, eu não falei. Salzburgo também é a cidade de origem do Mirabell, que mais tarde no Brasil passou a ser conhecido como waffle. Se quiser experimentar os originais, o lugar é esse.

Voltando ao Jardim de Mirabell, foi construído em 1606 pelo príncipe Wolf Dietrich, e reconstruído após o incêndio da cidade, ocorrido em 1818. Fica no sopé da montanha onde está o castelo Hohensalzburg e no local há estátuas, escadarias, muitas flores, e geralmente é o local escolhido para concertos públicos e casamentos de luxo. O jardim florido é absolutamente encantador. Fácil perder boa parte do dia ali.

large_Imagem_029.jpg

Salzburgo oferece a opção de aluguel de charrete para passear pela cidade. Não fiz esse passeio e me arrependi. Dica de um brasileiro que conheci em Viena: alugue a charrete e vá comendo uma barra de chocolate Mozart enquanto passeia. Falando em chocolate Mozart, é um dos carros chefe de Salzburgo. Tem a loja específica que só vende o chocolate Mozart de vários tipos, porém, eu recomendo fortemente você resistir a tentação e comprar no supermercado. É bem mais barato.

O ponto alto da visita é o prédio de fachada amarela com letras douradas “Mozart Geburtshaus” (casa do nascimento de Mozart). Fica na rua Getreidegasse, 9. É super fácil achar, é só seguir a multidão que vai em busca do mesmo destino. É parada obrigatória. O prédio continua perfeitamente conservado, e lá estão móveis da família, violas, violinos, pianola e outros instrumentos utilizados em sua infância.

large_Imagem_049.jpg

A Getreidegasse é a mais famosa rua da cidade e um daqueles pontos que não se pode deixar de conhecer. É uma rua medieval, repleta de lojinhas, restaurantes, um passeio agradável mesmo pra quem não vai às compras. Sua principal característica são os ornamentos de metal, verdadeiros trabalhos artísticos dourados, pendendo sobre as fachadas, e que indicam o tipo de atividade desempenhada em cada estabelecimento. Nas sapatarias há um ornamento na forma de calçado, nos chaveiros uma chave pendurada, e assim por diante. Hoje em dia isto é uma das mais interessantes curiosidades desta rua medieval, mas antigamente, quando pouquíssimas pessoas sabiam ler, os sinais tinham uma utilidade prática, pois serviam para indicar ao povo o tipo de serviço que cada estabelecimento comercial desempenhava.

large_Imagem_050.jpg

DICAS DE LUGARES QUE EU NÃO FUI E DEVIA TER IDO:

• O castelo Hohensalzburg, no alto de um morro, domina toda cidade, e é uma visita obrigatória em Salzburgo. Sua construção foi iniciada em 1077 pelo príncipe arcebispo Gebhard, sendo depois muito aumentado durante o século 16. É a maior fortaleza conservada da Europa central e pode-se chegar lá a pé, ou então pegando o trenzinho funicular que sai da Festungsgasse. Seus pontos mais interessantes são os aposentos em estilo gótico, o museu Rainer e o museu Mundo das Marionetes, onde há marionetes de vários países, inclusive do famoso teatro de marionetes de Salzburgo;

• O museu da catedral, com tesouros da idade média ao século 19. Outro local muito interessante é o Museu de Salzburgo de Arte e História, situado na Museumsplatz, onde estão objetos contando a história desta cidade;

• Outro ponto muito lembrado na cidade é o Convento Nonnberg, na rua Nonnberggasse 2, lar das freiras Beneditinas, fundado em 1700 por S. Rupert. Lá pode-se visitar sua linda basílica e cripta, ver os afrescos do ano 1150 e conhecer a capela de São João. Depois caminhe até o Stieglkeller, bem aos pés do castelo, de onde se tem uma das melhores vistas da cidade;

• Na rua Griesgasse 23 situa-se o museu de roupas típicas de Salzburgo, onde pode-se conhecer vestimentas típicas de várias épocas. Uma caminhada ao longo das margens do rio Salzach é uma boa idéia para quem procura por belos visuais e pontos privilegiados para boas fotografias. Atravesse a ponte de pedestres que se vê ao fundo e vá explorar também o outro lado da cidade. Embora menos procurado é também muito bonito;

• Visite também a Altes Rathaus (o antigo prédio da prefeitura), construído em 1407 e aprecie seu imponente portal de mármore, a estátua da Deusa da Justiça e o interessantes relógio lunar. Depois vá até a Dreifaltigkeitsgasse, belíssima igreja construída entre 1694 e 1702, repleta de esculturas e outras obras de arte;

• Quando chegar no final do dia pegue o elevador Mönchsberg, e vá até o Café Winkler, para fazer uma refeição e apreciar toda a beleza da cidade de Mozart ao cair da noite. Ou então passe no Augustiner Bräu, na rua Augustinergasse 4 para experimentar uma típica cerveja de Salzburgo, servida diretamente de barris de madeira em canecas enormes, exatamente como já faziam os monges Augustinos, em 1621. O salão é lindo, o ambiente super animado, e aqui você já pode começar a fazer os planos de quando vai voltar a esta cidade tão especial;

CURIOSIDADE:
Salzburgo também é muito lembrada por ter sido o set de filmagens de um dos mais famosos musicais de todos os tempos, A Noviça Rebelde (The Sound of Music). A história relata as aventuras de uma jovem que desiste do convento ao se apaixonar por um aristocrata de Salzburgo e passa maus momentos até ser aceita pelos sete filhos do barão Von Trapp. A família Von Trapp existiu de fato, fugiu de Salzburgo quando a Áustria foi ocupada pelos nazistas e radicou-se nos Estados Unidos. Até hoje diversas locações do filme continuam atraindo curiosos e cinemaníacos a Salzburgo, inclusive a mansão Von Trapp, agora transformada em hotel de luxo.

Publicado por Akemi Nomura 12:42 Arquivado em Áustria Tagged salzburg austria Comentários (1)

(Textos 1 - 1 de 1) Página [1]